Exposição gratuita mostra origens da arte abstrata brasileira

Casa Mathilde: a tradição e o sabor dos doces portugueses em SP

O tradicional Pastel de Nata português
SEGUNDA TERçA QUARTA QUINTA SEXTA SáBADO
Segunda a sexta-feira, das 9h às 19h30; Sábados e feriados das 9h30 às 16h30.

telefone: (11) 3106-9605

email: geral@casamathilde.com.br

site: casamathilde.com.br

facebook: www.facebook.com

Doceria mantém no Brasil as receitas originais da fábrica fundada em Lisboa no séc XIX

É no Centro Histórico de São Paulo, mais especificamente na elegante Praça Antônio Prado, que reside a doceria portuguesa mais tradicional da cidade: a Casa Mathilde.  Seu cardápio conta com mais de 30 tipos de doces típicos, vindos diretamente da terra lusitana para cá, entre eles o adorado pastel de nata.

Em Portugal a marca nasceu em 1850 na Vila de Sintra, região metropolitana de Lisboa. Ficou famosa pela queijada da Mathilde que conquistou o selo real por ser a preferida do Rei D. Fernando II, até que teve suas atividades encerradas em 1974.

O Brasil, antiga colônia, foi o destino escolhido para retomar as atividades. Além da queijada, veio também o pastel de nata, de santa clara, o travesseiro de Sintra e o toucinho do céu, os mais pedidos pelos clientes que visitam o local (entre R$ 8 e R$ 15). Para acompanhar é possível pedir um café ou um cálice de vinho do Porto (entre R$ 6 e R$ 23).

O tradicional Pastel de Nata português saindo do forno
Crédito: Alessandra Petraglia/Catraca LivreO tradicional Pastel de Nata português
Vitrine com mais de 28 tipos diferentes de doces da Casa Mathilde
Crédito: Alessandra Petraglia/Catraca LivreVitrine com mais de 28 tipos diferentes de doces da Casa Mathilde
Geladeira de sorvetes inspirados nos sabores típicos dos doces de Portugal, como pastel de nata
Crédito: Alessandra Petraglia/Catraca LivreSorvetes inspirados nos doces típicos de Portugal
Pastel de Nata e de Santa Clara
Crédito: Alessandra Petraglia/Catraca LivrePastel de Nata e de Santa Clara

Outra opção muito sugerida é o clássico combo de pastel e vinho (entre R$ 17 e R$ 23) para quem quer apreciar os sabores portugueses sem exagerar na gula.  Nos dias mais quentes uma boa pedida é a geladeira de sorvete com boa variedade de massas (entre R$ 12 e R$ 16).

Ambiente

A doceria conta com um amplo salão, com muitas mesas e uma longa vitrine de produtos. No final da loja, é possível observar uma das cozinhas onde são preparados e assados os carros chefes da Casa Mathilde. Uma dica é sentar nas mesas do segundo andar, pois contam com uma vista privilegiada da cidade, o que torna a experiência de consumo muito especial, seja durante o dia ou no entardecer.

Mesa no segundo piso da Casa Mathilde oferece vista privilegiada da Praça Antonio Prado, no centro de São Paulo
Vista da Praça Antônio Prado, no centro de São Paulo
Salão da Casa Mathilde com a ampla vitrine de doces
Crédito: Alessandra Petraglia/Catraca LivreVitrine de doces da Casa Mathilde

Uma informação importante e que costuma atrapalhar alguns passeios é que o espaço não abre aos domingos, no entanto, isso não é motivo para você deixar de colocar a Casa Mathilde nos seus planos. Vá no sábado, no feriado ou durante a semana!

Compartilhe:

Autor: Por: Alessandra Petraglia