Casa cheia: “Stonewall 50”, com Thiago Mendonça, ganha mais 4 sessões

Sucesso de público durante a curta temporada de estreia, a peça "Stonewall 50", com o ator Thiago Mendonça, terá a temporada estendida até 10/8

Por: SP Escola de Teatro
Crédito: Laysa Alencar/DivulgaçãoO ator Thiago Mendonça em “Stonewall 50”

Sucesso de público durante a curta temporada de estreia, a peça “Stonewall 50”, com o ator Thiago Mendonça, terá a temporada estendida com mais quatro sessões. A peça fica em cartaz até dia 10/8, no Satyros Um, na Praça Roosevelt. A partir de referências comuns na linguagem do teatro documentário e de vídeos e músicas que compõem o universo do teatro karaokê, a montagem, da Companhia de Teatro Íntimo, homenageia a trajetória de luta pelos direitos civis das pessoas LGBTQI+ no mundo inteiro.

A encenação rememora o episódio que ficou conhecido como Rebelião de Stonewall, uma série de atos que ocorreram em Nova York e que ficaram marcados pela violência contra membros da comunidade gay. Naquela época, policiais invadiam estabelecimentos frequentados por homossexuais e, além de agredir o público, muitas vezes prendiam os frequentadores e os proprietários desses espaços.

Em 28 de junho de 1969, os tiras novamente visitaram o bar Stonewall Inn, localizado no bairro de Greenwich Village, em Manhattan, mas desta vez o público resistiu às investidas. Além disso, após a invasão, a reação ganhou as ruas de Nova York e deu início à consolidação de um movimento em defesa da população LGBTQI+ que se espalhou pelo mundo inteiro.

“Em 2019, senti a necessidade de fazer algo para celebrar os 50 anos do ato e também os 14 anos de (re)existência da Companhia de Teatro Íntimo. Com a benção e acolhida dos Satyros, resolvemos celebrar, à nossa maneira, junto ao público de São Paulo — em especial o da praça Roosevelt, onde vejo bastante semelhança com o boêmio bairro do Village, onde aconteceu o motim”, explica Thiago Mendonça, que também assina o texto

VIVÊNCIAS

O primeiro contato do ator com o episódio foi através do álbum “The Stonewall Celebration Concert”, de Renato Russo (1960-1996), disco todo cantado em inglês e primeiro trabalho solo do artista. “Ele lançou em 1994 para celebrar os então 25 anos da revolta. Depois, em 2011, 2013 e 2018 viajei pra lá e sempre buscava experimentar vivências no Village.”

O espetáculo mescla pesquisa histórica e impressões pessoais do ator acerca da revolta. “Sobre o acontecido, falo e compartilho minha vivência no bar. Viajei pra lá pra cantar no karaokê, troquei algumas ideias, visitei exposições e fiz uma vasta busca virtual em links gringos”, detalha.

No solo, pessoas com quem Mendonça cruzou durante a visita ao Stonewall Inn e nomes como Sylvia Rivera, Marsha P. Johnson, Miss Major, Stormé Derlaverie — figuras que ganharam notoriedade pelo envolvimento com o ato —, são retratados em cena. Outros ícones da historiografia gay, como Vange Leonel, George Michael e Judy Garland também ganham corpo na história.

Crédito: Laysa Alencar/DivulgaçãoPeça relembra a Rebelião de Stonewall, em Nova York, 50 anos atrás.

PROPOSTA

Dialogar e despertar a consciência coletiva pela importância da luta por direitos e pela liberdade do outro são algumas das intenções da peça, montagem que foge dos preceitos do que se considera dramático. “Há quem chame de palestra-performance. Eu apresento documentos, é pessoal ao mesmo tempo, é também um karaokê. Tem dança. Por isto, trato como uma celebração. Não sei, e nem sei se pretendi, defini-la”, diz o ator.

A vontade de Mendonça, desde a concepção do projeto, era apresentar a peça em 50 sessões. “Estreamos no exato dia 28 de Junho e tivemos um público de mais de 500 espectadores durante a temporada. Agora prorrogaremos por mais quatro apresentações”, finaliza.

Em setembro, uma nova temporada da peça está prevista pela companhia.

Compartilhe:

Por: SP Escola de Teatro

A SP Escola de Teatro é um equipamento da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo e tem por atribuições a formação profissional na arte teatral.

1
Ópera do Arame: símbolo emblemático de Curitiba
Entre lagos, vegetação típica e cascatas, numa paisagem singular, está a Ópera do Arame. Colaí que eu vou te contar porque …
2
Cisne Branco: Espaço cultural flutuante em Porto Alegre
Verdadeiro ícone de Porto Alegre, o barco Cisne Branco é referência quando se fala de rolê flutuante! Colaí pra navegar nessas …
3
As obras de Niemeyer espalhadas por BH
Você sabia que há várias obras de Niemeyer espalhadas por BH? Colaí que eu vou mostrar pra você!
4
Poço da Panela: um roteiro imperdível e relax no Recife
Pensando em roteiros diferentes e alternativos para curtir o Recife? Que tal conhecer o histórico bairro do Poço da Panela? …
5
O melhor acarajé de BH é na Feira Hippie
A Feira Hippie é a maior feira da América Latina! Lá você encontra de tudo, inclusive, o melhor acarajé de …
6
Um pulo na ponta do Humaitá e no Forte de Monte Serrat, em Salvador
Um dos lugares mais charmosos de Salvador, com privilegiada vista da Baía de Todos os Santos e um pôr de …
7
Teatro Oficina Uzyna Uzona: patrimônio vivo em SP
Que tal conhecer o grupo de teatro mais antigo e em atividade do Brasil? Sessentona, a Companhia Teatro Oficina Uzyna Uzona …
8
Confeitaria Colombo: gastronomia certa no Rio de Janeiro
Um combo perfeito de arquitetura, decoração e gastronomia, tem um nome: Confeitaria Colombo. Colaí que vamos te mostrar este rolé inesquecível!