Mês da Cultura Independente recheia SP de arte em outubro

Confirme presença no evento do Facebook

Por: Redação

Qual é o melhor mês para estar em São Paulo e por que é outubro? Por conta do Mês da Cultura Independente, que chega à 11ª edição com atividades em centros culturais, bibliotecas, casas de cultura e áreas ao ar livre, como praças e ruas, ao longo do mês de outubro.

Quem dá o pontapé na programação é o projeto Bicho de Quatro Cabeças, que promove encontro entre as bandas Rakta, Metá Metá, Bixiga 70 e Hurtmol no Centro Cultural São Paulo. O show é uma grande experimentação entre os integrantes dos quatro grupos e mostrando diferentes repertórios e estilos musicais. Ao longo do mês haverão outras apresentações individuais, tudo de graça.

Integrantes das quatro bandas que participam do projeto Bicho de Quatro Cabeças

Outros destaques são o festival Fora da Casinha, que leva atrações expressivas da cena independente ao Largo da Batata; a feira Sacola Alternativa, do selo e produtora paulistana Balaclava Records, que ocupa a Praça das Artes; o Mercado das Pulgas Loki Bicho e ainda oficinas artísticas espalhadas por São Paulo.

O evento se estende durante todo o mês e será encerrado com a quarta edição do SP na Rua, que reúne coletivos artísticos em festas ao ar livre no centrão – cuja programação ainda não foi divulgada. Confira a programação do Mês da Cultura Independente abaixo:

Crédito: Foto por Ariel Martini / I HateSP na Rua é um dos destaques do Mês da Cultura Independente

Os Clássicos do Passinho
O passinho, dança nascida no Rio em que os pés fazem movimentos ágeis ao som de funk, chega ao MCI. No espetáculo “Os Clássicos do Passinho”, produzido pelo coreógrafo Jackson Rei do Passinho e pelo diretor e bailarino Rodrigo Vieira, dançarinos com idade entre 18 e 24 anos representam duas variações do gênero: o relíquia, do fim da década passada, e o sensação, mais recente.

Data: 7 de outubro, sábado, às 14h
Local: Biblioteca José Paulo Paes – Largo do Rosário, 20, Penha
Ingressos: Retirar na bilheteria local, por ordem de chegada, com uma hora de antecedência do início do espetáculo

Data: 8 de outubro, domingo, às 11h
Local: Biblioteca Paulo Setúbal – Av. Renata, 163 – Vila Formosa
Ingressos: Retirar na bilheteria local, por ordem de chegada, com uma hora de antecedência do início do espetáculo

Data: 14 de outubro, sábado, às 14h
Local: Biblioteca Raimundo de Menezes – Av. Nordestina, 780
Ingressos: Retirar na bilheteria local, por ordem de chegada, com uma hora de antecedência do início do espetáculo

Data: 15 de outubro, domingo, às 11h
Local: Biblioteca Rubens Borba Alves de Moraes – R. Sampei Sato, 440
Ingressos: Retirar na bilheteria local, por ordem de chegada, com uma hora de antecedência do início do espetáculo


Tássia Reis
A rapper, revelada no cenário musical em 2014, vem marcando presença na música independente, com repertórios que valorizam o protagonismo da mulher negra e carregam influências do R&B, jazz e MPB. Neste show, a cantora traz canções de seu novo álbum, “Outra Esfera”.

Data: 7 de outubro, sábado, às 16h
Local: Casa de Cultura Raul Seixas – R. Murmúrios da Tarde, 211
Ingressos: Retirar na bilheteria local, por ordem de chegada, com uma hora de antecedência do início do espetáculo


CINEPIANO
O CINEPIANO Tony Berchmans é uma experiência audiovisual única na apresentação de grandes clássicos do cinema. Ao piano, Berchmans improvisa a trilha sonora musical ao vivo, utilizando temas de sua autoria e excertos de música folclórica ou clássica, sempre em intenso diálogo com a narrativa dos filmes. A técnica de acompanhamento musical de Berchmans representa uma nova forma de se assistir a antigos clássicos. A música narra as cenas com precisão e, na falta dos diálogos e sons, ela ajuda a contar a história, estabelecendo andamentos, climas emocionais, ambientações dramáticas e pontuações cômicas.

