Últimas notícias:

Loading...

Mostra ‘Países Espelhados’ aborda relações entre Brasil e África

Descubra imagens, peças de arte e artesanato, máscaras, músicas e lendas que revelam as trocas culturais entre seis países colonizados por Portugal

Ouça este conteúdo

Até 27 de fevereiro de 2021

Terça - Quarta - Quinta - Sexta - Sábado

Terça a sexta, das 15h às 21h | Sábado, das 10h às 14h
(é obrigatório reservar o ingresso online pelo portal do Sesc Consolação)

Ao visitar a exposição “Países Espelhados – Objetos, imagens, sabores, memórias: encontros culturais entre o Brasil e nações africanas de língua portuguesa”, no Sesc Consolação, você será impactade por um acolhedor espaço repleto de histórias fascinantes.

Mostra Países Espelhados - Sesc Consolação
Crédito: Kazuo Kajihara/ divulgaçãoMostra “Países Espelhados” estabelece relações entre países colonizados por Portugal

Com curadoria do designer e tecelão Renato Imbroisi, a mostra revela semelhanças entre o Brasil e cinco outros países colonizados por Portugal: Angola, Cabo Verde, Guiné Bissau, Moçambique e São Tomé e Príncipe.

Espere encontrar imagens, objetos e peças de arte e artesanato, tecidos, máscaras e músicas, além de lendas e histórias das tradições oral e escrita.

Em suas andanças por todos esses lugares, o artista foi percebendo proximidades e distâncias entre eles, como as tramas em palha da palmeira piaçava tingida em cores vivas no litoral Norte da Bahia e a cestaria feita com espécie semelhante de palmeira, também coloridíssima, no litoral Norte de Cabo Delgado, em Moçambique.

Países Espelhados - Sesc Consolação
Crédito: @SESCConsolacao/ FacebookExposição “Países Espelhados” fica em cartaz até 27 de fevereiro

Com um olhar sempre atento, o curador também notou os grafismos da cestaria tradicional dos povos baniwa, da Amazônia, e os desenhos semelhantes produzidos por uma cesteira de São Tomé e Príncipe; os chamados panus di terra, de Cabo Verde, que remetem ao tradicional pano da costa, da Bahia; as esculturas em mafurreira, madeira leve de Moçambique, que reproduzem, em miniatura, cenas cotidianas, e a modelagem em argila do Mestre Vitalino e gerações de seguidores de seu estilo na cerâmica figurativa do Nordeste.

São milhares de descobertas que o público pode conferir gratuitamente até 27 de fevereiro. Mas, para isso, é necessário reservar o ingresso com antecedência neste link. O horário de funcionamento da exposição “Paises Espelhados” é de terça a sexta-feira, das 15h às 21h, e aos sábados, das 10h às 14h.

Países Espelhados - Sesc Consolação
Crédito: @SESCConsolacao/ FacebookDescubra trocas culturais entre seis nações

Para garantir a segurança dos visitantes e da equipe, o Sesc Consolação adotou uma série de medidas. A utilização de máscara é obrigatória durante todo tempo de permanência na unidade. Não será permitida a entrada de acompanhantes sem ingressos. Os fraldários permanecem fechados e indisponíveis para o público.


#DicaCatraca: sempre lembre de usar a máscara de proteção, andar com álcool em gel e sair de casa somente se necessário! Caso pertença ao grupo de risco ou conviva com alguém que precise de maiores cuidados, evite passeios presenciais. A situação é séria! Vamos nos cuidar para sair desta pandemia o mais rápido possível. Combinado? ❤


Quer visitar outras exposições com toda a segurança em SP? Então, veja:

Agência Fática

Em parceria com Agência Fática

A Fática é uma agência de comunicação especializada em produzir conteúdos sobre cultura em suas diferentes linguagens.