Últimas notícias:

Loading...

Mostra Ecofalante especial Semana do Meio Ambiente acontece online

Público tem acesso a 16 filmes e duas séries - incluindo trabalhos inéditos! Bora curtir?

Por: Redação

Até 09 de junho de 2021

Todos os dias

Cada filme fica disponível por um certo período de tempo (consulte a programação)

Recursos de acessibilidade para pessoas com deficiência não informados pelo próprio organizador do evento

Tem mais uma edição especial da Mostra Ecofalante para celebrar a “Semana do Meio Ambiente”! Dessa vez, o público pode assistir gratuitamente a 16 filmes e duas séries sobre a região amazônica. E tem obras inéditas!

filme BR acima de tudo
Crédito: Fred Rahal Mauro / "BR acima de tudo" “BR Acima de Tudo” faz sua estreia mundial na Mostra Ecofalante especial Semana do Meio Ambiente

Demais, não? A programação acontece entre os dias 2 e 9 de junho e pode ser acessada no site oficial do evento. Também é possível conferir os filmes pela plataforma Belas Artes À La Carte.

O evento também inclui debates sobre o uso das terras, a infraestrutura e a bioeconomia na Amazônia, uma masterclass sobre o cinema ambiental de Jorge Bodanzky e o webinário “A Crise Climática e a Amazônia”.

Participam das discussões nomes como os cineastas João Moreira Salles, Jorge Bodanzky e Fabiano Maciel, Tatiana Schor (secretária de Ciências e Tecnologia do Amazonas), Suely Araújo (ex-presidente do Ibama), a líder indígena Sônia Guajajara e Danicley de Aguiar (Greenpeace Brasil). Os encontros são transmitidos ao vivo pelo YouTube e pelo Facebook do evento.

  • O que assistir na Mostra Ecofalante?

Para você que adora uma novidade, que tal aproveitar a pré-estreia mundial de “BR Acima de Tudo”? O documentário dirigido por Fred Rahal Mauro explora os impactos da possível expansão da rodovia BR-163, cujo traçado corta a floresta amazônica em direção à fronteira com o Suriname. Esse projeto foi gestado na ditadura civil-militar (1964-1985) e ainda paira como um fantasma na região.

O filme foi produzido pelo (o))eco, um veículo de jornalismo voltado à conservação da natureza, biodiversidade e política ambiental, e ainda teve apoio do Rainforest Journalism Fund, do Pulitzer Center. Assista entre às 21h do dia 2 e às 00h do dia 9 de junho.

Se os impactos da  expansão rodoviária do Brasil despertam seu interesse, vale dar uma chance à série “Transamazônica: Uma Estrada Para o Passado” (2021).

Com direção de Jorge Bodanzky e Fabiano Maciel, o trabalho é composto por seis episódios e percorre a famigerada rodovia BR-230, obra ambiciosa iniciada durante a ditadura civil-militar (1964-1985), com extensão implantada de 4.260 km, e nunca finalizada.

Ao longo dos capítulos, os espectadores entram em contato com a real situação de quem vive nos arredores dessa rodovia. Essa população convive com a extração ilegal de madeira, a rotina nos garimpos e uma série de outros problemas. Atenção: cada episódio fica disponível por quatro horas em um dia diferente, sempre a partir das 20h. Confira entre 3 e 8 de junho.

Outro título inédito no circuito comercial brasileiro é “Edna”, de Eryk Rocha, filho do mestre Glauber Rocha. O longa estreou internacionalmente no festival suíço Visions du Réel e aborda as marcas da guerra pela terra de uma moradora nas margens da rodovia Transbrasiliana (BR-153, ou rodovia Belém-Brasília). Aproveite para ver entre às 15h do dia 4 e às 15h do dia 5 de junho.

Em 2016, o prestigioso cineasta recebeu o prêmio L’Oeil d’Or em Cannes, equivalente à Palma de Ouro, mas para documentários, por seu longa anterior, “Cinema Novo”.

Achou que não teria produção internacional na Mostra Ecofalante? Mas é claro que tem! O super premiado britânico “Quando Dois Mundos Colidem” (2016), de Heidi Brandenburg Sierralta e Mathew Orzel, mostra os dois lados do violento conflito entre o Estado peruano, em seu projeto de extração de petróleo, minério e gás da Amazônia, e os povos indígenas que ali habitam.

E olha que a obra venceu o prêmio especial do júri para documentário na mostra World Cinema do Festival de Sundance, o grande prêmio do júri no Festival de Documentários de Madri, o prêmio do público e menção especial do júri no Festival de Zurique, o melhor documentário no Festival de Xangai e MUITOS outros. Gostou? Assista entre às 15h do dia 3 e às 00h do dia 9 de junho.

O público também pode curtir um filme dirigido pela atriz Christiane Torloni em parceria com o cineasta Miguel Przewodowski. “Amazônia, o Despertar da Florestania” (2018) discute como a floresta amazônica e toda a questão ambiental têm sido tratada no Brasil desde o início do século 20 – tudo feito a partir do resgate de personagens históricos e depoimentos de representantes dos mais diversos segmentos.

O documentário recebeu o prêmio da juventude para longas de língua portuguesa no CineEco Seia – Festival Internacional de Cinema Ambiental de Serra da Estrela (Portugal). Não perca esse filmaço, disponível entre às 15h do dia 3 e às 00h do dia 9 de junho.

Agenda de debates Mostra Ecofalante – Semana do Meio Ambiente

1º de junho
17h: masterclass “O Cinema Ambiental de Jorge Bodanzky”

2 de junho
19h: cerimônia de abertura

19h: debate “Para Onde Leva a Transamazônica?”, com Danicley de Aguiar (Greenpeace Brasil), Fabiano Maciel (cineasta), João Moreira Salles (documentarista e editor fundador da revista Piauí),Jorge Bodanzky (cineasta), Alessandra Munduruku (a confirmar) e Flavia Guerra

4 de junho
19h: debate “Amazônia: Uma Questão de Terra(s)”, com Brenda Brito (Imazon – Instituto do Homem e do Meio Ambiente da Amazônia), Marcello Brito (ABAG – Associação Brasileira do Agronegócio), Sônia Guajajara (APIB) e Fábio Pontes (jornalista)

7 de junho
10h: webinário “A Crise Climática e a Amazônia”, com Paulo Artaxo (Instituto de Física da USP), José Marengo (Cemaden – Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais) e Sinéia do Vale (CIR – Conselho Indígena de Roraima)

19h: debate “Amazônia: Infraestrutura Para Quem?”, com Ana Cristina Barros (CPI – Climate Policy Initiative) Suely Araújo (Observatório do Clima), Simão Jatene e Sérgio Leitão (Instituto Escolhas)

8 de junho
19h: debate “Raízes da Amazônia: Projetando o Futuro”,com Ricardo Abramovay (IEE/USP), Tatiana Schor (Secretaria de Ciências e Tecnologia do Amazonas), Eliakin Rufino (artista e jornalista de Roraima) e Mariano Cenamo

9 de junho
19h: debate “Amazônia e os Possíveis Futuros”, com Fred Rahal Mauro (diretor de “BR Acima de Tudo”) e, a confirmar, Angela Kaxuyana (COIAB – Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira) e Carlos Printes (ARQMO – Associação das Comunidades Remanescentes de Quilombos do Município de Oriximiná)

O evento termina oficialmente no dia 9 de junho. Para conferir a programação, fique ligado (a) no site da Mostra Ecofalante.

Quer mais dicas para aproveitar online?

?>