Data: 6 de outubro, sexta-feira, às 19h
Local: Casa de Cultura do Butantã – Av. Junta Mizumoto, 13
Ingressos: Retirar na bilheteria local, por ordem de chegada, com uma hora de antecedência do início do espetáculo

Data: 14 de outubro, sábado, às 20h
Local: Teatro Martins Penna – Largo do Rosário, 20
Ingressos: Retirar na bilheteria local, por ordem de chegada, com uma hora de antecedência do início do espetáculo

Data: 22 de outubro, domingo, às 18h
Local: Sala Olido – Av. São João, 473
Ingressos: Retirar na bilheteria local, por ordem de chegada, com uma hora de antecedência do início do espetáculo

Data: 27 de outubro, sábado, às 19h30
Local: Centro de Formação Cultural Cidade Tiradentes – R. Inácio Monteiro, 6900 – Conj. Hab. Sitio Conceição
Ingressos: Retirar na bilheteria local, por ordem de chegada, com uma hora de antecedência do início do espetáculo


Orquestra Brasileira de Música Jamaicana
Neste show, a banda OBMJ apresenta algumas músicas de seu novo álbum “OBMJ Ataca”, que recebeu o Prêmio Dynamite por melhor álbum de reggae nacional. O nome é uma homenagem ao gênero ficção científica sci-fi e também faz referência ao filme “Marte Ataca!”, de Tim Burton.

Data: 7 de outubro, sábado, às 17h
Local: Casa de Cultura do Tremembé – R. Maria Amália Lopes Azevedo, 190
Ingressos: Retirar na bilheteria local, por ordem de chegada, com uma hora de antecedência do início do espetáculo

Data: 8 de outubro, domingo, às 11h
Local: Biblioteca José de Anchieta – R. Antônio Maia, 651
Ingressos: Retirar na bilheteria local, por ordem de chegada, com uma hora de antecedência do início do espetáculo

Data: 15 de outubro, domingo, às 11h
Local: Biblioteca Érico Veríssimo – R. Diógenes Dourado, 101
Ingressos: Retirar na bilheteria local, por ordem de chegada, com uma hora de antecedência do início do espetáculo


Jaloo
Jaloo, um dos nomes mais interessantes da música brasileira nos últimos anos, surgiu no Pará, mais especificamente na cidade de Castanhal, na região metropolitana de Belém. Em 2015, Jaloo lançou o disco #1. Versátil, as composições do álbum mesclam elementos do tecnobrega do Pará com fortes batidas eletrônicas. Os ritmos anacrônicos ditam a sonoridade do trabalho de Jaloo, que prepara um novo disco de inéditas.

Data: 21 de outubro, sábado, às 20h
Local: Casa de Cultura Chico Science – Av. Pres. Tancredo Neves, 1265
Ingressos: Retirar na bilheteria local, por ordem de chegada, com uma hora de antecedência do início do espetáculo

Data: 22 de outubro, domingo, às 19h
Local: Casa de Cultura HIP HOP LESTE – Avenida Sarah Kubitscheck, 165
Ingressos: Retirar na bilheteria local, por ordem de chegada, com uma hora de antecedência do início do espetáculo

Data: 29 de outubro, domingo, às 19h
Local: Casa de Cultura da Brasilândia – R. Raulino Galdino da Silva
Ingressos: Retirar na bilheteria local, por ordem de chegada, com uma hora de antecedência do início do espetáculo


Rico Dalasam
Conhecido por abordar questões de gênero em suas letras, o rapper paulista faz show do EP “Balanga Raba”, que mistura elementos do pop e do rap e tem participação de Mahal Pita, da banda BaianaSystem.

Data: 26 de outubro, quinta-feira, às 20h
Local: Casa de Cultura do Campo Limpo – R. Aroldo de Azevedo, 100
Ingressos: Retirar na bilheteria local, por ordem de chegada, com uma hora de antecedência do início do espetáculo

Data: 29 de outubro, domingo, às 17h
Local: Casa de Cultura Itaim Paulista – R. Monte Camberela, 490
Ingressos: Retirar na bilheteria local, por ordem de chegada, com uma hora de antecedência do início do espetáculo


  • Oficinas

Todo DJ já tocou – 5 discos essenciais na Dance Music
Oficineira: Cláudia Assef

Jornalista, escritora e DJ, Claudia Assef bate um papo sobre cinco álbuns que mudaram o curso das pistas ao redor do mundo com passos de dança, novas batidas e um legado de samples e criatividade. Os discos escolhidos pela oficineira são Homework, da dupla Daft Punk, Into the Dragon, do músico e produtor inglês Bomb the Bass, Speak & Spell, da banda inglesa Depeche Mode, Homogenic, da cantora islandesa Björk, e From Here to Eternity, do fenômeno da música eletrônica Giorgio Moroder.

Data: 7 de outubro, domingo, às 16h
Local: Sala Olido – Av. São João, 473
Ingressos: Retirar na bilheteria local, por ordem de chegada, com uma hora de antecedência do início da oficina

Women’s Music Event
Oficineira: Cláudia Assef
O Women’s Music Event (WME) é uma plataforma de música, negócios e tecnologia vista por uma perspectiva feminina. Criada por Claudia Assef e Monique Dardenne em 2016, a plataforma estreou offline em março de 2017 com um evento em São Paulo, que atraiu mais de 1.000 pessoas em painéis de debate, workshops, shows e festas. Na internet, a plataforma mantém conteúdos em vídeo como o programa WME Sessions, com versões intimistas de shows de artistas brasileiras, além de matérias e entrevistas com profissionais da indústria e artistas. Lila Stip e Adriana Viana são as entrevistadas nesse papo sobre como as mulheres podem conquistar mais postos de trabalho no mercado da técnica musical.

