Cândido Portinari ganha exposição gratuita na Caixa Cultural

Por: Redação

Até 01 de julho de 2018

Domingo - Terça - Quarta - Quinta - Sexta - Sábado

Das 10:00 às 21:00

Grátis

Até 1º de julho, os corredores da Caixa Cultural recebem exposição de 70 trabalhos de Candido Portinari (1903-62), um dos ícones da pintura no século 20 no Brasil. Após viajar por Recife, Salvador e Curitiba, a mostra traz ao Rio estudos, pinturas e obras desse multiartista que conquistou reconhecimento internacional, retratando o cotidiano do país e a desigualdade social.

Em cartaz de terça-feira a domingo, “Portinari – A construção de uma obra” conta com entrada inteiramente Catraca Livre veja mais abaixo.

Portinari
Uma das obras criadas pelas mãos de Portinari

Também fazem parte da mostra 12 esculturas criadas pelo artista plástico Sérgio Campos, que reproduzem personagens de importantes obras de Portinari. Suas obras contracenam com as de Portinari, transformando figuras em esculturas.

  • Cândido Portinari

O artista nasceu em 30 de dezembro de 1903, em Brodowski, interior de São Paulo. Filho de imigrantes italianos, teve uma infância humilde e recebeu apenas a instrução primária. Desde criança manifestou sua vocação artística, começando a pintar aos nove anos. Em 1935 recebeu em Nova York um prêmio por sua obra “Café”, que o projetou para o mundo. Faleceu em 1962, tendo como causa aparente uma intoxicação causada por química presente nas tintas.

  • Sergio Campos

Desenhista, pintor e escultor, é formado pela Escola de Belas Artes da UFMG. Criou técnica para construção de esculturas em aço e cobre e executou monumentos públicos de grande porte. Estudou pintura mural e escultura em bronze com o italiano Franco Cerri. Seus desenhos, desde os primeiros, tem uma alta tensão de músculos retesados, de veias saltando, um quê de flerte com os personagens de Portinari.


  • Rio cultural:
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.