CORONAVÍRUS
Tudo o que você precisa saberÚltimas notícias e tudo que você precisa saber

Exposição de gravuras reflete sobre o nazismo e o exílio

'Três Gravuristas e o Exílio no Brasil' reúne 32 obras de Fayga Ostrower, Axl Leskoschek, Lasar Segall no Museu Nacional de Belas Artes

Por: Redação
Até
03
de fevereiro 2019
Terça a sexta: 10h às 18h
Sábados, domingos e feriados: 13h às 18h

Em cartaz no MNBA (Museu Nacional de Belas Artes), a mostra “Três Gravuristas e o Exílio no Brasil: Fayga Ostrower, Axl Leskoschek, Lasar Segall” apresenta 32 obras dos três mestres da gravura que chegaram no país no século 20, fugindo do nazismo.

É uma reflexão sobre a história — que não deve ser esquecida e repetida —, o sofrimento do exílio, mas também o acolhimento e a riqueza que reside no olhar de uma outra cultura. A exposição de gravuras pretende mostrar como a vivência de partida, migração e o exílio marcaram o estilo dos artistas e, como eles, por sua vez, trouxeram novos olhares, novas técnicas e formas de pensar a arte e o processo de criação.

Gravura de Axl Leskoschek
Exposição apresenta obras de artistas que vieram para o Brasil fugindo do nazismoDivulgação
Gravura de Lasar Segall
Visitante pode conferir 32 trabalhos originais dos três mestres da gravura no MNBA (Museu Nacional de Belas Artes)Divulgação
Gravura de Fayga Ostrower
Mostra pretende despertar a reflexão sobre uma temática cada dia mais atualDivulgação

Sobre os artistas

O judeu ucraniano Lasar Segall (1891-1957) chegou ao Brasil já na década de 1920. Voltou para a Europa, mas regressou de vez para São Paulo com o recrudescimento das manifestações antissemitas de extrema direita. Em suas gravuras, o autor do famoso “Navio de Emigrantes” evoca temas judaicos e a sua aldeia nativa, além do cotidiano do país que o acolheu.

Polonesa de origem, Fayga Ostrower (1920-2001) viveu com a família na Alemanha até fugir para a Bélgica e, de lá, para o Brasil, em 1934. Se dedicou durante meio século à arte e passou do figurativo ao abstrato em suas gravuras. Além do seu legado artístico, foi uma pensadora que refletiu sobre arte e estética em vários livros.

Já o austríaco Axl Leskoschek (1889-1975), de orientação política de esquerda, precisou sair da Áustria quando se filiou ao partido comunista. No Brasil, foi professor na Fundação Getúlio Vargas e teve um ateliê famoso na Glória. Formou uma geração de expoentes da gravura, como a própria Fayga. Na exposição de gravuras, o visitante pode ver o seu livro “Miniaturas Brasileiras”.

Painéis, cartas, fotos e filmes completam a mostra, que pode ser vista no MNBA até 3 de fevereiro de 2019: de terça a sexta, das 10h às 18h; e aos sábados, domingos e feriados, das 13h às 18h.

O ingresso é baratinho: R$ 8 e R$ 4 (meia). E a família que for em até quatro membros paga só R$ 8!

1
5 blocos incríveis para curtir o Carnaval de rua no Rio
Carnaval está aí e é chegada a hora da gente decidir quais blocos nós vamos arrasar as nossas fantasias, confetes, …
2
5 blocos incríveis para curtir o carnaval de rua de SP
O Carnaval está aí! É chegada a hora de escolher os blocos para arrasar na passarela das ruas, ostentando fantasias, …
3
BH: Jetiboca tem café incrível a R$ 3, pão de queijo e muito amor
Um dos lugares mais incríveis e inusitados no centro de Belo Horizonte, em Minas Gerais, é o Mercado Novo. Há …
4
3 trilhas no Rio com vistas de tirar o fôlego
Esse vídeo é para os amantes de ecoturismo, ou mesmo para quem quer começar a fazer trilhas e se conectar …
5
Parque da Pedra Branca no RJ: a maior floresta urbana do país
Pega um calçado confortável, passar protetor e repelente e Colaí nessa caminhada pelas trilhas do Parque da Pedra Branca, a …
6
Roteiro zen para fugir do caos de SP
Viver em SP é estar sempre ligadão no 220. Mas é legal dar uma freada no corre corre, né não?Colaí …
7
3 rolés pra curtir no Baixo Tijuca no Rio de Janeiro
A região do Baixo Tijuca tem muito o que oferecer quando o assunto é cerveja gelada!Colaí que eu tenho as …
8
Arena Digital de Curitiba: cinema e planetário no mesmo lugar
Ver as estrelas, mergulhar no fundo do mar, conhecer de pertinho todo o sistema solar. Tudo isso é possível em …