CORONAVÍRUS
Tudo o que você precisa saberÚltimas notícias e tudo que você precisa saber

Exposição relembra o passado e exibe fotos do Rio antigo no Porto

Por: Redação

Para provar que Rio de Janeiro também é capital de arte, a partir de 7 de outubro, nasce na Zona Portuária a Galeria Novocais. Com dois andares e mais de 300m², o espaço inaugura a mostra permanente “Porto Cidade – a memória do lugar”, que apresenta mais de 600 fotografias nostálgicas do Rio antigo nos anos 1800 a 1980. Os ingressos são inteiramente Catraca Livre.

A Galeria permanece aberta de segunda a sexta-feira, das 10h às 17h; e sábados, das 11h às 16h. O local fica pertinho das estações Cordeiro da Graça (sentido Rodoviária) ou Equador (sentido Santos Dumont).

A fim de traçar uma linha do tempo histórica, “Porto Cidade – a memória do lugar” reúne imagens do Porto, Morro da Providência, Morro da Conceição, Santo Cristo, Gamboa, Saúde e Centro. O acervo conta com obras vindas do Instituto Moreira Salles (IMS), Museu da Imagem e do Som (MIS), Jornal O Globo, Jornal do Brasil, Arquivo Geral da Marinha e Biblioteca Nacional.

No mezanino, dois importantes personagens cariocas são homenageados: por meio de três salas interativas, o compositor brasileiro Ernesto Nazareth, autor de “Odeon”, é relembrado por meio de gravações, vídeos e partituras que transiram entre as músicas popular e erudita.

Já a sala Sebastião Pires – Em busca do tempo perdido, apresenta clicks de um fotógrafo pouco conhecido do público, porém mega conhecido no Morro da Providência e Morro do Pinto. Suas fotografias retratam moradores cariocas dos anos 1940 a 1970, seja em datas comemorativas ou no dia a dia de sempre.


O Rio é arte também! 

Compartilhe: