Ricardo Brennand: passagem obrigatória para quem vai ao Recife

O complexo cultural figura na lista de melhores museus do país da TripAdvisor

Por: Publi
TERçA QUARTA QUINTA SEXTA SáBADO DOMINGO
Das 13h às 17h

Um espaço cultural que reúne um castelo, uma pinacoteca, biblioteca, galeria de arte, jardim de esculturas e, ainda por cima, é cercado por uma reserva de mata atlântica preservada! Com uma das mais modernas instalações do Brasil, este é o Instituto Ricardo Brennand.

fachada do castelo do instituto ricardo brennand
Crédito: DivulgaçãoComplexo cultural figura em quarto lugar na lista do site TripAdvisor como o melhor museu do Brasil!

Localizado no Recife, nas terras do antigo engenho São João, no bairro da Várzea, e considerado um dos melhores museus do país, segundo o site TripAdvisor (2018), o local foi inaugurado em 2002 por Ricardo Coimbra de Almeida BrennandFacinho de chegar, é só chamar seu 99!

O complexo fica aberto de terça a domingo, das 13h às 17h. Os ingressos custam até R$ 33 e você pode comprá-los pelo site do instituto.

Acervo do Instituto Ricardo Brennand

O acervo permanente do Instituto Ricardo Brennand possui objetos histórico-artísticos com forte ênfase na documentação histórica e iconográfica relacionada ao período colonial e ao Brasil Holandês.

museu de armas do instituto ricardo brennand
Crédito: DivulgaçãoGrande parte do acervo do instituto é oriunda da coleção particular de Ricardo Brennand

Um dos destaques desse acervo é a maior coleção do mundo de pinturas de Frans Post, o primeiro pintor da paisagem brasileira e o primeiro paisagista das Américas.

O instituto também abriga um dos maiores acervos de armas brancas do mundo, com mais de 3 mil peças!

Grande parte vem da coleção particular de Brennand, que descobriu sua vocação de colecionador após ganhar um canivete do seu pai, quando era criança.

museu de armas do instituto ricardo brennand
Crédito: DivulgaçãoHoje a maior parte da coleção de armas brancas do instituto vem da Europa e da Ásia, e foram produzidas entre os séculos 14 e 21

Outros destaques ficam para o conjunto de Armaduras Maximiliana de Campo para cavalo e cavaleiro, datada por volta de 1515; a espada pistola alemã de 1590; as espadas que pertenceram ao Rei Faruk do Egito; o conjunto de Fuzis pertencentes a Dom Pedro I e Dom Pedro II; e as pinturas de Blaise-Alexandre Desgoffe e William Adolph Buguereau.

A biblioteca do Instituto também merece atenção especial. Ela possui mais de 60 mil volumes – muitos deles raros -, datados do século 16 em diante.

livro antigo
Crédito: DivulgaçãoDentre suas preciosidades bibliográficas, a biblioteca do Instituto Ricardo Brennand possui duas obras aquareladas: o Rerum per Octennium in Brasiliae, de Gaspar Van Baerle e Historia Naturalis Brasiliae, de Willem Piso e George Marcgrave

Complexo arquitetônico

Além do acervo histórico, que por si só já valeria o título de Melhor Museu do Brasil (TripAdvisor-2017), o Instituto Ricardo Brennand também é famoso por seu complexo arquitetônico.

Seus três prédios abertos a visitação pública – Museu Castelo São João, Pinacoteca e Galeria de Exposições Temporárias e Eventos – são de cair o queixo! Confira:

Museu Castelo São João

Conhecido por uma das mais importantes coleções particulares do mundo, o Museu de Armas Castelo São João foi criado por Ricardo Brennand para abrigar sua coleção de armas brancas, armaduras e obras de arte das mais diferentes procedências e época.

fachada do Museu de Armas Castelo São João
Crédito: DivulgaçãoNo Castelo, os visitantes encontram mais de 3 mil peças entre facas, espadas, adagas, canivetes, estiletes e armaduras o visitante também encontrará pinturas orientalistas e uma grande variedade de arte decorativa

Passear por seus corredores e salas é mergulhar na alma do colecionador, além de ser um verdadeiro convite a viajar no tempo e conhecer diversas referências medievais.

Além das mais de 3 mil facas, espadas, adagas, canivetes, estiletes e armaduras, lindos vitrais e mobiliários góticos se misturam com esculturas clássicas, candelabros, tapetes e pinturas, integrando o complexo cultural do instituto.

