Últimas notícias:

Loading...

Mostra ’60 anos de Discotecagem em SP’ inaugura Galeria do DJ

Localizada no Centro Cultural Olido, a exposição reúne mais de mil itens que demonstram a evolução do áudio no Brasil

Por: Redação
Ouça este conteúdo

DJs de toda a SP, uni-vos! A selva de pedra finalmente tem um museu dedicado à arte da discotecagem: a Galeria do DJ “Sonia Abreu”, localizada no centrão de São Paulo, no prédio do Centro Cultural Olido.

Galeria do DJ 60 anos de Discotecagem em São Paulo
Crédito: Frâncio de Holanda/Secretaria Municipal de CulturaExposição “60 Anos de Discotecagem” inaugura novo espaço cultural em SP

E, para inaugurar em grande estilo, o público confere a exposição “60 anos de Discotecagem em São Paulo”. Em um primeiro momento, a visita é apenas virtual. A partir das 19h do dia 28 de abril, é possível acessar a Twitch @centroculturalolido e ter uma ideia de como está o espaço.

Quer ver o local com os próprios olhos? Então se liga nessa boa notícia: a partir do dia 18 de maio, a Galeria do DJ abre as portas para o público. Para visitar, é preciso reservar o ingresso com antecedência por aqui. Ah! O museu é acessível para cadeirantes.

Lembrando que, visando garantir a segurança a todes, o espaço só recebe até 10 pessoas por hora. Para mais informações, escreva para olidocultural@gmail.com.


#DicaCatraca: sempre lembre de usar a máscara de proteção, andar com álcool em gel e sair de casa somente se necessário! Caso pertença ao grupo de risco ou conviva com alguém que precise de maiores cuidados, evite passeios presenciais. A situação é séria! Vamos nos cuidar para sair desta pandemia o mais rápido possível. Combinado? ❤


Mais de 100 DJs de diferentes épocas e estilos ajudaram a deixar o lugar incrível, entre eles KL Jay e Erika Palomino (atual diretora do Centro Cultural São Paulo). Sem contar a primeira DJ do Brasil Sonia Abreu (1951-2019) que, inclusive, batiza o museu.

Galeria do DJ - 60 anos de Discotecagem em São Paulo
Crédito: Frâncio de Holanda/Secretaria Municipal de CulturaMais de 100 DJs paulistas contribuíram para a construção da mostra

Na exposição “60 Anos de Discotecagem em São Paulo”, o público encontra mais de mil itens, entre fotos históricas, flyers de época, figurinos, discos em vinil, instalações audiovisuais e equipamentos que revelam a evolução do áudio no Brasil.

Algumas dessas peças foram doadas pela própria Sonia Abreu ainda em vida para Claudia Assef, a coordenadora do CC Olido – e tudo está organizado de maneira cronológica.

Galeria do DJ
Crédito: Frâncio de Holanda/Secretaria Municipal de CulturaA Galeria do DJ está preparada para receber exposições temporárias e eventos

E quem deixou o local bem lindão foi o cenógrafo Zé Carratu, famoso por seus trabalhos com arte urbana desde o fim da década de 1980. O ambiente foi pensado de maneira estratégica para que o mobiliário seja facilmente aproveitado para futuras mostras.

Essa primeira atividade da Galeria do DJ fica disponível até o fim de novembro. Para acompanhar todas as novidades desse lugarzinho especial, fique de olho no Instagram @galeriadodj.

Veja só essas outras atrações culturais: