Coletivo 21N promove mesa sobre a resistência da mulher negra

"Os caminhos de resistência e resiliência das mulheres negras", acontece a partir das 9h, na Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo (FESPSP)

Por: Redação

De Tereza de Benguela à Marielle, os caminhos da resistência e resiliência de mulheres negras.

Durante o Julho das Pretas, o Coletivo 21N trará uma mesa incrível com presenças de responsa pra contribuir com o debate em foco desse mês. E neste sábado, 21, acontece a roda de conversas “Os caminhos de resistência e resiliência das mulheres negras”, a partir das 9h, na Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo (FESPSP)

Divulgação
Programação do evento que acontece neste sábado, 21, na FESPSP

É extremamente importante e urgente trazermos reflexões sobre as questões raciais e de gêneros que perpassam as trajetórias em perspectiva. Por isso, o evento é um convite na busca pela construção de análises e respostas que tenha em foco a luta por direitos pelas mulheres negras.

Com vocês, falando sobre:

– Educação e maternidade
(Juliana e Bruna)

– Cultura e empreendedorismo
(Thalita, Taís e Natália)

– Caminhos do bem viver e da saúde (Giselle e Gláucia)

– Feminismo Negro e aspectos da racialidade
(Amarilis)

Compartilhe:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.