Últimas notícias:

Loading...

Centro Cultural Olido inaugura a Galeria do DJ ‘Sonia Abreu’

Coordenado por Claudia Assef, o espaço cultural contou com a colaboração de mais de 100 DJs da cena paulistana! Saiba tudo:

Por: Redação
Ouça este conteúdo

Terça - Quarta - Quinta - Sexta - Sábado - Domingo

A partir de 18/05 o espaço abre para o público com visitas agendadas online (capacidade de até 10 pessoas por hora)

Grátis

Você sabe qual o trabalho do DJ? Desde meados dos anos 1970, os disc-jóqueis são responsáveis por levar música aos ouvidos do público, sejam em festões, projetos sociais ou até para os amigos em casa – tudo isso acompanhado por altas doses de pesquisa, treino, estudo, dedicação e muito amor!

Com vontade de disseminar todas as minuciosidades do mundo da discotecagem, o Centro Cultural Galeria Olido será transformado na Galeria do DJ “Sonia Abreu”, resultando na união de música, dança, festa e economia criativa, tudo em um só lugar!

Galeria Olido
Crédito: Google Street ViewO Centro Cultural fica em plena Avenida São João, bairro da República

A partir de 18 de maio de 2021, o espaço abre para o público com visitas agendadas online e capacidade de até 10 pessoas por hora, respeitando todos os protocolos de segurança e distanciamento social. As inscrições são gratuitas e o link será divulgado em breve nas redes sociais do espaço.

Na coordenação do projeto, está nomeada a incrível Claudia Assef: jornalista, DJ, pesquisadora, produtora e autora do clássico livro “Todo DJ Já Sambou” (2003), que vendeu mais de 25 mil cópias. Clique aqui e conheça o blog da artista.

A Galeria do DJ nasceu da vontade de consolidar o Centro Cultural Olido como um local conectado com a cena cultural do centro de São Paulo, uma referência das festas de música urbana comandadas pelos DJs.

“Vamos criar um centro de referência da cultura do DJ, da noite e novas mídias”, conta Claudia Assef.

A escolha de homenagear Sonia Abreu (1951-2019) para dar nome ao espaço se deu por conta de seu pioneirismo na cena de discotecagem nacional.

“Sonia foi a primeira a realizar muitas coisas: foi uma das primeiras mulheres a trabalharem como sonoplasta no rádio, a primeira DJ mulher a atuar numa discoteca, nos anos 70, a primeira a sair com uma rádio ambulante pelas ruas de São Paulo”, afirma Claudia Assef.

Galeria do DJ - Centro Cultural Olido
Crédito: DivulgaçãoSônia Maria Saraiva Santos Abreu, conhecida como Sônia Abreu, foi a primeira mulher DJ do Brasil!

O Centro Cultural Galeria Olido 

Instalado em pleno centro de SP, o luxuoso cinema do século XXI funciona como um centro cultural desde 2004. Além da sala de exibições com capacidade para mais de 200 pessoas, a Olido conta com duas salas de espetáculo, dois andares expositivos, um ponto de leitura e o Centro de Memória do Circo.

Conheça mais um espaço incrível do CC Olido: