‘A Rainha do Rádio’ discute limites impostos às mulheres

Solo de Mari Feil narra história de uma radialista que foi demitida e invade o estúdio para transmitir seu último programa

Por: Redação
Até
30
de agosto 2019
Sexta
Às sextas-feiras, às 21h

Premiado no 13º Festival de Teatro Mar Del Plata na Argentina,  “A Rainha do Rádio”, solo da atriz Mari Feil, ganha uma temporada no Teatro Raposo – Sala Irene Ravache, entre 9 e 30 de agosto. As apresentações acontecem apenas às sextas-feiras, às 21h, com ingressos por até R$50.

atriz Mari Feil
Crédito: Gil GuzzoO espetáculo “A Rainha do Rádio” foi escrito por José Saffioti Filho e censurado na Ditadura Militar

Escrita em 1976, por José Saffioti Filho, a peça teve diversas montagens no Brasil e no exterior. Sua primeira montagem tinha atuação de Cleyde Yáconis e direção de Antonio Abujamura, e teve sua parte política censurada na época.

Ambientada em 1974, em plena ditadura militar brasileira, tempo de repressão aos meios de comunicação e às manifestações artísticas, a peça conta sobre a radialista Adelaide Fontana, que comandava o programa “Suspiros ao meio-dia” e foi demitida após 25 anos de casa.

Ela resolve invadir e trancar o estúdio da Rádio Esperança para fazer um programa especial, no qual revela aos ouvintes, com humor e ironia, os reais motivos de sua saída: os baixos índices de audiência.

atriz Mari Feil
Adelaide Fontana foi demitida e resolve invadir a rádio na qual trabalhou nos últimos 25 anosDonatela Macolla
atriz Mari Feil
A atriz Mari Feil interpreta a radialista Adelaide FontanaGil Guzzo
atriz Mari Feil
O espetáculo fica em cartaz no Teatro Raposo - Sala Irene Ravache até 30 de agostoDonatela Macolla
atriz Mari Feil
A nova montagem foi premiada no 13º Festival de Teatro Mar Del Plata na ArgentinaJonathan Braz

Nesse programava, veiculado à meia-noite, em contraponto com o horário anterior, Adelaide fala como bem entende sobre as alegrias e mazelas da sua vida, além de desafiar os poderosos da cidade, contando seus “podres” e apontando a hipocrisia que a cercava de forma irônica e divertida.

O espetáculo, dirigido por Gil Guzzo, discute os limites impostos às mulheres, principalmente às que ousavam desafiar o autoritarismo da época.

1
03:49
Exposição de Leonardo da Vinci no novo MIS Experience em SP
São Paulo tem um novo espaço cultural para chamar de seu: o MIS Experience, que inaugura com a mega exposição …
2
03:51
Os melhores lugares para ver Porto Alegre do alto
Se Porto Alegre já é uma cidade linda num passeio por suas ruas e calçadas, imagina vendo toda a beleza …
3
02:17
Batata de Marechal: o melhor podrão do Rio de Janeiro
A prova de que comida gourmet não tá com nada é a sensação suburbana do Rio, a Batata de Marechal! Colaí …
4
02:26
Memorial da Resistência de SP: a história nua e crua
Papo sério agora! Ali onde era o antigo prédio do DEOPS, durante a Ditadura Militar, hoje se encontra o Memorial …
5
02:10
Close no Bar Âncora do Marujo: um dos clássicos LGBT de Salvador
Símbolo de resistência em Salvador, o bar Âncora do Marujo já é uma menina moça com seus 18 anos de …
6
02:58
3 lugares no Recife para relembrar Chico Science
Principal referência cultural do Pernambuco e precursor do Mangue Beat, Chico Science merece ser diariamente lembrado. Para homenagear essa força da …
7
03:46
Circuito Liberdade: o maior conjunto de cultura do país fica em BH
Desde o fim do século 19, quando BH virou de fato a capital mineira, a Praça da Liberdade já era …
8
02:57
Castro Burger: a hamburgueria da diversidade em SP
Localizada no coração da Vila Mariana, a Castro Burger oferece muito mais que lanches pra lá de espetaculares e com …