Criolo e Milton lançam música juntos com projeções nas ruas de SP

Ação marca lançamento da campanha #Existeamor, que arrecada doações para população em situação de vulnerabilidade social

Por: Redação
Criolo e Milton Nascimento
Crédito: Fred Siewerdt & Will Etchebehere (foto tirada pré-Covid-19*)Esses dois juntinhos é muito, muito amor!

Daquelas notícias que deixam o coração quentinho: Criolo e Milton Nascimento lançaram uma nova versão para a canção “Não existe amor em SP”. Você pode ouvir essa pérola aqui.

A faixa acompanha clipe dirigido por Denis Cisma (diretor do clipe de “Boca de Lobo”, indicado ao Grammy Latino 2019) e Beto Macedo, com imagens gravadas durante o segundo encontro da dupla em estúdio, entre os dias 4 e 5 de março, e outras feitas na capital paulista durante os tempos de isolamento social.

Assista abaixo:

A música será ainda transformada em projeções de vídeo, feitas em tempo real em edifícios de SP!

As localizações dos prédios não foram divulgadas para não estimular a aglomeração de pessoas, mas você pode conferir tudo em tempo real nas redes sociais e canais de Youtube dos artistas (arraste a tela para conferir todos os links).

AFROFLIX: a ‘Netflix afro’ que reúne conteúdo gratuito para maratonar

A iniciativa representa o lançamento da campanha #Existeamor, que arrecada doações para um fundo solidário destinado à população em situação de vulnerabilidade social durante a pandemia do Covid-19.

As doações podem ser feitas pela plataforma de financiamento coletivo Benfeitoria (clique aqui para acessar). O dinheiro arrecadado irá para instituições como É de Lei, SP Invisível, Arsenal da Esperança, entre outras.

Aqui, você encontra todos os links para acompanhar o lançamento:

Instagram: Criolo / Milton Nascimento

Facebook: Criolo / Milton Nascimento

Youtube: Criolo / Milton Nascimento

Fazer o bem sem olhar a quem <3 Confira outros eventos virtuais que estão arrecadando doações: 

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.