CORONAVÍRUS
Loading...
Últimas notícias e tudo que você precisa saberAtualizando informações
Infectados-
Mortes-
Recuperados-

Milton Nascimento, Liniker e Xenia França se unem em live inédita

O trio canta sucessos que marcaram cerca de 60 anos de carreira do Bituca. É muito amor!

Por: Redação

31 de julho de 2020

20h30

Se você ama as emocionantes canções de Milton Nascimento, nosso eterno Bituca, não pode perder um encontro MARA entre ele e as cantoras Liniker e Xenia França, duas das mais talentosas vozes da nova geração da MPB.

Essa live imperdível acontece na sexta-feira, dia 31 de julho, às 20h30, e é transmitida pelo canal da Mastercard no YouTube.

live Liniker, Milton Nascimento e Xenia França
Crédito: DivulgaçãoLiniker, Milton Nascimento e Xênia França juntinhos!

O repertório ainda é uma surpresa, mas já podemos começar a rezar para que eles cantem hinos como “Maria, Maria”, “Canção da América”, “Coração de Estudante”, “Cais”, “Bola de Meia, Bola de Gude”, “Travessia”, “Caçador de Mim”, “Tudo Que Você Podia Ser”, “Paisagem da Janela”, “Nada Será como Antes”… Ai, ai, são tantas músicas lindas!

Esta é a segunda live de Milton Nascimento na quarentena. A primeira delas ganhou o nome de “Num Domingo Qualquer, Qualquer Hora”, em referência à canção “Nada Será Como Antes”, e aconteceu no dia 28 de junho. Confira o que rolou nesse showzão, que já foi visto por um milhão de pessoas:

Contra a fome

Esse encontro incrível arrecada fundos para a ONG Ação da Cidadania, que pretende doar pelo menos dois milhões de refeições para famílias em situação de vulnerabilidade. Para fazer sua doação, basta acessar um link disponível por meio de um QR Code na tela durante o show.

Além disso, esta é a segunda live patrocinada pela Mastercard com esse mesmo propósito. No dia 20 de junho, a cantora Iza dividiu a cena com a lenda Gilberto Gil para lembrar os sucessos dele. Dá uma olhadinha como foi esse encontro:

Bituca

Com quase 60 anos de carreira, Milton Nascimento é dono de uma das vozes mais amadas da música popular brasileira. Ele teve suas belas canções gravadas por outras lendas como Elis Regina, Gilberto Gil, Chico Buarque, Caetano Veloso, Fafá de Belém, Simone.

A trajetória de Bituca na música começou em 1962, quando gravou a canção “Barulho de Trem”, mas sua carreira começou explodir mesmo quando lançou o sucesso “Travessia”, composto ao lado de Fernando Brant, que ficou em segundo lugar no Festival Internacional da Canção em 1967.

Alguns anos depois, em 1972, Milton lançou ao lado dos irmãos Marilton, Márcio e Lô Borges o icônico disco “Clube da Esquina”, que não só reúne alguns dos maiores sucessos da carreira dele como se tornou um movimento musical de Belo Horizonte. Do grupo também fizeram parte fera como Toninho Horta, Wagner Tiso e Beto Guedes.

E Bituca se mantem super ativo até hoje, com seus 77 anos. Ainda em maio deste ano, lançou ao lado de Criolo EP “Existe Amor”, que reúne as “Cais”, “Dez Anjos”, “Não Existe Amor em SP” e “O Tambor”. Dá só uma olhada que coisa linda:

Quer mais música brasileira? Então, toma:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.