SP grátis: Casa das Rosas inaugura exposição sobre a sua história

Casa das Rosas em 1937
TERçA QUARTA QUINTA SEXTA SáBADO DOMINGO
Terça-feira a sábado, das 10h às 22h
Domingos e feriados, das 10h às 18h
Por: casa das rosas | Comunicar erro

A exposição revela a história da Casa das Rosas desde sua construção (realizada entre 1928 e 1935) até os dias atuais

Você conhece a história de um dos únicos casarões preservados da avenida Paulista? Sabia que foi um presente de Ramos de Azevedo para a sua filha? Que o vitral ao longo da escada foi produzido pela famosa Casa Conrado (a mesma que realizou os vitrais da Catedral da Sé e do Mercado Municipal) e o corrimão da entrada principal foi torneado no Liceu de Artes e Ofícios?

Essas e outras histórias podem ser descobertas na nova exposição de curta duração Casa das Rosas: Arquitetura da Memória, que abre no dia 18 de setembro.Com entrada gratuita, a mostra se divide em diversos ambientes do museu, a fim de narrar a história do imóvel, sua preservação e utilização, bem como sua inserção no contexto da cidade de São Paulo.

Crédito: Acervo do museuCasa das Rosas em 1937

No piso térreo, por meio de fotos e objetos antigos, o público conhecerá a Casa na época em que foi uma residência familiar, um panorama das mudanças ocorridas na Avenida Paulista desde sua inauguração e as diversas fases de utilização do imóvel – como residência, galeria pública de arte e Museu-Casa Literário.

No primeiro andar, os visitantes podem ver documentos e publicações sobre algumas das atividades realizadas na Casa enquanto instituição pública.

A vocação da Casa das Rosas, como museu, é permitir uma visão das transformações urbanas e culturais de São Paulo. A exposição ‘Arquitetura da memória’ é particularmente importante porque se vale do imóvel, um raro representante de outra época da vida na cidade, para mostrar modos de utilização de um patrimônio histórico que atendem aos interesses do público da metrópole” – Marcelo Tápia, diretor da Casa.

Casa das Rosas - SP
Crédito: Andre HoffA Casa das Rosas integra a Rede de Museus-Casas Literários de São Paulo, gerenciada pela Poiesis

A Casa das Rosas é um museu dedicado à poesia, à literatura, à cultura e à preservação do acervo bibliográfico do poeta paulistano Haroldo de Campos, um dos criadores do movimento da poesia concreta na década de 1950.

Localizada em uma das avenidas mais importantes da cidade de São Paulo, a Avenida Paulista, o espaço realiza intensa programação de atividades gratuitas, como oficinas de criação e crítica literárias, palestras, ciclos de debates, exposições, apresentações literárias e musicais, saraus, lançamentos de livros, performances e apresentações teatrais.

O museu está instalado em um imponente casarão, construído em 1935 pelo escritório Ramos de Azevedo, que na época já tinha projetado e executado importantes edifícios na cidade, como a Pinacoteca do Estado, o Teatro Municipal e o Mercado Público de São Paulo.


Compartilhe:

Autor: Casa das Rosas

A Casa das Rosas é um tesouro arquitetônico remanescente do ciclo histórico das mansões da Av. Paulista. Foi concluída em 1935 pelo escritório de Ramos de Azevedo. Os herdeiros do arquiteto ali viveram até meados dos anos 1980. Com o tombamento do imóvel pelo Governo do Estado de São Paulo, em 1987, o espaço passou por diversas ocupações até transformar-se em Espaço Haroldo de Campos de Poesia e Literatura. Desde então, é a “casa da poesia”, onde são oferecidos para a população cursos, oficinas de criação e crítica literárias, palestras, ciclos de debates, lançamentos de livros, apresentações literárias e musicais, saraus, peças de teatro e exposições.

Termos da rede:

Este conteúdo - assim como as respectivas imagens, vídeos e áudios - é de responsabilidade do usuário Casa das Rosas da Rede Catraca.

O Catraca Livre disponibiliza espaço no site para que qualquer interessado possa contribuir com cidades mais acolhedoras, educadas e criativas, sempre respeitando a diversidade de opiniões.

As informações acima são de responsabilidade do autor e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.