Data: 14 de outubro, domingo, às 16h
Local: Sala Olido – Av. São João, 473
Ingressos: Retirar na bilheteria local, por ordem de chegada, com uma hora de antecedência do início da oficina

Oficina de lambe-lambe
Oficineiro: Luis Bueno
Luis Bueno é designer, artista urbano e professor do Istituto Europeo di Design. Iniciou suas experimentações urbanas há mais de dez anos, passando por diferentes técnicas, como o graffiti e o estêncil. Algum tempo depois passou a trabalhar com a técnica do lambe-lambe que se transformou em sua principal linguagem. Através desta técnica, mistura a apropriação e manipulação de imagens digitais com a pintura e a colagem.

Data: 21 de outubro, sábado
Local: Casa de Cultura Chico Science – Av. Pres. Tancredo Neves, 1265
Ingressos: Retirar na bilheteria local, por ordem de chegada, com uma hora de antecedência do início da oficina

Oficina de Colagem
Oficineiro: Pedro Nekoi
Pedro Nekoi é um artista nascido em Recife e radicado em São Paulo. Desde os 17 anos trabalha com arte digital, principalmente a colagem digital. Formado em Design Gráfico, transforma sua arte digital em trabalhos impressos, como zines, pôsteres, tecidos e estampas. Já fez exposições em Recife, João Pessoa, Buenos Aires, Paris e, mais recentemente, no MIS – Museu da Imagem e do Som, em São Paulo. Seus trabalhos viajam pelo universo da moda, arquitetura e tecnologia mesclados à recortes de livros e revistas antigos, criando composições surrealistas. Criou, com mais dois amigos, o coletivo Lambada, cujo objetivo é unir as produções dos três, permitindo a divulgação e alcance dos seus trabalhos.

Data: 29 de outubro, domingo, às 15h
Local: Casa de Cultura Itaim Paulista – R. Monte Camberela, 490
Ingressos: Retirar na bilheteria local, por ordem de chegada, com uma hora de antecedência do início da oficina

Oficina de Serigrafia
Oficineiros: coletivo SHN
Coletivo de arte formado por André Ortega, Daniel Cucatti, Eduardo Saretta, Haroldo Paranhos, Marcelo Fazolin e Rogério Fernandes. Multidisciplinar, o grupo reúne artistas com atuações diversas como artes gráficas, arquitetura, vídeo e tatuagem. A serigrafia sempre foi um ponto de partida gráfico para a pesquisa de mídias que o coletivo apresenta nesses 18 anos de atuação. SHN trabalha com ícones universais, re-significando o conceito de logotipo e marca em uma abordagem bem humorada e crítica. Apropriação e transformação de imagens, assim como a transposição para diversas mídias, atravessam a discussão proposta pelo coletivo.

Data: 22 de outubro, domingo, às 16h
Local: Casa de Cultura HIP HOP LESTE – Avenida Sarah Kubitscheck, 165
Ingressos: Retirar na bilheteria local, por ordem de chegada, com uma hora de antecedência do início da oficina

Alto-Constraste
Oficineiros: Lee e Lou, da dupla Alto-Contraste
Alto*Contraste, ou A*C, é a dupla Lee e Lou, Nascidos em São Paulo, começaram a tomar as ruas com seus estênceis em meados dos anos 2000. Além das ruas, a arte do A*C já esteve em diversas mostras coletivas pelo mundo, além de importantes publicações de arte urbana e grandes festivais, com destaque para a primeira edição do Cans Festival (2008), em Londres.

Data: 14 de outubro, sábado, às 10h
Local: Teatro Martins Penna – Largo do Rosário, 20
Ingressos: Retirar na bilheteria local, por ordem de chegada, com uma hora de antecedência do início da oficina

Grito Cultural do Reggae
Bandas de reggae consagradas nacionalmente, como Ponto de Equilíbrio e Mato Seco, sobem ao palco do evento que, em sua 14ª edição, traz ainda o histórico trio de roots reggae jamaicano Mighty Diamonds. Com mais de 10 horas de programação gratuita, os shows e atividades culturais, como uma torre de escalada e uma exposição dedicada ao gênero musical, acontecem em São Miguel Paulista, região metropolitana de São Paulo.