Pinacoteca

O Instituto Ricardo Brennand tem uma das mais modernas pinacotecas do Brasil, com equipamentos de alta tecnologia para preservação, com controle de umidade, temperatura, luminosidade e segurança.

pinacoteca do instituto ricardo brennand
Crédito: DivulgaçãoO Instituto Ricardo Brennand coloca Pernambuco no roteiro das grandes exposições Nacionais e Internacionais

Inaugurada em setembro de 2002 com a exposição “Albert Eckhout Volta ao Brasil (1644 – 2002)”, atualmente a Pinacoteca apresenta as exposições do acervo, de longa duração: “Frans Post e o Brasil Holandês”, “O Oitocentos Brasileiro”, “Coleção Janete Costa e Acácio Gil Borsoi” e “O Julgamento de Nicolas Fouquet”.

Além do salão expositivo, o espaço conta com foyer, auditório com capacidade para 100 pessoas, reserva técnica, loja, cafeteria e uma biblioteca.

Galeria de Exposições

A Galeria foi inaugurada em 2011 para integrar o conjunto arquitetônico do Instituto Ricardo Brennand.

estátuas em exposição na galeria
Crédito: DivulgaçãoEntre uma exposiçõe e outra, a galeria apresenta um panorama de artistas pernambucanos como Francisco Brennand, Tereza Costa Rêgo, José Cláudio, Ismael Caldas, Reynaldo Fonseca e Aloísio Magalhães

Além de receber exposições temporárias e eventos particulares, ela guarda no seu interior, esculturas em mármore representando as quatro estações e uma réplica de “O Pensador”, obra de Auguste Rodin, fundida em bronze patinado.

Além desses três espaços, que estão abertos a visitação pública, existe também a Capela Nossa Senhora das Graças, conjunto arquitetônico do Instituto Ricardo Brennand.

Localizada onde era a antiga Usina São João da Várzea, a igreja possui estilo gótico e seu projeto arquitetônico é assinado por Augusto Reinaldo Alves Filho.

Capela de Nossa Senhora das Graças no recife
Crédito: DivulgaçãoAs missas são realizada na capela Nossa Senhora das Graças, sempre no
primeiro e terceiro domingo de cada mês, das 12h às 13h

Pra fechar com chave de ouro, todos esses espaços estão circundados por um belo jardim de esculturas em uma vasta área verde cercada por uma reserva de mata atlântica preservada.

É ou não é incrível? 

Quer mais dicas legais para curtir os melhores passeios? Seus problemas acabaram: fica de olho aqui na Catraca Livre, que a gente tem roteiros incríveis para você colar com o seu 99, que garante a dupla imbatível preço e qualidade!

1
BH: Jetiboca tem café incrível a R$ 3, pão de queijo e muito amor
Um dos lugares mais incríveis e inusitados no centro de Belo Horizonte, em Minas Gerais, é o Mercado Novo. Há …
2
3 trilhas no Rio com vistas de tirar o fôlego
Esse vídeo é para os amantes de ecoturismo, ou mesmo para quem quer começar a fazer trilhas e se conectar …
3
Parque da Pedra Branca no RJ: a maior floresta urbana do país
Pega um calçado confortável, passar protetor e repelente e Colaí nessa caminhada pelas trilhas do Parque da Pedra Branca, a …
4
Roteiro zen para fugir do caos de SP
Viver em SP é estar sempre ligadão no 220. Mas é legal dar uma freada no corre corre, né não? Colaí …
5
3 rolés pra curtir no Baixo Tijuca no Rio de Janeiro
A região do Baixo Tijuca tem muito o que oferecer quando o assunto é cerveja gelada! Colaí que eu tenho as …
6
Arena Digital de Curitiba: cinema e planetário no mesmo lugar
Ver as estrelas, mergulhar no fundo do mar, conhecer de pertinho todo o sistema solar. Tudo isso é possível em …
7
Uma voltinha no Mercado Público de Porto Alegre
Mais do que um ponto turístico, o Mercado Público de Porto Alegre concentra consumo, crença, cultura e tradição no centro …
8
3 jóias gastronômicas antigas de São Paulo
Afinal, panela velha é a que faz comida boa? Se depender da Casa Mathilde, da Padaria Santa Tereza e do …