MIS exibe filme ‘O Rei Leão’ com trilha sonora ao vivo

Animação clássica de 1994 será sonorizada pela banda Música de Selvagem
09
de dezembro 2018
Sessão extra às 15h (vendas antecipadas a partir do dia 30/11)

Centro cultural

site: www.mis-sp.org.br

telefone: (11) 2117-4777

Fica a dica: as vendas antecipadas começam no dia 30, então garanta ingressos com antecedência e não fique de fora!

O MIS (Museu da Imagem e Som) apresenta mais uma edição do projeto mensal “Cinematographo”, que une projeção de filmes com trilha sonora improvisada ao vivo.

Em parceria com a mostra Cine Kids, vai rolar sessão extra de ”O Rei Leão” (The Lion King, EUA, 1994), sonorizada pela banda Música de Selvagem – que toca versões inéditas de “Hakuna Matata”, “O ciclo sem fim” e “Scar”, além de compor novos temas especialmente para ocasião.

O Rei Leão
Crédito: DivulgaçãoAnimação clássica de 1994 será sonorizada pela banda Música de Selvagem

O filme será exibido em sua versão dublada, para que crianças e adultos possam assistir juntos.

Sobre o filme

O Rei Leão (The Lion King) é o 32º longa-metragem animado produzido pela Walt Disney Animation Studios. Com direção de Roger Allers e Rob Minkoff, música de Elton John e letras de Tim Rice, o filme é inspirado na peça teatral ”Hamlet”, de Shakespeare: narra a história do jovem leão Simba, que sente-se culpado pelo assassinato do seu pai, o rei Mufasa, e foge do seu Reino, sem saber que a morte foi orquestrada pelo seu tio Scar para tomar o poder.

Sobre a banda

No ano de 2013, os músicos Arthur Decloedt e Filipe Nader sentiram o desejo de criar a Música de Selvagem, com o objetivo de desenvolver novas ideias de composição ligadas à improvisação livre. Para completar o grupo, convidaram o baterista Guilherme Marques, o multi-instrumentista Célio Barros e o saxofonista Marcelo Coelho (a formação atual do grupo conta com o trompetista Amílcar Rodrigues e o saxofonista Cuca Ferreira).

O Música de Selvagem, que integra o Selo Risco, lançou em 2016 seu primeiro disco homônimo, inteiramente instrumental. Já em 2018, lançou “Volume Único”, concebido a partir de canções de cantores e compositores como Tim Bernardes, Sessa, Luiza Liam e Pedro Pastoriz.


Compartilhe:

Autor: Por: Redação