Data: 22 de outubro, domingo, às 10h
Local: Av. Deputado Dr. José Pinotti
Evento gratuito


Bicho de Quatro Cabeças
Quatro das principais bandas independentes de São Paulo, Rakta, Bixiga 70, Metá Metá e Hurtmold têm vários pontos em comum que tornam suas carreiras semelhantes, embora cada uma delas busque uma sonoridade completamente diversa uma da outras. Bicho de Quatro Cabeças é o encontro entre estas quatro bandas e seus públicos no Centro Cultural São Paulo e acontece durante todo o Mês da Cultura Independente, em outubro de 2017.

5.10 – Bicho de Quatro Cabeças com Rakta, Bixiga 70, Metá Metá e Hurtmold
6.10 – Acavernus / Carla Borega
8.10 – Rakta
14.10 – Metá Metá
15.10 – Anganga / MdM Duo
19.10 – Décio & Held / Sambas do Absurdo
20.10 – Atonito / Sambanzo
22.10 – Kiko Dinucci / Plim
26.10 – Naxxtro / Bode Holofonico
27.10 – Corte / M. Takara
28.10 – Hurtmold
29.10 – Bixiga 70

Local: CCSP – Rua Vergueiro, 1000 – Paraíso
Ingressos: Retirar na bilheteria local, por ordem de chegada, com uma hora de antecedência do início da oficina


Festival Fora da Casinha
Em sua terceira edição, o festival Fora da Casinha se reinventa mais uma vez e pela primeira vez acontece na rua. Promovido pela Casa do Mancha, este ano o evento comemora os 10 anos de atividade do espaço que é referência na cena independente brasileira. No sábado, 7 de outubro, a partir das 14h, o Fora da Casinha abre as atividades do 11º Mês da Cultura Independente, levando ao Largo da Batata o melhor da novíssima safra da música nacional além do show do patrono do festival, Maurício Pereira.

Discotecagem festa Sussa (Alexandre Matias)

Atrações: Mauricio Pereira, Vitreaux, Bratislava e Aloizio, Raça, Tagore, Giovani Cidreira, Bárbara Eugênia e Tatá Aeroplano, Ema Stoned, Glue Trip e Negro Leo.

Data: 7 de outubro, sábado, às 13h
Local: Largo da Batata – Pinheiros
Evento gratuito


Sacola Alternativa
O selo e produtora paulistana Balaclava Records promove a segunda edição da feira Sacola Alternativa. Dentro da programação do Mês da Cultura Independente, a feira reunirá, na Praça das Artes, em São Paulo, uma série de gravadoras independentes e selos nacionais em atividade, com relevância e destaque nos cenários musicais em que atuam, para exposição e venda de lançamentos exclusivos de seus artistas e produtos do catálogo, materiais de merchandising, além de mesas de debate e shows.

Programação musical – 14/10, 15h
Tiê
Ventre
Odradek
Andre Whoong
Drik Barbosa
Walfredo em Busca da Simbiose

Data: 14 de outubro, sábado, às 14h
Local: Praça das Artes – Av. São João, 281
Evento gratuito


Mercado das Pulgas Loki Bicho
Bazar colaborativo no qual as pessoas ocupam a cidade para expor, vender ou trocar peças de roupas, artesanato e acessórios. O Mercado das Pulgas não tem distinção, nem regras. A ideia é ocupar o espaço com vendas, trocas, música, comidinhas ou até mesmo só para papear com a galera que aproveita a vista da cidade. O evento contará com shows e performances de nomes proeminentes da música brasileira.

Ava Rocha & Bella
Iara Rennó
Jonnata Doll e os Garotos Solventes
Marcelle Equivocada

Data: 15 de outubro, domingo, às 12h
Local: Vale do Anhangabaú
Evento gratuito


Rap Box Live
Criado por Léo Cunha, o Rap Box, maior canal brasileiro dedicado ao Rap, traz ao Mês da Cultura Independente um lineup representativo com seis dos principais nomes da cena. Além dos shows, uma cypher pensada exclusivamente para o MCI, a fim de levar para a rua o que apresentam virtualmente. O evento será gravado e o resultado disponibilizado no canal Rap Box Live.

Rimas & Melodias
Lívia Cruz
Froid
Nocivo Shomon
PrimeiraMente
Síntese
DJ EB

Data: 21 de outubro, sábado, às 16h
Local: Boulevard São João – Av. São João, s/nº
Evento gratuito


SP na Rua
Com 12 horas de programação ininterrupta,a cada edição o evento traz coletivos atuantes em diversos segmentos para se encontrarem numa contemplação lúdica de ruas e lugares históricos. Durante a madrugada até o sol raiar, haverá várias pistas de dança ao ar livre, além de instalações e intervenções artísticas entre as ruas Direita, Largo do Café e Praça Patriarca.

Data: 28 de outubro, sábado, às 18h
Local: Centro histórico de São Paulo
Evento gratuito

Compartilhe: