‘Circuito Periférico’ leva soundsystem e batalha de rima pra ZL

Proposto e executado pelo Coletivo Urbano, o projeto é um facilitador para o acesso à cultura nas periferias

Por: Redação

Chega a terceira edição o Circuito Periférico, evento que promove um dia de programação cultural gratuita na Vila Matilde, zona leste de São Paulo, com shows, batalha de rima, soundsystem, expositores, campeonato de skate e artes visuais!

primeira edição do circuito periférico
Crédito: Ernesto MatsubaraProgramação inclui shows de Cormega (NY) e Pavilhão 9, batalha de rima, campeonato de skate, grafitti ao vivo e mais

Proposto e executado pelo Coletivo Urbano, o Circuito Periférico é um facilitador para o acesso à cultura nas periferias.

E vai além! Em paralelo ao festival, o grupo faz ações em escolas e curso profissionalizante para mulheres, que se iniciam na quarta-feira, dia 12 de fevereiro e vão até 5 de maio ali pela região.

O festival Circuito Periférico acontece no dia 16 de fevereiro e reúne uma programação musical que é a cara de São Paulo e da cultura de rua, com atrações como o Slam Resistência, soundsystem com JahRevolution & Ladu B Sounds, os rappers Pew Mark e Negruniversal, coletivos como Sujeitos da Rima, Sanatório, União Racial e nova etapa da Batalha de Rima, que até agora já teve a participação de 24 rimadores da capital.

Poesia Contra o Fascismo

Filmado 100% no SLAM RESISTÊNCIAPoesia Contra o Fascismo🔥 🔥 🔥 🔥 🔥 🔥 🔥 🔥 🔥 🔥 🔥 🔥 🔥Realização : PoesiAkto & Slam Resistência

Posted by Slam Resistência on Wednesday, October 16, 2019

Ainda no palco, marcam presença os grupos PrimeiraMente, atualmente trabalhando na divulgação do último lançamento, “Outro Nível” (2019), e Pavilhão 9, formado em 1990, no Grajaú, e notório representante do rap nacional na ativa até hoje.

Para fechar a noite de shows do Circuito Periférico, Cormega, rapper nova-iorquino de passagem pelo Brasil pela primeira vez, vem acompanhado do experiente DJ Dagoma no toca-discos. Só pedrada!

Fora os shows, o evento também recebe campeonato de skate e diversas ações promovidas pelo projeto Big Ball, comandado por Wanderley Bolão, skatista profissional dos anos 1980; uma ação do coletivo Eletrotintas, com a participação de mais de 40 grafiteiros pintando ao vivo; e feira de exposições com mais de 160 expositores de moda, arte, decoração e comidinhas.

primeira edição do circuito perifério
Crédito: Neo GomesO Circuito Periférico já recebeu um público estimado de 15 mil pessoas nas duas primeiras edições!

A criançada também vai ter um espaço todo seu no Circuito Periférico, onde rolam jogos e contação de histórias!

O festival acontece das 12h às 21h, na Praça do Toco, na rua Dona Matilde, 509. A programação tem entrada gratuita, mas é preciso retirar seu ingresso neste link.

Olha só a quebrada além do Circuito Periférico:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.