Dança, música e arte se unem em espetáculo no Instituto Tomie Ohtake

Com entrada gratuita, "Jardim Oriental dos Primeiros Desejos" é assinado pelo coreógrafo Ismael Ivo e pelo músico Rodolfo Stroeter

Por: Redação

Como parte das atividades desenvolvidas em torno da exposição Murakami por Murakami, em cartaz no Instituto Tomie Ohtake, o coreógrafo Ismael Ivo e o músico e compositor Rodolfo Stroeter foram convidados a apresentar o espetáculo “Jardim Oriental dos Primeiros Desejos”, com entrada gratuita para o público.

A intervenção artística assinada pela dupla parte das tensões entre oriente e ocidente, da dualidade cultural entre a tradição e o contemporâneo na cultura japonesa.

Ismael Ivo e Rodolfo Stroeter construíram o roteiro e a temática particular de cada cena. Desde Buda, passando pelo erotismo oriental e pela inspiração sugerida por Ismael de Akira Kurosawa e seu filme “Dodeskaden”.

Também estão presentes no espetáculo referências como Mangás, dos personagens infantis criados pela indústria japonesa, dos Samurais, da Cerimônia do Chá, e da Gueixa que se transforma em dragão, seguida de um cenário que evoca Lennon e Ono.

Crédito: Gal OppidoO coreógrafo Ismael Ivo e o músico e compositor Rodolfo Stroeter

A concepção musical de “Jardim Oriental dos Primeiros Desejos”, criada intuitivamente por Stroeter, ganha vida por meio dos sons preparados por Lelo Nazario, contrastados pela pesquisa dos instrumentos e sonoridades da tradição do oriente.

Compondo ainda a musicalidade do espetáculo, o jovem músico Noa Stroeter se uniu a Rodolfo e Lelo para desenvolver a peça de sons eletrônicos, piano (Lelo), dois contrabaixos (Rodolfo e Noa), e as colaborações das vozes de Marlui Miranda e Lenna Bahule e das flautas de Teco Cardoso.

Já Ismael Ivo, atual diretor do Balé da Cidade de São Paulo, trabalhou a espacialidade cênica com a contribuição do coletivo OS TUPYS (Zé Carratu, Ciro Cozzolino e Carlos Delfino).

Os figurinos são assinados por Angélica Chaves e o espetáculo ainda conta com a participação especial da artista plástica Catarina Gushiken, que trabalha com Caligrafias Imaginadas inspiradas no Sho, a caligrafia artística japonesa.

O Instituto Tomie Ohtake tem incluído em sua programação apresentações musicais e de dança que dialogam com suas principais mostras em cartaz.

“Jardim Oriental dos Primeiros Desejos” é resultado da segunda parceria de Ismael Ivo e Rodolfo Stroeter que, em 2018, compuseram uma peça em referência à exposição Histórias Afro-Atlânticas.

O espetáculo pode ser visto nos dias 12 e 14 de dezembro, às 19h30. A entrada é gratuita, mediante retirada de senha.

Quer curtir mais a cidade? Olha só essas dicas: