Karol Conka e outras feras fazem tributo a Cazuza no Villa-Lobos

Show gratuito no parque é uma das atividades do Prêmio Trip Transformadores, que ainda tem DJs, cinema ao ar livre e aulão de ioga

Por: Redação

“Exagerado / jogado aos teus pés / Eu sou mesmo exagerado / Adoro um amor inventado”. Esse e outros sucessos de Cazuza (1958-1990) ganham novíssimas versões nas vozes de grandes artistas da música brasileira em um tributo ao saudoso cantor carioca no Parque Villa-Lobos. O show, que faz parte do Prêmio Trip Transformadores, acontece no sábado, dia 25, das 13h às 17h30, no anfiteatro, com entrada gratuita.

No espetáculo, um time poderoso formado por Karol Conka, Otto, Karina Buhr, Leo Jaime, Supla, Paulo Ricardo, Guizado, Mahmundi e Sergio Guizé relembra os grandes sucessos que marcaram a carreira de Cazuza, como “O Tempo Não Para”, “Codinome Beija-Flor”, “Exagerado”, “Brasil”, “Maior Abandonado” e “O Nosso Amor a Gente Inventa”.

Esse dia especial ainda tem outras atividades no parque, como aula aberta de ioga com Aline Fernandes, cinema ao ar livre e discotecagem de DJs.

Com 12 anos de existência, o Prêmio Trip Transformadores foi criado para valorizar pessoas e entidades que trabalham sério para mudar o que não está dando certo no mundo. A proposta do evento no Parque Villa-Lobos é anunciar os dez homenageados da edição 2018 da premiação.

Entre eles está dona Lucinha Araújo, a mãe de Cazuza, que, depois da morte do filho, em 1990, se juntou ao marido, amigos e médicos para fundar a Sociedade Viva Cazuza. A instituição sem fins lucrativos ampara crianças, jovens e adultos com HIV.

A programação completa será divulgada em breve no evento do Prêmio Trip Transformadores no Facebook.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.