Assista os melhores filmes brasileiros do ano com ingresso barato

Premiado "O Animal Cordial" é um dos destaques da 19ª Edição da Retrospectiva do Cinema Brasileiro
Até
02
de janeiro 2019
Segunda - Terça - Quarta - Quinta - Sexta - Sábado - Domingo
Diversos horários

Cinema

site: www.sescsp.org.br

email: email@cinesesc.sescsp.org.br

telefone: (11) 3087-0500

Na 19ª edição da Retrospectiva do Cinema Brasileiro o CineSesc exibe 53 longas, como "Benzinho", "Gabriel e a Montanha" e "As Boas Maneiras"

Foi dada a largada para um dos eventos mais aguardados do ano para os amantes de filmes brasileiros! Entre 6 de dezembro e 2 de janeiro de 2019, o CineSesc realiza a 19ª edição da Retrospectiva do Cinema Brasileiro, com longas de ficção, documentários e curtas metragens que estrearam de novembro de 2017 a outubro de 2018 na cidade de São Paulo. Os ingressos custam até R$ 12 e podem ser comprados peça internet.

Murilo Benício em cena do longa "O Animal Cordial"
Crédito: ReproduçãoPremiado “O Animal Cordial” é um dos destaques da 19ª Edição da Retrospectiva do Cinema Brasileiro

Há também uma programação paralela GRATUITA da retrospectiva. Este ano, acontece a 2ª edição da Mostra Sesc de Cinema Nacional, composta por sete longas e 27 curtas de todos os cantos do país. Além disso, no dia 6 de dezembro, às 19h30, tem uma edição especial do Cinema da Vela, quando os curadores Leila Bourdoukan e Ivan Mello discutem o balanço do evento, o panorama da produção nacional e os critérios de seleção dos filmes escolhidos.

Um dos destaques é o filme “Benzinho”, de Gustavo Pizzi. O longa foi eleito Melhor Filme pelo júri da crítica e pelo voto do júri popular no Festival de Gamado, além de ter arrebatado os prêmios de melhor atriz para Karine Teles e melhor atriz coadjuvante para Adriana Esteves. Na história, o primogênito de uma família de classe média é convidado para jogar handebol na Alemanha e lança sua mãe (Karine Teles) em uma espiral de sentimentos pois, além de ajudar a problemática irmã (Adriana Esteves), lidar com as instabilidades do marido (Otávio Müller) e se desdobrar para dar atenção ao seus outros filhos, ela terá de enfrentar sua partida antes de estar preparada para tal.

Outro premiado que integra a programação da retrospectiva é o terror “O Animal Cordial”, primeiro longa da Gabriela Amaral Almeida. Inácio é o dono de um restaurante de classe média, por ele gerenciado com mão de ferro. Tal postura gera atritos com os funcionários, em especial com o cozinheiro Djair. Quando o estabelecimento é assaltado por Magno e Nuno, Inácio e a garçonete Sara precisam encontrar meios para controlar a situação e lidar com os clientes que ainda estão na casa: o solitário Amadeu (Ernani Moraes) e o casal endinheirado Bruno e Verônica. Murilo Benício levou o prêmio de Melhor Ator no Festival de Cinema do Rio, em 2017, por sua atuação como Inácio.

O longa “Gabriel e a Montanha”, de Fellipe Barbosa, é outro premiado que tem sessão na retrospectiva. Baseado em fatos reais, o filme conta a história de Gabriel Buchmann (João Pedro Zappa), que tinha um grande sonho: conhecer a África. Entretanto, mais do que visitar seus pontos turísticos ele desejava conhecer como era o estilo de vida do africano, sem se passar por turista. Desta forma, decide encerrar sua viagem ao mundo justamente no continente, onde se envolve com vários habitantes locais e recebe a visita da namorada, Cristina (Caroline Abras), que mora no Brasil. Prestes a retornar, seu grande objetivo se torna alcançar o topo do monte Mulanje, localizado no Malawi. A produção ganhou dois prêmios na Semana da Crítica do Festival de Cannes: de revelação e da Fundação Gan.

Mostra Sesc de Cinema Nacional

A programação gratuita da retrospectiva envolve filmes selecionados selecionados pelas comissões regionais do Sesc. Com direção de Eduardo Consonni, Rodrigo T. Marques e Tiago Tambelli, o longa “Escolas em Luta” é um dos destaques da 2ª Mostra Sesc de Cinema Nacional. No estado mais rico e um dos mais conservadores do Brasil, o modus operandi da educação pública sofre um revés quando estudantes secundaristas reagem ao decreto oficial que determina o fechamento de 94 escolas e a realocação dos alunos. A resposta estudantil surpreende. Em poucos dias, por meio de redes sociais e aplicativos, eles organizam uma reação em uma verdadeira Primavera Secundarista – algo completamente inédito.

Outro filme é “Lamparina da Aurora”, de Frederico Machado. É uma fábula existencial sobre o tempo, o corpo e a natureza em que um casal de idosos recebe a visita de um jovem misterioso, todas as noites na fazenda abandonada em que passaram a viver.

Acompanhe a programação completa pelo site do CineSesc.

Compartilhe:

Autor: Por: Redação