Últimas notícias:

Loading...

Amazônia: mostra com fotos incríveis de Sebastião Salgado chega ao RJ

Depois de passar por São Paulo, Paris, Londres e Roma, exposição leva ao Museu do Amanhã 194 imagens feitas na maior floresta tropical do mundo.

Por: Redação

Até 29 de janeiro de 2023

Terça - Quarta - Quinta - Sexta - Sábado - Domingo

das 10h às 18h

A exposição “Amazônia”, com as impressionantes fotografias do mineiro Sebastião Salgado, um dos fotógrafos brasileiros mais conhecidos em todo o mundo, finalmente chega ao RJ! A mostra pode ser conferida no Museu do Amanhã, de 19 de julho a 29 de janeiro de 2023.

As visitas acontecem de terça a domingo, das 10h às 18h. Os ingressos custam até R$30 e são vendidos aqui. Mas a #DicaCatraca é aproveitar as terças-feiras para fazer este rolé, porque a entrada é gratuita nesse dia da semana.

Sebastião Salgado
Crédito: Xamã Yanomami em ritual durante a subida para o Pico da Neblina. Estado do Amazonas, Brasil, 2014 © Sebastião SalgadoSebastião Salgado passou sete anos em expedições fotográficas pela Amazônia

Idealizada por Lélia Wanick Salgado, a exposição reúne 194 fotografias em preto e branco de uma Amazônia ainda pouco conhecida, tiradas ao longo de 7 anos de expedições fotográficas feitas por Sebastião Salgado na região brasileira da floresta tropical. Antes de aterrissar na capital carioca, o projeto passou por São Paulo, Paris (França), Roma (Itália) e Londres (Inglaterra).

Registradas por terra, água e ar, as imagens retratam o cotidiano de 12 comunidades indígenas, além de paisagens de tirar o fôlego. E boa parte dessas obras foram mostradas ao público brasileiro pela primeira vez na passagem por SP.

Você ainda confere sete vídeos com testemunhos de lideranças indígenas sobre a importância da Amazônia e os problemas enfrentados atualmente por esses povos para garantir a sobrevivência na floresta.

E para deixar a sua experiência ainda mais imersiva, a exposição é ambientada com uma criação sonora original, composta pelo músico francês Jean-Michel Jarre a partir dos sons concretos da floresta.

Sebastião Salgado
Crédito: Sebastião Salgado - Indígena Yawanawá. Estado do Acre, Brasil, 2016 O premiado fotógrafo Sebastião Salgado exibe suas fotografias incríveis no Museu do Amanhã

Outro destaque são duas áreas com projeções de fotografias. Em uma delas, você pode conferir as paisagens da floresta tropical musicadas pelo poema sinfônico “Erosão – Origem do Rio Amazonas”, do grande compositor Heitor Villa-Lobos (1887-1959). No outro espaço, há retratos de indígenas sonorizados com uma composição especial de Rodolfo Stroeter.

Além de compartilhar os trabalhos fantásticos do artista, a mostra tem a proposta de convidar as pessoas para pensar sobre o futuro da biodiversidade no planeta (sobretudo na preservação da Amazônia) e a necessidade de se proteger as várias etnias indígenas presentes nessa região.

Para fomentar ainda mais essa discussão, há um espaço dedicado ao Instituto Terra, que é comandado por Lélia e Sebastião Salgado desde 1998 e é responsável pelo reflorestamento de uma área de cerca de 600 hectares de Mata Atlântica no município de Aimorés, em Minas Gerais. A entidade também trabalha com o cultivo de milhões de mudas de árvores em extinção e com a capacitação de jovens ecologistas.

Concerto com clicks de Sebastião Salgado

Além da mostra, vai rolar o concerto Amazônia”, com a Orquestra Jovem do Estado de São Paulo, no Theatro Municipal do RJ, no dia 23 de julho, às 20h. A apresentação é regida por Simone Menezes e traz em seu programa composições de Heitor Villa-Lobos e Philip Glass.

Enquanto a orquestra se apresenta, imagens de Sebastião Salgado são projetadas em um telão ao fundo. E o concerto ainda faz uma homenagem ao indigenista Bruno Pereira e ao jornalista Dom Phillips, que foram cruelmente assassinados na região em junho de 2022.


#VivaACidadeNaResponsa: ao comparecer aos eventos, não se esqueça de levar o seu passaporte de vacinação. Sempre lembre de usar a máscara de proteção, andar com álcool em gel e sair de casa somente se necessário! Caso pertença ao grupo de risco ou conviva com alguém que precise de maiores cuidados, evite passeios presenciais. A situação é séria! Vamos nos cuidar para sair desta pandemia o mais rápido possível. Combinado? 💚


Quer mais rolés incríveis para fazer no RJ? Dá uma olhada:

?>