Documentário ‘Tsé’ mostra como polonesa fugiu do campo de extermínio

Documentário de Fábio Kow estreia dia 12 de setembro em sete estados do Brasil

Por: Redação
12
de setembro 2019
Cinearte São Paulo: às 15h20 e às 21h50
Estação Net Botafogo: às 14h e às 19h45
Cine Joia Copacabana: às 16h20

No dia 12 de setembro, estreia o documentário “Tsé”, filme que narra a história da polonesa judia Tsecha Szpiegel, uma sobrevivente do Holocausto.

Documentário Tsé
Crédito: DivulgaçãoNeto de Tsecha Szpiegel, Fábio Krow, conta como sua avó sobreviveu ao Holocausto

SE LIGA SÓ: SP ganha complexo de cinema pra ninguém botar defeito!

Um pouco de história…

Szpiegel tinha 14 anos quando foi jogada por sua própria mãe de um trem que estava a caminho de um campo de extermínio de Sobibor, na Polônia, controlado pelos nazistas.

“Sei que queria viver”, conta Tsé no filme. Depois de várias fugas, ela finalmente chegou ao Brasil, onde construiu família ao lado de seu marido, Zeide – também refugiado.

CULTURA JUDAICA: MONUMENTO VIVO, CASA DO POVO É UM LUGAR ONDE LEMBRAR É AGIR

No documentário “Tsé”, a história trata de questões universais, como a intolerância, o amor à vida e a constante reinvenção através de depoimentos da polonesa e de seus descendentes, principalmente seu neto, Fábio Kow, diretor do filme.

Depoimentos, imagens reais da guerra, vídeos de arquivo de festas e encontros familiares, além de desenhos e pinturas, revelam a história dessa mulher que escolheu viver.

A proximidade narrativa e a abordagem feita em cima da judia fez com que o documentário “Tsé” fosse um dos vencedores da última edição do Doc Without Borders Film Festival.

  • Programe-se:

Em São Paulo, a produção é exibida no Cinearte, às 15h20 e às 21h50, com ingressos por no máximo R$ 32. Em terras cariocas, o Cine Joia Copacabana e a Estação Net Botafogo exibem “Tsé” às 16h20, às 14h e às 19h45, respectivamente – os ingressos custam até R$ 34,20.

Além de SP e RJ, também rolam exibições em Brasília, Curitiba, Tocantins, Porto Alegre e Salvador.

Mais uma superdica pra você:

Os paulistanos apaixonados por fotografia já têm um espaço cultural para chamar de seu! Conheça o Instituto Moreira Salles.

1
BH: Jetiboca tem café incrível a R$ 3, pão de queijo e muito amor
Um dos lugares mais incríveis e inusitados no centro de Belo Horizonte, em Minas Gerais, é o Mercado Novo. Há …
2
3 trilhas no Rio com vistas de tirar o fôlego
Esse vídeo é para os amantes de ecoturismo, ou mesmo para quem quer começar a fazer trilhas e se conectar …
3
Parque da Pedra Branca no RJ: a maior floresta urbana do país
Pega um calçado confortável, passar protetor e repelente e Colaí nessa caminhada pelas trilhas do Parque da Pedra Branca, a …
4
Roteiro zen para fugir do caos de SP
Viver em SP é estar sempre ligadão no 220. Mas é legal dar uma freada no corre corre, né não? Colaí …
5
3 rolés pra curtir no Baixo Tijuca no Rio de Janeiro
A região do Baixo Tijuca tem muito o que oferecer quando o assunto é cerveja gelada! Colaí que eu tenho as …
6
Arena Digital de Curitiba: cinema e planetário no mesmo lugar
Ver as estrelas, mergulhar no fundo do mar, conhecer de pertinho todo o sistema solar. Tudo isso é possível em …
7
Uma voltinha no Mercado Público de Porto Alegre
Mais do que um ponto turístico, o Mercado Público de Porto Alegre concentra consumo, crença, cultura e tradição no centro …
8
3 jóias gastronômicas antigas de São Paulo
Afinal, panela velha é a que faz comida boa? Se depender da Casa Mathilde, da Padaria Santa Tereza e do …