CORONAVÍRUS
Tudo o que você precisa saberÚltimas notícias e tudo que você precisa saber

Espetáculo ‘Roda Viva’, de Chico Buarque, ganha temporada no Rio

Mais de 50 anos depois, a peça volta a ser encenada pelo Teat(r)o Oficina Uzyna Uzona na Cidade das Artes

Por: Redação
Até
01
de dezembro 2019
Sexta - Sábado - Domingo
Sexta, às 20h
Sábado e Domingo, às 19h

Depois de quase um ano em cartaz em São Paulo com casa cheia, o espetáculo “Roda Viva”, escrito por Chico Buarque, chega ao Rio com o histórico Teat(r)o Oficina Uzyna Uzona.

A temporada curtíssima acontece até 1º de dezembro na Cidade das Artes: às sextas e aos sábados, às 20h, e aos domingos, às 19h, com ingressos de R$ 45 a R$ 120.

cena da peça "Roda Viva"
Crédito: Jennifer Glass/DivulgaçãoTeatro Oficina Uzyna Uzona vem ao Rio com o espetáculo ‘Roda Viva’, de Chico Buarque

O texto ganha nova versão com direção de Zé Celso, mais de 50 anos após estreia no Rio. Em cena, Roderick Himeros, Camila Mota, Guilherme Calzavara, Zé Ed e Marcelo Drummond dividem o palco com o famoso coro e a banda.

A peça narra a ascensão e a queda de Benedito Silva, transformado pelas figuras do Anjo da Guarda e do Capeta no fenômeno Bem Silver, um cantor e compositor de sucesso fabricado pela indústria cultural. Ele tem sua genialidade pautada e monitorada pelos índices de popularidade na mídia.

cena da peça
Chico Buarque escreveu 'Roda Viva' como uma resposta à montagem de Zé Celso para 'O Rei da Vela'Jennifer Glass/Divulgação
cena da peça
'Roda Viva' estreou pela primeira vez em 1968, em plena Ditadura Militar Jennifer Glass/Divulgação

Depois de todo sucesso, o herói pop é novamente moldado em Benedito Lampião, cantor de música nordestina. E, finalmente, é devorado pelo coro da peça e substituído por sua esposa Juliana, que vira o novo ícone da cultura.

A trilha sonora traz sucessos de Chico que surgiram da própria dramaturgia na montagem original, como “Roda Viva” e “Sem Fantasia”, além de outras canções mais recentes, como “Caravanas” e “Cordão”.

cena da peça
Cena da remontagem do espetáculo "Roda Viva" de Chico BuarqueJennifer Glass/Divulgação
cena da peça
Essa última temporada celebra ter sobrevivido a 2019 sem censuraJennifer Glass/Divulgação
cena da peça
Peça está em cartaz no Teatro Oficina até 26 de janeiro de 2020Jennifer Glass/Divulgação

O espetáculo “Roda Viva” foi escrito em 1968, durante o ápice da Ditadura Militar brasileira. A dramaturgia era uma espécie de resposta para a icônica montagem antropofágica de Zé Celso e Renato Borghi para “O Rei da Vela”, de Oswald de Andrade.

Depois de assistir a esse espetáculo, o cantor e dramaturgo convidou o Teat(r)o Oficina para montar “Roda Viva” junto com o famoso cenógrafo e figurinista Flávio Império.

Bora? Confirma sua presença no evento!

E se você ama um palco, corre aqui para conferir nossa lista de peças baratinhas em cartaz no Rio!