Feira Sabor Nacional realiza edição especial de dois anos

Com espaço dedicado a imigrantes e refugiados, evento no Museu da Casa Brasileira reúne 90 pequenos produtores de comida e objetos ligados à gastronomia

Por: Redação

A Feira Sabor Nacional realiza uma edição especial para comemorar seus dois anos de existência, com mais de 90 expositores e uma praça de alimentação que servirá, entre outras opções, quitutes preparados por imigrantes e refugiados. O evento acontece no Museu da Casa Brasileira, nos dias 9 e 10 de junho (no sábado, das 10h às 20h, e no domingo, das 10h às 19h), e tem entrada Catraca Livre.

Feira Sabor Nacional tem a missão de incentivar empreendedores da economia criativa

Com a proposta de buscar a inovação e a originalidade na gastronomia de acordo com os alimentos mais consumidos em cada estação do ano, o evento reúne pequenos produtores de alimentos, bebidas e acessórios culinários. Agora em junho, terão destaque comidas relacionadas ao inverno, como chocolates, caldos, chás e doces.

A ideia é incentivar empreendedores da economia criativa ao colocá-los em contato direto com o consumidor final.

Alguns dos expositores da sétima edição do evento são A Vó Fazia, Cannelle Design, Casa di Zochio, DBarros Cerâmicas, Deliciss, Doce Revolução, Fazenda Santa Helena, Gin Vitória Regia, La Conservaria, O Chá Lá, P de Pimentas, Poppin Corn, Quituti di Perucci, Senhor Acepipes, Três Ovelhas Queijos, Vestra Panem, Vinícola Giaretta e Yuki Cogumelo.

Esse ano, a praça de alimentação tem os restaurantes Arepas Picattas, Aguzzo, Biyouz Restaurante, Café Campo Místico, Cervejaria Avós, Dois Trópicos, Fôrno, Guará Vermelho, Holy Burguer, Maximo Boschi, Meraki Doces Veganos, Mocotó Aqui, Pão di Queijo da Mineira, Zalaz, Tabuleiro das Meninas, Seu Cannolo, Verdô Sucos, entre outros. Uma das novidades do espaço é uma área chamada Novas Influências, em que participantes da Síria, do Camarões e da Venezuela mostram ao público alguns sabores de seus países que influenciam a gastronomia brasileira.

Oficinas

A startup social Migraflix, que apoia refugiados e imigrantes na construção de sua autonomia econômica e social, ensina como os charutos de uva são feitos na Síria em uma oficina gratuita para adultos. Outra atividade é um workshop de encadernação simples com aplicação de carimbos, ministrada pela KikaPS Papers.

E as crianças de 3 a 10 anos têm a oportunidade de participar do Cores e Aromas, um ateliê de pintura que usa tintas com pigmentos naturais e ervas aromáticas. Os pequenos também participam de uma atividade com a equipe educativa do MCB, que irá explorar o jardim do museu e as várias espécies de plantas que lá existem.

Confira abaixo as oficinas:

  • Sábado – 9 de Junho

– Das 11h00 às 13h00 – Educativo MCB e Guilherme Ranieri – Acervo Vivo: Explorando o quintal do museu

– Das 14h00 às 15h00 – Migraflix – Aprenda a fazer charutos de uva como se faz na Síria

  • Domingo – 10 de junho

– Das 11 às 12H – Cores e Aromas – Oquecabeaqui?
– Das 12h15 às 13h15 – Cores e Aromas – Oquecabeaqui?
Oficina de pintura para crianças de 3 a 10 anos com tintas produzidas a partir de pigmentos naturais e ervas aromáticas.

– Das 14h às 15h – KikaPS Papers
– Das 15h às 16h – KikaPS Papers
Encadernação simples com aplicação de carimbos

Hummm! Confira mais delícias: