Cirque du Soleil volta ao Rio com o espetáculo ‘OVO’

Show dirigido por Deborah Colker já passou pela América do Norte e Europa

Arena multiuso

Apresentações acontecem de 21 a 31 de março, e os ingressos já estão à venda!

Respeitável público: o Cirque du Soleil volta ao Brasil em 2019, com “OVO”! Dirigido por Deborah Colker, depois de passar pela América do Norte e Europa, o espetáculo vem para curtíssima temporada e escolheu o Rio como um dos palcos! As apresentações da trupe na nossa Cidade Maravilhosa acontecem de 21 a 31 de março, na Jeunesse Arena, com ingressos (já à venda!) de R$ 130 a R$ 550.

Espetáculo 'OVO', do Cirque du Soleil
Crédito: DivulgaçãoCirque du Soleil volta ao Brasil com o espetáculo 'OVO'
Espetáculo 'OVO', do Cirque du Soleil
Crédito: DivulgaçãoShow dirigido por Deborah Colker já passou pela América do Norte e Europa
Espetáculo 'OVO', do Cirque du Soleil
Crédito: DivulgaçãoElenco é composto por 50 artistas de 14 países, incluindo quatro brasileiros
Espetáculo 'OVO', do Cirque du Soleil
Crédito: Divulgação'OVO' estreou em Montreal em 2009, como um show de tenda, e agora é apresentado em arenas
Espetáculo 'OVO', do Cirque du Soleil
Crédito: DivulgaçãoNo espetáculo, insetos ficam maravilhados e curiosos sobre o ovo, esse objeto icônico que representa o enigma e os ciclos de suas vidas
Espetáculo 'OVO', do Cirque du Soleil
Crédito: Divulgação'OVO' é um símbolo atemporal do ciclo da vida e nascimento de numerosos insetos que sustentam a trama subjacente do show
Espetáculo 'OVO', do Cirque du Soleil
Crédito: DivulgaçãoNo Rio, as apresentações acontecem de 21 a 31 de março de 2019, em diversos horários

Após emocionar mais de 5 milhões de pessoas por todo o mundo, desde que estreou em Montreal em 2009 como um show de tenda, “OVO” embarcou em uma nova jornada, realizando a mesma produção cativante de forma inédita no país: em arenas. E traz no elenco 50 artistas de 14 países, incluindo quatro brasileiros, especializados em diversas acrobacias.

A produção é amplamente inspirada na cultura brasileira, repleta de cores e com uma trilha musical bastante rica, passeando por ritmos típicos como a Bossa Nova, o samba, o xaxado e o funk. Tudo, claro, com muita percussão!

Quando um ovo misterioso aparece em seu habitat…

… Os insetos ficam maravilhados e intensamente curiosos sobre esse objeto icônico que representa o enigma e os ciclos de suas vidas. É amor à primeira vista quando um inseto desajeitado e peculiar chega nessa comunidade movimentada e se depara com uma joaninha fabulosa.

É essa a principal trama de “OVO”. O novo espetáculo do Cirque du Soleil é um mergulho em um ecossistema colorido e repleto de vida, onde os insetos trabalham, comem, rastejam, flutuam, brincam, brigam e buscam pelo amor em uma farra sem fim, cheia de energia e movimento. Formigas, pulgas, aranhas, grilos…  É um mundo de biodiversidade e beleza, cheio de ruídos e momentos de emoção silenciosa.

A apresentação transborda de contrastes: o mundo oculto e secreto aos nossos pés é revelado de maneira tenra e tórrida, barulhenta e silenciosa, pacífica e caótica. E quando o sol nasce em um novo e belo dia, o ciclo vibrante da vida dos insetos recomeça. “OVO” é um símbolo atemporal do ciclo da vida e nascimento de numerosos insetos que sustentam a trama subjacente do show.

As sessões acontecem de terça a domingo, em diversos horários! Ansiosos? Então corram para garantir os seus ingressos!

Compartilhe:

Autor: Por: Redação