ADIADA: Mostra ‘Björk Digital’ no CCBB Rio de Janeiro

Considerando o cenário de combate ao COVID-19, o CCBB estará fechado ao público por tempo indeterminado. Leia o comunicado oficial:

“Para o Centro Cultural Banco do Brasil não há nada mais valioso que a saúde e a segurança das pessoas. Por isso as atividades serão suspensas, a partir de 14 de março de 2020, a fim de mitigar o risco de propagação do Coronavírus (Covid-19).

INGRESSOS: Para aqueles que compraram ingressos no site Eventim, a devolução pode ser feita pelo SAC da empresa. Para aqueles que compraram na bilheteria, o #CCBBRJ solicita que aguardem o funcionamento normal.

Em caso de dúvidas, entre em contato pelo e-mail: ccbbrio@bb.com.br”

Clique aqui e veja o comunicado oficial.

A tecnológica exposição “Björk Digital”, concebida pela cantora e compositora islandesa Björk, já passou por São Paulo, Brasília e várias outras cidades do mundo e agora desembarca no CCBB Rio de Janeiro. Que presentão, hein?

Björk Digital
Crédito: DivulgaçãoA mostra reúne vários videoclipes da cantora islandesa em realidade virtual

A mostra chega à Cidade Maravilhosa com uma novidade: um filtro de Instagram inspirado nas máscaras da artista, criado pelo diretor criativo James Merry (disponível na fanpage da cantora).

A mostra foi idealizada pela própria cantora com ajuda de criadores imersivos famosos e inovadores como James Merry, Andrew Thomas Huang e Jesse Kanda. A proposta é destacar a estreita relação de Björk com a tecnologia, um dos aspectos mais marcantes da trajetória dela.

“Björk Digital” é basicamente dividida em três partes: a primeira delas reúne seis videoclipes em tecnologia imersiva para as canções “Stonemilker”, “Black Lake”, “Mouth Mantra”, “Quicksand”, “Family” e “Notget”. Você confere essas performances por meio da realidade virtual e pode até interagir com avatares digitais da cantora!

A partir de tablets, também é possível experimentar o projeto educativo “Biophilia” na segunda parte da exposição. Este é o primeiro álbum de estúdio em formato de aplicativo no mundo, uma coleção que mescla música, internet e instalações.

Já na terceira parte da mostra, uma sala de cinema exibe vários videoclipes de Björk, que foram dirigidos por feras como Michel Gondry, Chris Cunningham e Nick Knight. Entre os vídeos, estão músicas mais recentes presentes no álbum “Utopia”, como “The Gate”, de Andrew Thomas Hang, e “Tabula Rasa”, de Tobias Gremmler.

Björk
Crédito: DivulgaçãoA mostra foi idealizada pela própria Björk em parceria com gabaritados produtores de conteúdo imersvio

A mostra “Björk Digital” pode ser conferida  no CCBB Rio de Janeiro entre 11 de março a 18 de maio, de quarta a segunda, das 9h às 21h. É preciso retirar ingressos na bilheteria até às 19h.

Na abertura, dia 11 de março, a partir das 18h30, ainda rola um bate-papo com os realizadores da exposição Paul Clay, Chiara Michieletto e Lia Vissotto, que falam sobre as peculiaridades da montagem da exposição e os desafios de produzir algo tão grandioso. Para participar, basta retirar ingressos na bilheteria uma hora antes.

Quer curtir mais exposições iradas? Então, da só uma olhada nestas dicas:

Agência Fática

Em parceria com Agência Fática

A Fática é uma agência de comunicação especializada em produzir conteúdos sobre cultura em suas diferentes linguagens.