MASP tem entrada gratuita em pleno feriadão de Carnaval

Além do MASP, a Avenida Paulista conta com grandes equipamentos culturais!

Museu

site: www.masp.art.br

email: atendimento@masp.art.br

telefone: (11) 3149-5959

Se organizar direitinho, dá pra conhecer o MASP de cabo a rabo!

Em outubro de 1947, SP ganhava um espaço que provou ser um marco na disseminação da arte, o Museu de Arte de São Paulo. Dono do mais importante acervo de arte europeia do Hemisfério Sul, o MASP reúne cerca de 10 mil obras, entre pinturas, esculturas, objetos, fotografias, vídeos e vestuário de diversos períodos da história.

A fim de facilitar seu rolê pelo Museu, na terça-feira, 5 de março, o equipamento conta com entrada gratuita, das 10h às 20h!

MASP
São cinco andares e mais de 10 mil metros quadrados para você curtir de graça!

No momento, o museu apresenta exposições do eixo temático “Histórias das mulheres, histórias feministas”, onde celebra os trabalhos de artistas que, de modo deliberado ou não, foram ignoradas ao longo dos séculos.

Tudo começa em março de 2019, com a exposição “Djanira: a memória de seu povo”. Até o mês de maio, o 2º subsolo do museu é ocupado com obras de Djanira da Motta e Silva (1914-1979), artista relacionada à segunda fase do Modernismo. Seus 40 anos de carreira foram dedicados à pintura a óleo e à têmpera, bem como à azulejaria e à gravura. No inicio, sua obra foi considerada primitiva, mas foi seu autodidatismo que a permitiu criar uma combinação única entre temática social e síntese formal.

Ainda vão rolar mostras de Tarsila do Amaral, Lina Bo Bardi, Gego, Leonor Antunes e Anna Bella Geiger – além da mostra coletiva “Histórias das mulheres, histórias feministas”, com importantes nomes do Brasil e do exterior.

MASP
Crédito: DivulgaçãoAlém do MASP, a Avenida Paulista conta com grandes equipamentos culturais em seu mapa!

Fundado em 1947 por Assis Chateaubriand (1892-1968), o MASP é um museu privado sem fins lucrativos, tornando-se o primeiro museu moderno no país. O acervo do museu é tombado pelo Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – IPHAN desde 1969 e possui atualmente cerca de 10 mil peças, dentre as quais se destacam pinturas ocidentais, principalmente italianas e francesas.

O edifício sede do museu, com 11 mil metros quadrados divididos em cinco pavimentos e com um vão livre de 74 metros, é um ícone da cidade de São Paulo. Em 1982, foi tombado pelo CONDEPHA- AT – Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico do Estado.


Compartilhe:

Autor: Por: Redação