Mulheres do mundo inteiro debatem sobre feminismo em vários Sescs

Além das rodas de conversa, acontecem shows de Ellen Oléria e Luedji Luna no Sesc Pompeia

Por: Redação
Até
02
de dezembro 2018
Quarta - Quinta - Sexta - Sábado - Domingo
Diversos horários

Importantes pesquisadoras, estudiosas e ativistas se reúnem em São Paulo entre os dias 28 de novembro e 2 de dezembro para debater sobre feminismo em várias unidades do Sesc. Temas como as concepções e práticas feministas na América Latina e em outros contextos globais, saúde reprodutiva e sexual e as ameaças aos movimentos feministas no mundo são abordados em palestras gratuitas durante o Nós tantas outras.

Foto em close das cantoras Ellen Oléria e Luedji Luna
Crédito: Ellen (Hele Mozão) e Luedji (Carol Aó)Ellen Oléria e Luedji Luna fazem show durante seminário sobre feminismo

As atividades acontecem em seis unidades do Sesc: Sesc Avenida Paulista (Avenida Paulista, 119, Bela Vista ), Sesc Campo Limpo (Rua Nossa Senhora do Bom Conselho, 120, Campo Limpo), Sesc Itaquera (Avenida Fernando Espírito Santo Alves de Mattos, 1000, Itaquera), Sesc Pompeia (Rua Clélia, 93, Pompeia), Sesc Santana (Avenida Luiz Dumont Villares, 579, Santana) e Sesc 24 de Maio (Rua 24 de Maio, 109, Centro). Além dos debates, as cantoras Ellen Oléria e Luedji Luna fazem show no Sesc Pompeia no dia 2, a partir das 17h30.

Entre os destaques estão a mesa Movimentos de mulheres em culturas diversas, com a socióloga moçambicana Isabel Casimiro e a Pós-Doutora em Estudos Literários, Muna Omram, do Brasil, com mediação da cientista social Edneia Gonçalves. As pesquisadoras abordam as expressões de gênero em diferentes culturas, e como o entrelaçamento de um conjunto de ações pode contribuir para a edificação de alianças e para a superação dos dilemas atuais. O debate acontece no dia 30 de novembro, às 11h, no Sesc Santana.

No dia 28 de novembro, no Sesc Itaquera, às 10h30, acontece a mesa Feminismo negro: ações antirracistas no mundo contemporâneo. Participam da atração a cientista social brasileira Nubia Regina Moreira e a socióloga norte-americana Patricia Hill Collins, com mediação da cientista social Kelly Adriano de Oliveira. Essa mesa aborda a trajetória e os desafios que se apresentam para o fazer e para o pensar de feministas negras contemporâneas.

Para quem curte samba de roda, as Mulheres do Samba de Roda da Bahia se apresentam e participam de uma roda de conversa no Sesc 24 de Maio dia 1º de dezembro, às 18h30. Treze mestras dessa arte mostram seu talento durante a atividade.

Achou o evento bacana? Então acompanhe a programação completa no site do Sesc.

1
BH: Jetiboca tem café incrível a R$ 3, pão de queijo e muito amor
Um dos lugares mais incríveis e inusitados no centro de Belo Horizonte, em Minas Gerais, é o Mercado Novo. Há …
2
3 trilhas no Rio com vistas de tirar o fôlego
Esse vídeo é para os amantes de ecoturismo, ou mesmo para quem quer começar a fazer trilhas e se conectar …
3
Parque da Pedra Branca no RJ: a maior floresta urbana do país
Pega um calçado confortável, passar protetor e repelente e Colaí nessa caminhada pelas trilhas do Parque da Pedra Branca, a …
4
Roteiro zen para fugir do caos de SP
Viver em SP é estar sempre ligadão no 220. Mas é legal dar uma freada no corre corre, né não? Colaí …
5
3 rolés pra curtir no Baixo Tijuca no Rio de Janeiro
A região do Baixo Tijuca tem muito o que oferecer quando o assunto é cerveja gelada! Colaí que eu tenho as …
6
Arena Digital de Curitiba: cinema e planetário no mesmo lugar
Ver as estrelas, mergulhar no fundo do mar, conhecer de pertinho todo o sistema solar. Tudo isso é possível em …
7
Uma voltinha no Mercado Público de Porto Alegre
Mais do que um ponto turístico, o Mercado Público de Porto Alegre concentra consumo, crença, cultura e tradição no centro …
8
3 jóias gastronômicas antigas de São Paulo
Afinal, panela velha é a que faz comida boa? Se depender da Casa Mathilde, da Padaria Santa Tereza e do …