Imagem do Topo

Festival GRATUITO une cinema, arte e literatura africana

A ideia é mostrar uma visão multifacetada do continente africano

Por: Redação | Comunicar erro
Até
02
de novembro 2018
Quarta - Quinta - Sexta
Diversos horários

Primeira edição do FESCALA une cinema, arte e literatura africana no Centro Cultural Olido (Avenida São João, 473 – República) e na Biblioteca Mário de Andrade, no Centro de São Paulo. Organizado pelo Projeto Raízes, o evento GRATUITO acontece entre os dias 31 de outubro e 2 de novembro.

Três mulheres com trajes típicos africanos abraçadas
Crédito: Dazzle Jam - PexelsFestival busca uma visão mais multifacetada ddo continente africano

Para mostrar uma visão multifacetada do continente africano, o curador Jorge Maia selecionou nove longas  de diferentes gêneros e estilos. São retratos de um local complexo, cheio de riquezas, contradições, mudanças e permanências. Entre as atividades paralelas, um dos destaques acontece no dia 1º de novembro, às 16h, quando os cineastas Olawore S. Sunshine (Nigéria) e Francisco Keth (Angola) participam da roda de conversa Cinema Africano – Contexto Atual no Continente.

Na área de artes plásticas, o curador Isidro Sanene organizou a exposição coletiva de arte contemporânea africana. Oito pintores foram escolhidos para fazer um panorama das artes na África atualmente. A abertura acontece no dia 1º, às 19h, no Coletivo Digital (Rua Luis Murat, 298 – Pinheiros). Na ocasião, está previsto um debate entre eles.

Já na área de literatura, o curador Issaka Maïnassara Bano planejou atividades para mostrar a grandiosidade da produção local, com obras que abordam educação, política, religião, filosofia, economia e direito. Os temas escolhidos para reflexão são oralidade, educação, política e a importância da escrita africana no mundo globalizado.

Acompanhe a programação no evento do Facebook.