Casa Guilherme de Almeida encerra 2018 com evento multicultural

Música, teatro, lançamento de livro e visitas educativas integram a programação

Por: Redação

Para celebrar mais um ano de intensa atividade, a Casa Guilherme de Almeida convida o público para uma comemoração especial de encerramento da programação 2018. No sábado, 15 de dezembro, o museu abre suas portas para apresentações de música e teatro, além de lançamento de livro e visitas educativas – tudo de graça!

Casa Guilherme de Almeida
Crédito: André HoffInaugurado em março de 1979, o museu-casa – instalado na residência onde ele viveu de 1946 até o ano de sua morte – abriga o acervo composto de objetos que pertenceram ao poeta, tradutor, jornalista e advogado paulista Guilherme de Almeida (1890-1969), um dos mentores do movimento modernista brasileiro

O Coral da Casa das Rosas inicia a confraternização às 11h, com a apresentação Canta a Poesia, no auditório ao ar livre da Casa Guilherme. Sob direção musical e regência do maestro Adilson Rodrigues, o grupo de 30 cantores interpreta um repertório de canções compostas a partir de poemas de autores brasileiros. Já das 12h às 14h, o público pode participar das visitas educativas ao acervo do museu.

Dentre tantas conquistas da Casa Guilherme em 2018, se destaca a criação do grupo de estudo e pesquisa com foco nas obras teatrais escritas ou traduzidas pelo próprio poeta que dá nome ao museu. Como resultado desse trabalho, o grupo apresenta, às 14h30, breves intervenções cênicas, a partir de uma peça inédita de “Guilherme: O homem só”. Sob coordenação da atriz e diretora Fernanda Assef, as apresentações tratarão de um indivíduo que prefere o isolamento ao contato com a aleatoriedade do mundo.

Fechando a programação com chave de ouro, às 16h ocorre o lançamento do livro “Meu e Raça”, que reúne obras de Guilherme de Almeida de 1925. Marcelo Tápia, organizador da edição e diretor do museu, comanda um debate acerca das obras de Guilherme e sua participação no modernismo brasileiro.


1
Ópera do Arame: símbolo emblemático de Curitiba
Entre lagos, vegetação típica e cascatas, numa paisagem singular, está a Ópera do Arame. Colaí que eu vou te contar porque …
2
Cisne Branco: Espaço cultural flutuante em Porto Alegre
Verdadeiro ícone de Porto Alegre, o barco Cisne Branco é referência quando se fala de rolê flutuante! Colaí pra navegar nessas …
3
As obras de Niemeyer espalhadas por BH
Você sabia que há várias obras de Niemeyer espalhadas por BH? Colaí que eu vou mostrar pra você!
4
Poço da Panela: um roteiro imperdível e relax no Recife
Pensando em roteiros diferentes e alternativos para curtir o Recife? Que tal conhecer o histórico bairro do Poço da Panela? …
5
O melhor acarajé de BH é na Feira Hippie
A Feira Hippie é a maior feira da América Latina! Lá você encontra de tudo, inclusive, o melhor acarajé de …
6
Um pulo na ponta do Humaitá e no Forte de Monte Serrat, em Salvador
Um dos lugares mais charmosos de Salvador, com privilegiada vista da Baía de Todos os Santos e um pôr de …
7
Teatro Oficina Uzyna Uzona: patrimônio vivo em SP
Que tal conhecer o grupo de teatro mais antigo e em atividade do Brasil? Sessentona, a Companhia Teatro Oficina Uzyna Uzona …
8
Confeitaria Colombo: gastronomia certa no Rio de Janeiro
Um combo perfeito de arquitetura, decoração e gastronomia, tem um nome: Confeitaria Colombo. Colaí que vamos te mostrar este rolé inesquecível!