Instrumental Sesc Brasil leva shows gratuitos ao Sesc Consolação

Alexandre Silvério Quinteto mostra que dá para tocar jazz com fagote no dia 16 de julho
Até
30
de julho 2018
às 19h, com distribuição de ingressos uma hora antes das apresentações

Sesc Consolação

R. Dr. Vila Nova, 245 - Vila Buarque, São Paulo - SP, Brasil

site: www.sescsp.org.br

telefone: (11) 3234-3000

facebook: www.facebook.com

Unidade do SESC

Publicidade

Grupo La Cumbia Negra, fagotista Alexandre Silvério, violonista Fabienne Magnant e Ozorio Trio são as atrações de julho do projeto

Cúmbia, caribó, guitarrada, jazz e violão clássico fazem parte do cardápio musical do projeto Instrumental Sesc Brasil em julho. A atual edição tem shows de La Cumbia Negra, Alexandre Silvério Quinteto, Fabienne Magnant e Ozorio Trio no teatro do Sesc Consolação, às segundas, dias 9, 16, 23 e 30, sempre às 19h. A entrada é grátis.

La Cumbia Negra se apresenta no dia 9 de julho
Crédito: Caio Amaral Falcão - divulgaçãoLa Cumbia Negra se apresenta no dia 9 de julho
Alexandre Silvério Quinteto mostra que dá para tocar jazz com fagote no dia 16 de julho
Crédito: Patricia Nagano LopesAlexandre Silvério Quinteto mostra que dá para tocar jazz com fagote no dia 16 de julho
Francesa Fabianne Magnant toca viola caipira, violão clássico e guitarra espanhola no dia 23 de julho
Crédito: Charlotte BrunetFrancesa Fabianne Magnant toca viola caipira, violão clássico e guitarra espanhola no dia 23 de julho
Ozorio Trio toca música capiira e folclórica no dia 30 de julho
Crédito: reprodução - Facebook (@ozoriotrio)Ozorio Trio toca música capiira e folclórica no dia 30 de julho

Com influência do rock, ritmos da região norte do país e da cúmbia, uma sonoridade colombiana, a banda La Cumbia Negra comanda uma guitarrada dançante em clima tropical no dia 9 de julho. O repertório da apresentação conta com as canções autorais “Avanti”, “Cumbiró”, “ Miami Drive”, “Bomba”, “Marta” e “Balboa”.

O grupo é formado por Gabriel Guedes (guitarra), Thiago Guerra (bateria), Paulo Kishimoto (percussão e teclado), Igor Caracas (percussão), Klaus Sena (baixo) e Guilherme Almeida (percussão e teclado).

No segundo show do projeto, no dia 16, o fagotista Alexandre Silvério, integrante da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo (OSESP), mostra que esse instrumento clássico também pode ser usado para tocar jazz, com influência de outras sonoridades como choro, bossa nova, samba e tango.

Acompanhado por Igor Pimenta (contrabaixo), Daniel Grajew (piano e acordeon), Edu Nali (bateria) e Alexandre Ribeiro (clarinete e clarone), Silvério interpreta canções como “Prélude à la-près-midi d’un Faune”, de Claude Debussy; “Impressions”, de John Coltrane; “Gauche”, de Daniel Grajew; e “Donna Lee”, de Miles Davis; além das autorais “Mr. Bassoon”, “Gordus Power”, “Ballade für Klaus” e “Meu Fagote Chorou”.

Com participação especial de Ricardo Vignini, o concerto da instrumentista francesa Fabienne Magnant é a atração do dia 23 de julho. Ela apresenta uma mistura de ritmos nordestinos brasileiros, música erudita europeia e a mourisca espanhola, representados respectivamente pela viola caipira, pelo violão clássico e pela guitarra flamenca.

O repertório traz os clássicos “Asa Branca”, de Luiz Gonzaga e Humberto Teixeira, e “Berimbau”, de Vinicius de Moraes e Badan Powell, e as autorais “Court Instant”, “Fragrancia de Recife”, “Sanza”, “ Temps Mort” e “Almas no Caminho”.

Na última segunda-feira, dia 30, o conjunto acústico Ozorio Trio toca música caipira e seus desdobramentos. Embora tenha o nome de trio, o grupo é formado por Ladislau Kardos (bateria), Renato Cortez (baixo acústico), Adriana Bustorff Cortez (gaita, violão e casiotone), Luiz Miranda (banjo e violão de 12 cordas), Marcelo Ozorio (violão aço), Alice Bevilaqua (violino), Mica Marcondes (violino), Elisa Monteiro (viola) e Vana Bock (violoncelo).

O set list do show tem as músicas “Eguinha Quarto de Milha”, “Goiabinha”, “La Dolce Marcela”, “Trote Mantra”, “Swingig”, “À Beira da Caatinga”, “Locomotiva”, “Solo”, “Allez! Allez!”, “Sem fim”, “Dad” e “Big Town”.

Publicidade

Compartilhe:

Autor: Por: Redação
Publicidade

Museu de Anatomia Humana da USP exibe peças que ensina como o seu corpo funciona

Cereja Flor: O lugar das taças de sorvetes gigantes em São Paulo

Fondue taiwanês é a próxima delícia que você tem de provar

Médica tira dúvidas sobre anticoncepcional

Refugiados se tornaram microempreendedores em um lava-rápido em São Paulo

Publicidade