Últimas notícias:

Loading...

Com motorista que te busca em casa, peça aborda o trabalho precário

Coletivo A Digna finaliza sua Trilogia do Despejo com montagem que acontece em vários locais da Barra Funda e propõe reflexões sobre a cidade de São Paulo

Por: Redação

Até 28 de novembro de 2021

Segunda - Sábado - Domingo

Sábados, domingos e feriados, às 18h30 | Venda de ingressos abre todas às sextas, às 12h

Recursos de acessibilidade para pessoas com deficiência não informados pelo próprio organizador do evento

Como seria a São Paulo do futuro? O coletivo A Digna, que há 11 anos faz história na cidade, finalizou sua Trilogia do Despejo com um espetáculo que reflete sobre essa questão a partir da lógica do trabalho precário.

A Digna, peça, motorista de app, trabalho precário
Crédito: Victor Nóvoa/ Divulgação/ Adriana Balsanelli Assessoria de Imprensa Peça aborda o trabalho precário

“Estilhaços de Janela Fervem no Céu da Minha Boca” é uma experiência única para o espectador. Ao adquirir o ingresso por meio deste link aqui (sempre abrem novos lotes às sextas-feiras, às 12h), é preciso optar por uma das histórias (Apartamento da Mãe e da Filha ou Apartamento do Casal) e, no dia e horário marcado, um motorista de app te busca, te conduz por alguns locais na região da Barra Funda e te leva de volta.

Você tem até o dia 28 de novembro para assistir, com sessões aos sábados, domingos e feriados, às 18h30. Mas, atenção: como a peça comporta apenas 24 espectadores, os ingressos esgotam muito rápido! Ah, e por conta da pandemia de Covid-19, só dá para dividir o carro com pessoas que morem com você. 😉

O texto aborda temas bastante urgentes, como gentrificação, uso da fé como mercadoria, ascensão do militarismo e, como não poderia deixar de ser, trabalho precário e violência. Na trama, o “despejo” se refere tanto à moradia quanto à impossibilidade de usufruir da cidade de maneira democrática.

A Digna, peça, trabalho precário
Crédito: Gabriel Kuster/ Divulgação/ Adriana Balsanelli Assessoria de Imprensa Doze motoristas de app e cinco ciclistas entregadoras formam o elenco do espetáculo ao lado de seis atores e atrizes

A história começa com o público sendo convidado para a festa de lançamento de um novo empreendimento, o Ilhas dos Sonhos Nova Barra Funda. Horas antes da peça começar, as pessoas recebem vídeos no Whatsapp apresentando os moradores de outra das Ilhas dos Sonhos.

Depois, no trajeto até a festança, além de ouvir uma rádio ficcional com conteúdo de crítica social e conhecer os lançamentos imobiliários do bairro, as pessoas são confrontadas pela dura realidade das ruas: um motorista de app é atropelado na região.

Após toda essa tensão, os espectadores chegam ao local da comemoração e conhecem novas facetas desses moradores de outra das Ilhas dos Sonhos. Nesse momento, descortinam-se outras discussões sobre a ocupação da cidade, as relações familiares e interpessoais e o papel do Estado. Até que todas essas narrativas se encontram em um final impactante.

A Digna, peça
Crédito: Érica Modesto/ Divulgação/ Adriana Balsanelli Assessoria de ImprensaConheça a vida dos moradores de um dos megaempreendimentos Ilhas dos Sonhos

Toda essa complexa encenação é feita por doze motoristas de aplicativo e cinco ciclistas entregadoras, que fazem parte do coletivo Señoritas Courier. Esse time se junta a um elenco formado por seis atores e atrizes: Ana Vitória Bella, Eliana Bolanho, Helena Cardoso, Ícaro Rodrigues, Paulo Arcuri e Victor Nóvoa.

A direção é da Eliana Monteiro, que tem uma vasta experiência com montagens em espaços alternativos, e assina a concepção, a idealização e a realização da peça ao lado do coletivo A Digna. O texto é do próprio Victor Nóvoa.


#DicaCatraca: sempre lembre de usar a máscara de proteção, andar com álcool em gel e sair de casa somente se necessário! Caso pertença ao grupo de risco ou conviva com alguém que precise de maiores cuidados, evite passeios presenciais. A situação é séria! Vamos nos cuidar para sair desta pandemia o mais rápido possível. Combinado? ❤


Veja outras dicas de atrações para curtir em SP:

 

 

Compartilhe:

?>