Mostra Amorosa de Cinema acalenta corações no mês dos namorados

Iniciativa do Itaú Cultural exibe gratuitamente produções brasileiras que tratam de relações amorosas sob diversos pontos de vista

Até 28 de junho de 2020

Todos os dias

24h

O mês mais romântico do ano está recheado de programações especiais para os apaixonados. E o Itaú Cultural não ficou de fora dessa. A Mostra Amorosa de Cinema, que acontece online, vai dar uma chacoalhada no coração do público.

Mostra Amorosa de Cinema, filme Amor
Crédito: Otavio Serra/ DivulgaçãoLília Cabral é uma das estrelas do longa “Amor?”, de João Jardim

Entre os dias 8 e 28 de junho, um longa e três curtas-metragens são exibidos gratuitamente pelo site da instituição (clique aqui para acessar). As produções abordam as relações amorosas nas mais diversas situações e consequências.

Mas fica aqui um aviso: não espere apenas por histórias açucaradas. No premiado filme “Amor?” (2011), de João Jardim, uma mistura de ficção e documentário, atrizes como Júlia Lemmertz, Lília Cabral, Fabiula Nascimento e Letícia Colin interpretam oito depoimentos reais de pessoas que enfrentaram algum tipo de violência física ou psicológica. A obra venceu a categoria de Melhor Filme no Festival de Brasília de 2010.

No curta “Coisas Frágeis” (2019), de Tati Otaka e Gustavo Fattori, aborda-se uma espécie de amor impossível. Quando Ezequiel finalmente decide abandonar a esposa e o filho para viver com Joana, ele recebe a notícia da morte dela. Agora ele precisa sufocar seu luto por um amor, bem na hora em que ele o traria à superfície. No elenco estão Henrique Schafer, Léo Palhano, Patricia Pichamone, Tatiana Schunck e Thiago Rosseti.

Está achando a programação meio pesada? Não se preocupe! Também tem comédia dramática!

No curta “Tea for Two” (2018), da cineasta trans Julia Katharine, Silvia é a diretora de um único filme de sucesso que vive angustiada por nunca mais ter alcançado a mesma repercussão em sua obra. Na mesma noite em que é surpreendida pela visita de Isabel, sua ex-esposa, que agora se declara apaixonada, ela conhece outra mulher, a vizinha trans Isabela. Gilda Nomacce, Amanda Lyra, Julia Katharine, Carlos Eduardo Valente e Lui Seixas são os atores que dão vida à narrativa.

Para finalizar a programação da Mostra Amorosa de Cinema, em “Sample” (2018), a diretora e roteirista Ana Júlia se inspirou na música “What You Don’t Do”, da cantora britânica Lianne Lo Havas, para refletir sobre questões raciais. A jovem Juliana conhece Jorge em uma festa, explodindo uma paixão entre os dois. Eles são negros e se juntam neste estado de amor para andar pela cidade, cheia de memórias brancas, e vê-la de uma forma inusitada. O elenco é composto por Érica Ribeiro, Jorge Guerreiro, Fabiana Pimenta, Alice Marcolino e Suzi Jardim.

Aproveite mais dicas de programas culturais na quarentena!

Em parceria com Agência Fática

A Fática é uma agência de comunicação especializada em produzir conteúdos sobre cultura em suas diferentes linguagens.