Festa Calefação Tropicaos comemora 8 anos na Casa das Caldeiras

Festival Internacional de Mulheres no Cinema exibe 28 filmes

Vergel - Kris Niklison
Até
11
de julho 2018
Domingo - Segunda - Terça - Quarta - Quinta - Sexta - Sábado
Horários diversos

Cidade

De 4 a 11 de julho, feminismo, resistência e arte se misturam nos telões do CineSesc e Espaço Itaú de Cinema Augusta durante a 1ª edição do Festival Internacional de Mulheres no Cinema. A fim de reforçar o protagonismo feminino na cena audiovisual, seja na frente ou atrás das câmeras, a mostra exibe 28  longas-metragens, entre eles “Xica da Silva”, uma homenagem à Zezé Motta.

Os ingressos para todas as sessões custam no máximo R$ 20, com direito a meia-entrada.

Filme "Jovem Mulher" - Leónor Serraille
Crédito: Reprodução“Jovem Mulher” – Leónor Serraille

A fim de propor a equidade de gênero na indústria cinematográfica brasileira e mundial e valorizar narrativas construídas por mulheres, o festival se divide em quatro vertentes: Mostra Competitiva Nacional, Mostra Competitiva Internacional, Mostras Especiais e Sessões Especiais.

Dentre os títulos apresentados, estão “Que língua você fala?”, da artista visual Elisa Bracher, e “Paraíso Perdido”, de Monique Gardenberg.

Confira a programação completa abaixo:

Filme "Vergel" - Kris Niklison
Crédito: Reprodução“Vergel” – Kris Niklison
  • Quarta-feira | 4 de julho

CineSesc
20h30 | “Que Língua Você Fala?” – Elisa Bracher

  • Quinta-feira | 5 de julho

Espaço Itaú de Cinema
16h | “Esplendor” – Naomi Kawase
18h |”Mataram Nossos Filhos” – Susanna Lira
20h | “Xica Da Silva” – Carlos Diegues

CineSesc 
15h | “Um Casamento” – Mônica Simões
17h | “Meu Corpo, Minha Vida” – Helena Solberg
19h | “Desarquivando Alice Gonzaga” – Betse De Paula
21h | “Jovem Mulher” – Leónor Serraille

  • Sexta-feira | 6 de julho

Espaço Itaú de Cinema
18h | “Desarquivando Alice Gonzaga” – Betse De Paula
20h | “Era o Hotel Cambridge” – Eliane Caffé
22h | “Meu Corpo, Minha Vida” – Helena Solberg

CineSesc
17h | “Meu Corpo É Político” – Alice Riff
19h | “O Chalé é Uma Ilha Batida de Vento e Chuva” – Letícia Simões
21h | “Diário da Minha Cabeça” – Ursula Meier
23h | “Amor Maldito” – Adélia Sampaio

  • Sábado | 7 de julho

Espaço Itaú de Cinema
14h | “Jovem Mulher” – Leónor Serraille
16h | “Colo” – Teresa Villaverde
18h | “O Chalé é Uma Ilha Batida de Vento e Chuva” – Letícia Simões
20h | “Pastor Cláudio” – Beth Formaggini
22h | “Chega de Fiu Fiu” – Amanda Kamanchek e Fernanda Frazão

CineSesc
14h | “Exilados do Vulcão” – Paula Gaitán
17h | “Lampião da Esquina” – Lívia Perez
19h | “Slam – Voz de Levante” – Tatiana Lohmann e Roberta Estrela D’alva
21h30 | “Vergel” – Kris Niklison

  • Domingo | 8 de julho

Espaço Itaú de Cinema
14h | “Diário da Minha Cabeça” – Ursula Meier
16h | “Vergel” – Kris Niklison
18h | “Como é Cruel Viver Assim” – Julia Rezende
20h | “Então Morri” – Bia Lessa e Dany Roland
22h | “Slam – Voz de Levante” – Tatiana Lohmann e Roberta Estrela D’alva

CineSesc
14h | “Praça Paris” – Lucia Murat
17h | “A Moça do Calendário” – Helena Ignez
19h | “O Desmonte do Monte” – Sinai Sganzerla
21h | “Colo” – Teresa Villaverde

  • Segunda-feira | 9 de julho

Espaço Itaú de Cinema
16h | “Tesoros” – María Novaro
18h | “O Desmonte do Monte” – Sinai Sganzerla
20h | “Lampião da Esquina” – Lívia Perez
22h | “Praça Paris” – Lucia Murat

CineSesc
15h | “Mataram Nossos Filhos”
17h | “Era o Hotel Cambridge” – Eliane Caffé
19h | “Baronesa” – Juliana Antunes
21h | “Esplendor” – Naomi Kawase

  • Terça-feira | 10 de julho

Espaço Itaú de Cinema
16h | “Amor Maldito” – Adélia Sampaio
18h | “Baronesa” – Juliana Antunes
20h | “A Moça do Calendário” – Helena Ignez
22h | “Meu Corpo É Político” – Alice Riff

CineSesc
15h | “Pastor Claudio” – Beth Formaggini
17h | “Então Morri” – Bia Lessa e Dany Roland
19h | “Como É Cruel Viver Assim” – Julia Rezende
21h30 | “Tesoros” – María Novaro

  • Quarta-feira | 11 de julho

Espaço Itaú de Cinema
18h | “Exilados no Vulcão” – Paula Gaitán
22h | “Um Casamento” – Mônica Simões

CineSesc
17h | “Chega de Fiu Fiu” – Amanda Kamanchek e Fernanda Frazão
20h30 | “Paraíso Perdido” – Monique Gardenberg

Filme "Colo" - Teresa Villaverde
“Colo” – Teresa Villaverde

O mercado audiovisual é um dos que mais cresce no Brasil, cerca de 9% ao ano, movimentando quase R$ 25 bilhões, segundo a Agência Nacional do Cinema. Contudo, a presença feminina no segmento ainda é mínima. Entre todos os filmes brasileiros registrados na Ancine entre 2009 a 2016 e lançados comercialmente em salas de exibição, menos de 17% foram dirigidos por mulheres.

O Festival Internacional de Mulheres no Cinema  tem curadoria de Beth Sá Freire, Juliana Vicente e Andrea Cals.

  • Endereços:

CineSesc – R. Augusta, 2075 – Cerqueira César

Espaço Itaú de Cinema – Rua Augusta, 1475 – Cerqueira César

3 escritoras poderosas e seus lugares preferidos de São Paulo

Compartilhe:

Autor: Por: Redação