Holocausto é tema de exposição no Museu do Amanhã

Por: Redação | Comunicar erro

Museu do Amanhã inaugura uma exposição sobre um dos capítulos mais sombrios da história da humanidade. “Holocausto – Trevas e Luz” traz uma reflexão sobre a convivência humana e o respeito às diferenças, tomando por base a perseguição e morte de cerca de 6 milhões de pessoas, a maioria judia, pelo comando do nazista Adolf Hitler.

A mostra fica em cartaz de 26 de julho até 15 outubro, com visitação de terça a domingo, das 10h às 18h. A entrada pode ser feita até às 17h e os ingressos custam até R$ 20. Às terças, a entrada é Catraca Livre.

Mostra sobre o Holocausto chega ao Museu do Amanhã

“Holocausto – Trevas e Luz” reúne peças de época, imagens, cenários e mensagens e está dividida em três módulos. No primeiro, o visitante é convidado a refletir sobre a tragédia, por meio de uma cenografia temática, reproduzindo desde uma típica câmara de gás dos campos de concentração, a fotos de época marcantes e frases de impacto.

O segundo módulo homenageia os ‘Justos entre as nações’, nome dado àqueles que correram riscos para salvar judeus perseguidos durante a Segunda Guerra Mundial. Por fim, com a exibição de trabalhos e redações feitos por alunos de escolas públicas sobre o tema, o Museu do Amanhã estimula a reflexão sobre a importância de se lembrar e revisitar o Holocausto, para evitar que se repita.

Fotos, imagens e cenografias retratam uma das maiores tragédias da humanidade em mostra no Museu do Amanhã.
Fotos, imagens e cenografias retratam uma das maiores tragédias da humanidade em mostra no Museu do Amanhã.
Fotos, imagens e cenografias retratam uma das maiores tragédias da humanidade em mostra no Museu do Amanhã.
Fotos, imagens e cenografias retratam uma das maiores tragédias da humanidade em mostra no Museu do Amanhã.
Fotos, imagens e cenografias retratam uma das maiores tragédias da humanidade em mostra no Museu do Amanhã.
Fotos, imagens e cenografias retratam uma das maiores tragédias da humanidade em mostra no Museu do Amanhã.
Fotos, imagens e cenografias retratam uma das maiores tragédias da humanidade em mostra no Museu do Amanhã.
Fotos, imagens e cenografias retratam uma das maiores tragédias da humanidade em mostra no Museu do Amanhã.

Entre os destaques da mostra está um uniforme utilizado em um campo de concentração, cedido pelo Museu Judaico do Rio de Janeiro. A peça pertenceu a Hercz Rosenberg, que veio para o Brasil após a Segunda Guerra. Estão expostas ainda obras de arte produzidas pela premiada artista plástica Fayga Ostrower, radicada no Rio de Janeiro, e trechos de depoimentos de sobreviventes do Holocausto coletados pela Fundação Shoah, criada pelo cineasta Steven Spielberg.

Compartilhe: