Imagem do Topo

Japan House recebe mostra que enaltece tradição Ikebana

Repleta de simbolismos, a arte Ikebana tem como ponto principal o céu, a terra e a humanidade

Por: Redação | Comunicar erro
Até
04
de agosto 2019
Terça - Quarta - Quinta - Sexta - Sábado - Domingo
Terça-feira a Sábado, das 10h às 20h
Domingo, das 10h às 18h

Cultivando o simbolismo e a tradição da Ikebana, o térreo da Japan House ganha novas cores e formas com a chegada da exposição “DŌ – A Caminho da Serenidade“.

arranjo ikebana na japan house
Crédito: Alisson LoubackTrazida ao Brasil pelos imigrantes japoneses, a arte da Ikebana está diretamente ligada a outras
tradições englobadas pela filosofia DŌ, como Chado (Chá), Kodo (Incenso) e Budô (artes marciais)

Realizada em parceria com a Associação de Ikebana do Brasil, a mostra apresenta trabalhos especiais dessa arte da vivificação floral por meio de arranjos.

Além disso, a exposição deixa para a posterioridade uma instalação permanente e conta com programação paralela que retratam e desvendam detalhes desta filosofia, também conhecida como Kado, ou caminho das flores, em tradução literal.

SEBASTIÃO SALGADO GANHA EXPOSIÇÃO GRATUITA NO SESC PAULISTA

Trazida ao Brasil pelos imigrantes japoneses, a arte da Ikebana está diretamente ligada a outras tradições japonesas, englobadas pela filosofia DŌ, como Chado (Chá), Kodo (Incenso) e Budô (artes marciais), entre outras.

exposição ikebana na japan house
Crédito: Alisson LoubackCom curadoria de Erisson Thompson de Lima
Junior, Presidente da Associação de Ikebana do Brasil, a exposição busca disseminar a prática
cotidiana desta arte

É comum ouvir no Japão, que o ato de deixar uma flor na vertical ao montar um arranjo, remonta à antiga crença de que os deuses descem à Terra por intermédio desta flor, que está de pé.

Repleta de simbolismos que tem como ponto principal o céu, a terra e a humanidade, sua composição harmônica reúne, em um só arranjo, ritmo, cor e linearidade.

A exposição na Japan House busca disseminar a prática cotidiana desta arte, apresentando semanalmente ao público dez novos e diferentes arranjos de Ikebana, sempre respeitando o ciclo de sazonalidade da natureza.

No total são 50 arranjos, que serão trocados semanalmente pelas escolas associadas à Associação de Ikebana do Brasil, além de uma instalação permanente assinada pelo curador.

Para se profundar na filosofia, foi preparada uma programação especial que inclui demonstrações práticas desta arte japonesa: às terças-feiras, dias 23 e 30 de juhlo, às 11h.

MAURÍCIO DE SOUSA GANHA EXPOSIÇÃO EM SUA HOMENAGEM

ikebana na japan house
Crédito: Alisson LoubackPara despertar a sensibilidade infantil frente à esta arte, foram programados também workshops
especiais onde as crianças terão aulas sobre o que é Ikebana com a professora Kazue Takada

E todas as quartas, quintas e sextas-feiras (às 16h e 18h), uma série de conversas com especialistas sobre o tema, complementa o conteúdo.

Para despertar a sensibilidade infantil frente à esta arte, foram programados workshops especiais para este público. As crianças têm aulas sobre o que é Ikebana com a professora Kazue Takada e, juntos com ela, desenvolvem um arranjo com flores em garrafa pet.

As aulas acontecem nos dias 20 e 31 de julho de 2019, às 14h e às 16h30. São 20 vagas por sessão e os ingressos são distribuídos uma hora antes do evento na recepção do centro cultural.

A exposição “DŌ – A Caminho da Serenidade”, em si, fica aberta para visitação até 4 de agosto e tem entrada gratuita.

As visitas podem ser feitas de terça a sábado, das 10h às 20h; e domingos, das 10h às 18h.

Tá sabendo dessa novidade?

O Museu da Imagem e do Som, nosso querido MIS, vai ganhar um novo espaço, que vai abrir suas portas com exposição sobre Leonardo Da Vinci! :O