Imagem do Topo

Cranio apresenta seus índios azuis em expo de curta temporada em SP

30 esculturas tomam conta da Luis Maluf Art Gallery, além de pinturas e gravuras do artista urbano

Por: Redação | Comunicar erro
Até
03
de agosto 2019
Terça - Quarta - Quinta - Sexta - Sábado
Terça a sexta, das 11h às 20h
Sábado, das 11h às 18h

Com certeza você já se deparou com graffitis de índios azuis pelas ruas da cidade feitos pelo Cranio. Agora você também tem a oportunidade de conhecer o trampo do cara dentro de uma galeria de arte!

indios azuis do graffiti do cranio
Crédito: reproduçãoOs famosos índios azuis do artista Cranio vão lotar a Luis Maluf Art Gallery

O artista urbano apresenta a exposição individual “Homem Primata, Capitalismo Selvagem“, que reúne 30 esculturas, além de pinturas e gravuras!

250 OBRAS MISTURAM ARTE E TECNOLOGIA NA PAULISTA

Reconhecido internacionalmente pelos personagens azuis, Cranio pinta e materializa em esculturas índios em situações cotidianas, propondo reflexões acerca de temáticas contemporâneas.

esculturas do índio azul do cranio
Crédito: divulgaçãoSão 30 escultura dos famosos personagens do artista, além de gravuras e pinturas

Entre consumismo, identidade e meio ambiente, e com uma identidade visual marcante e bem estabelecida, o artista tem como referência de sua pesquisa artística, poética e imagética o Surrealismo.

corredores da luis maluf art gallery
Crédito: divulgaçãoToda a Luis Maluf Gallery foi grafitada com os personagens característicos de Cranio
corredores da luis maluf art gallery
Crédito: divulgaçãoCranio pinta e materializa em esculturas índios em situações cotidianas, propondo reflexões acerca de temáticas contemporâneas, entre consumismo, identidade e meio ambiente

A sua exposição individual fica em cartaz até 3 de agosto, na Luis Maluf Art Gallery. A mostra tem entrada gratuita e pode ser visitada de terça a sexta, das 11h às 20h, e de sábado, das 11h às 18h.

Essa dica aqui é de OURO

Sesc Avenida Paulista recebe a exposição “Gold – Mina de Ouro Serra Pelada” com fotos de Sebastião Salgado. Confira aqui as informações sobre a mostra que registra a Mina de Ouro Serra Pelada, o maior garimpo a céu aberto do mundo, na região da Amazônia Paraense.