Festival Dias Nórdicos leva bandas europeias ao Sesc Av. Paulista

Com preços camaradas, mostra tem shows de grupos vindos da Dinamarca, Groelândia, Finlândia, Ilhas Faroe e Ilhas de Aland

O que você conhece sobre os países nórdicos? Vivencie pouco dessa cultura no Festival Dias Nórdicos, que, em sua quarta edição em SP, promove shows de cinco bandas da Finlândia, Dinamarca, Groelândia, Ilhas Faroe e Ilhas de Aland no Sesc Avenida Paulista, entre os dias 12 e 13 de dezembro. As apresentações acontecem na praça do térreo da unidade, sempre às 20h, com ingressos vendidos por até R$20, a partir do dia 4 aqui.

The Hearing
Crédito: DivulgaçãoCantora The Hearing é um dos destaques do Festival Dias Nórdicos.

Quem sobe ao palco na quarta-feira, dia 12, são a finlandesa The Hearing e o dinamarquês Peter Wangel. O termo “The Hearing” é uma referência ao alter ego da cantora, compositora e performer Ringa Manner, de Helsinki, que segue carreira solo desde 2011 e foi indicada aos prêmios Nordic Music e Teosto Award em 2017. Com influências da música indie, do dream pop melancólico e do eletrônico, ela tem dois discos gravados, “Dorian” (2013) e “Adrian” (2016), e está se preparando para o lançamento do terceiro trabalho, intitulado “Demian”.

Já o jovem cantor Peter Wangel, que vem se destacando em Copenhague, na Dinamarca, tem influência das músicas pop, folk acústica, intimista e eletrônica. Em sua carreira solo, ele já lançou o EP “Eternal History” (2015) e os álbuns “Freedom” (2016) e “Reasons” (2017).

Na quinta-feira, dia 13, as atrações são Hulda (Ilhas Feroe), Da Bartali Crew (Groelândia) e BirdPeople (Ilhas de Aland). Vinda de um arquipélago entre a Escócia e a Islândia, a misteriosa banda Hulda é conhecida em sua terra natal pelos ritmos hipnóticos e obscuro eletrônicos e pelas letras sobre temas relacionados ao mar, à natureza, à dor e ao amor. O grupo lançou seu bem-sucedido disco de estreia “Huldasound” em 2015.

Original de um arquipélago no Mar Báltico, o trio BirdPeople, formado por Amanda Blomqvist, Cecilia Wickström e Jakob Lavonius, apresenta um concerto cheio de projeções de vídeo que contribuem para criar uma atmosfera ao mesmo tempo claustrofóbica, nebulosa e acolhedora. O grupo lançou seu disco de estreia, “BirdPeople”, em 2018.

Banda Da Bartali Crew
Crédito: DivulgaçãoTrio eletônico Da Bartali Crew, da Groelândia, costuma se apresentar com máscaras da cultura inuíte

Criado em 2012, o trio eletrônico Da Bartali Crew mistura sonoridades do electro, house, hip hop e ambiente music. O grupo é formado por Hans-Ole Amossen (voz), Kasper Mathiesen (sintetizadores e guitarra) e Ove Mørch (bateria), que costumam usar em suas apresentações máscaras de Tulipak, criatura mitológica da cultura inuíte.

Em parceria com Agência Fática

A Fática é uma agência de comunicação especializada em produzir conteúdos sobre cultura em suas diferentes linguagens.