SHOW COM GRUPO ART POPULAR

Informar

Comédia musical de Miguel Falabella ganha temporada gratuita

A partir do dia 20 de setembro, o instituto dá início à reserva de ingressos online para o mês de outubro

Por: Redação | Comunicar erro
por Caio Gallucci
“A Madrinha Embrigada” tem nova cota de ingressos que podem ser reservados online a partir de 20 de setembro

O Teatro Sesi-SP recebe, entre 17 de agosto de 2013 e 29 de junho de 2014, uma temporada da comédia musical “A Madrinha Embriagada”, dirigida por Miguel Falabella. As apresentações acontecem de quarta a sexta, às 21h, aos sábados, às 16h e às 21h, e aos domingos, às 19h. A entrada é Catraca Livre.

Junto com a temporada, o instituto lança uma novidade que promete agradar o público. Os ingressos podem ser reservados via internet (sem taxas de conveniência), no site do Sesi. Cada pessoa tem direito a dois convites. E ainda, para os tradicionais que preferem enfrentar a concorrida fila da bilheteria, haverá uma cota especial de 50 ingressos por sessão. Quem quiser garantir os ingressos para a temporada de outubro tem a chance de reservar seu par a partir do dia 20 de setembro. Mas é preciso correr. A primeira remessa se esgotou em apenas 10 horas.

Ao adaptar a obra, Miguel Falabella remete toda a trama para a cidade de São Paulo dos anos 1920 e mostra uma cidade vibrante, em pleno crescimento, berço dos principais artistas modernistas.

A história começa nos dias atuais com um fã de musicais, denominado o “Homem da Poltrona”, ouvindo o disco, long play, de um espetáculo chamado “A Madrinha Embriagada”, em teoria, estreado em 1928, no Teatro São Pedro. A história ganha vida no palco, com os atores revivendo essa trama.

“A Madrinha Embriagada” é um musical que brinca com os tempos dourados, narrados pelo “Homem da Poltrona” (Ivan Parente), personagem que questiona os musicais atuais e brinca com a própria tradução da peça homônima, fazendo menção ao “tradutor” João Canarinho.

A história do disco trata de uma musa do teatro, Jane Valadão (Sara Sarres), que vai deixar os palcos para se casar com o empresário Roberto Marcos (Frederico Reuter). Como costume da época, uma madrinha é contratada para cuidar da noiva antes do casamento, nesse caso, Jane é sempre acompanhada por sua madrinha embriagada (Stella Miranda).

O dono do teatro, Sr. Iglesias (Saulo Vasconcelos), e outros personagens não querem que esse casamento não aconteça. Com a ajuda da corista sem talento, Eva (Kiara Sasso), Iglesias contrata um amante argentino, Aldolpho (Cleto Baccic), para atrapalhar essa união.

Espiões disfarçados de padeiros portugueses (Rafael Machado e Daniel Monteiro), uma aviadora, Dôra (Adriana Caparelli), Dona Francisca Jaffet (Ivanna Domenyco) e seu mordomo e o amigo do noivo (Fernando Rocha) são os personagens reunidos no cenário da peça, uma mansão na Avenida Paulista.

Compartilhe: