Últimas notícias:

Loading...

Espetáculo ‘Fêmea’ faz apresentações gratuitas no Sesc Interlagos

Peça da Cia do Despejo mescla teatro gestual e dança para abordar a violência doméstica naturalizada contra a mulher

Por: Redação

Nos dias

12/03 - 19/03

2022

16h - espetáculo | Retirada do ingresso na bilheteria com 1 hora de antecedência

No dia 19/3, a oficina de serigrafia em bolsas de algodão cru com frases de empoderamento acontece das 10h às 13h

Grátis

Para refletir sobre o que é ser mulher nos dias de hoje, a Cia do Despejo faz duas apresentações do espetáculo “Fêmea”, desta vez de maneira gratuita no Sesc Interlagos.

Fêmea
Crédito: Antonio Simas Barbosa/ divulgação | Agência Fática “Fêmea” mescla teatro gestual e dança

As sessões acontecem nos dias 12 e 19 de março, às 16h, com retirada de ingressos direto na bilheteria, uma hora antes da peça começar.

A entrada no Sesc Interlagos só é permitida mediante a apresentação do comprovante de vacinação contra Covid-19 (físico ou digital) e de um documento com foto. Para os maiores de 12 anos, é preciso ter duas doses da vacina. Já as crianças de 5 a 11 anos devem apresentar o documento evidenciando uma dose.

O grupo fez uma ampla pesquisa em teatro gestual e dança para criar “Fêmea”. Com direção de Carmem Soares, a obra é construída a partir dos corpos femininos e suas interações com diversos objetos-símbolo associados à figura da mulher. Além disso, a movimentação das atrizes foi criada a partir do estudo da motricidade de animais usados para adjetivar negativamente as mulheres, como porca, galinha e vaca.

Em relação à dramaturgia, a companhia usou como referências a escritora Carolina Maria de Jesus e sua obra “Quarto de Despejo”; o livro “Presos que menstruam: a brutal vida das mulheres – tratadas como homens – nas prisões brasileiras”, da jornalista Nana Queiroz; e os documentários “Estamira”, de Marcos Prado, e “Meninas”, de Sandra Werneck. Além de elementos autobiográficos da equipe.

A música é tocada ao vivo e explora sonoridades afro-brasileiras em composições autorais. As potentes vozes de Aryani Marciano, Beth Sousa e Helena Menezes se juntam a instrumentos melódicos e percussivos, como alfaia, djembe, violão e o agogô. Há também a constante exploração de sons de elementos da natureza e dos arquétipos animais, como água, lama, madeira, grunhidos de porcos, sinos de vacas e sonoridades do mangue.

Cia do Despejo, Fêmea
Crédito: Antonio Simas Barbosa/ divulgação | Agência Fática No Mês da Mulher, espetáculo “Fêmea” faz apresentações grátis no Sesc Interlagos

Mas o trabalho sonoro da Cia do Despejo para o “Fêmea” foi ainda mais extenso. Cantos ancestrais, como o vissungo, que se originou entre os negros escravizados na região de Minas Gerais -, também marcam presença na trilha.

Para essa construção, as compositoras ouviram muito Clementina de Jesus, com um disco dedicado aos vissungos, e o grupo Clarianas, mais focado em cantos caboclos – a Naruma Costa até cedeu uma canção para o espetáculo.

O figurino evidencia outras violências sofridas pelas mulheres. As atrizes vestem bermudas, sutiãs com fecho frontal e corpetes pós-cirúrgicos, em referência aos padrões de beleza impostos pela sociedade. Conforme a peça avança, seus corpos e vestimentas ganham tons de vermelho, simbolizando tanto as agressões quanto a emancipação feminina.

No elenco estão Aline Machado, Carolina Gracindo e Ingrid Alecrim. O dramaturgista é o Felipe Dias Batista.

O trabalho também tem a função de criar um espaço de acolhimento feminino. Por isso, após cada apresentação, acontece um bate-papo com o grupo. E, para reforçar ainda mais essa rede de apoio, no dia 19 de março, das 10h às 13h, a companhia realiza uma oficina de serigrafia em bolsas de algodão cru com frases de empoderamento. São só 20 vagas e os ingressos são retirados no dia.


#VivaACidadeNaResponsa: ao comparecer aos eventos, não se esqueça de levar o seu passaporte de vacinação. Sempre lembre de usar a máscara de proteção, andar com álcool em gel e sair de casa somente se necessário! Caso pertença ao grupo de risco ou conviva com alguém que precise de maiores cuidados, evite passeios presenciais. A situação é séria! Vamos nos cuidar para sair desta pandemia o mais rápido possível. Combinado? 💚


Fique ligado(a)! Por conta do novo aumento de pessoas contaminadas pelo Coronavírus, muitos eventos têm sido adiados ou cancelados. Para não deixar de aproveitar seu rolê, antes de sair de casa, confirme nos sites, bilheterias, teatros e plataformas de vendas de ingressos se não ocorreram alterações na sua atração.

Quer mais dicas para celebrar o Mês da Mulher? Veja:

 

 

 

 

 

 

?>