Documentário ‘Tsé’ mostra como polonesa fugiu do campo de extermínio

Documentário de Fábio Kow estreia dia 12 de setembro em sete estados do Brasil

Por: Redação
12
de setembro 2019
Cinearte São Paulo: às 15h20 e às 21h50
Estação Net Botafogo: às 14h e às 19h45
Cine Joia Copacabana: às 16h20

No dia 12 de setembro, estreia o documentário “Tsé”, filme que narra a história da polonesa judia Tsecha Szpiegel, uma sobrevivente do Holocausto.

Documentário Tsé
Crédito: DivulgaçãoNeto de Tsecha Szpiegel, Fábio Krow, conta como sua avó sobreviveu ao Holocausto

SE LIGA SÓ: SP ganha complexo de cinema pra ninguém botar defeito!

Um pouco de história…

Szpiegel tinha 14 anos quando foi jogada por sua própria mãe de um trem que estava a caminho de um campo de extermínio de Sobibor, na Polônia, controlado pelos nazistas.

“Sei que queria viver”, conta Tsé no filme. Depois de várias fugas, ela finalmente chegou ao Brasil, onde construiu família ao lado de seu marido, Zeide – também refugiado.

CULTURA JUDAICA: MONUMENTO VIVO, CASA DO POVO É UM LUGAR ONDE LEMBRAR É AGIR

No documentário “Tsé”, a história trata de questões universais, como a intolerância, o amor à vida e a constante reinvenção através de depoimentos da polonesa e de seus descendentes, principalmente seu neto, Fábio Kow, diretor do filme.

Depoimentos, imagens reais da guerra, vídeos de arquivo de festas e encontros familiares, além de desenhos e pinturas, revelam a história dessa mulher que escolheu viver.

A proximidade narrativa e a abordagem feita em cima da judia fez com que o documentário “Tsé” fosse um dos vencedores da última edição do Doc Without Borders Film Festival.

  • Programe-se:

Em São Paulo, a produção é exibida no Cinearte, às 15h20 e às 21h50, com ingressos por no máximo R$ 32. Em terras cariocas, o Cine Joia Copacabana e a Estação Net Botafogo exibem “Tsé” às 16h20, às 14h e às 19h45, respectivamente – os ingressos custam até R$ 34,20.

Além de SP e RJ, também rolam exibições em Brasília, Curitiba, Tocantins, Porto Alegre e Salvador.

Mais uma superdica pra você:

Os paulistanos apaixonados por fotografia já têm um espaço cultural para chamar de seu! Conheça o Instituto Moreira Salles.

1
3 lugares para apreciar a paisagem de Curitiba do alto
Curitiba é uma cidade linda, disso já sabemos! Mas ver ela do alto deixa tudo ainda melhor! Colaí pra ver essas …
2
Onde curtir um show de música independente delicinha em São Paulo
Pagar dois salários mínimos pra ver show não dá, né? Ainda mais quando São Paulo é a cidade onde você encontra …
3
RJ: Um mergulho literário no Real Gabinete Português de Leitura
O Rio de Janeiro é a Cidade Maravilhosa não apenas por suas paisagens e praias! Ali no centro fica um dos …
4
Casa Preta: lar da cultura alternativa de Salvador
Um Casarão no Dois de Julho tem cultura saindo pelas janelas! Com eventos do subsolo ao terraço, a Casa Preta …
5
SP: Maior festival de inovação e arte digital do Brasil
Unhide Conference, um festival de inovação e arte digital está em sua segunda edição. Fomos conferir esse encontro de arte, criatividade …
6
Terça do Vinil em Recife: rolê pra gente lisa
Depois de uma temporada granfina lá nas Europa, a minha, a sua, a nossa Terça do Vinil tá de volta …
7
02:19
Vem ver o céu à noite no Planetário da Gávea no Rio
Os amantes do universo têm um rolé para chamar de seu no Rio! Toda quarta e sábado acontece lá no Planetário …
8
04:15
Edifício Maletta: 4 lugares, alguns drinks e 1 varanda para amar em BH
Ele tem história e paixão. É comercial e residencial. Tem comida de boteco e bebida gourmet. Gente interessante de um …