CORONAVÍRUS
Tudo o que você precisa saberÚltimas notícias e tudo que você precisa saber

Museu Afro Brasil celebra 15 anos com um mês de entrada gratuita

Durante todo o mês de outubro, o Museu Afro Brasil tem entrada gratuita para celebrar seus 15 anos como espaço da história da comunidade negra no país

Por: Redação
Até
24
de novembro 2019
Terça - Quarta - Quinta - Sexta - Sábado - Domingo
Das 10h às 17h

Localizado no Pavilhão Padre Manoel da Nóbrega, dentro do mais famoso Parque de São Paulo, o Parque Ibirapuera, o Museu Afro Brasil se tornou uma instituição pública em 2009, e desde então conserva um acervo com mais de seis mil obras, entre pinturas, esculturas, gravuras, fotografias, documentos e peças etnológicas, de autores brasileiros e estrangeiros, produzidos entre o século XVIII e os dias de hoje.

imagem externa museu afro brasil
Crédito: DivulgaçãoVista externa do Museu Afro Brasil, localizado no Parque Ibirapuera

Em 2019, o museu faz 15 anos recontando histórias esquecidas por meio de três vertentes: memória, história e arte. O objetivo da instituição é utilizar seu acervo etnográfico, histórico e artístico para embasar a criação de um centro de reflexões sobre a cultura afro-brasileira, que envolva também as suas decorrências imateriais e a necessidade de preservar a consciência histórica.

Seu acervo conta com diversos aspectos dos universos culturais africanos e afro-brasileiros, abordando temas como a religião, o trabalho, a arte, a escravidão, entre outros temas ao registrar a trajetória histórica e as influências africanas na construção da sociedade brasileira.

Núcleo sagrado profano no museu afro brasil
No núcleo Sagrado Profano, é possível encontrar símbolos relacionados a antigos reinos do continente, materializados no núcleo através de máscaras, bandeiras e vestimentasDivulgação
núcleo As Religiões Afro-Brasileiras no museu afro brasil
No espaço reservado ao núcleo As Religiões Afro-Brasileiras podem ser observadas vestimentas de Egungun e de orixás, instrumentos musicais, além de pinturas, gravuras, esculturas, instalações e fotografias dedicadas ao temaDivulgação
Núcleo trabalho e escravidão do museu afro brasil
O Núcleo Trabalho e Escravidão tem o objetivo de ressaltar os saberes e tecnologias trazidas pelos africanos escravizados no campo do trabalhoDivulgação

Como forma de comemorar o aniversário da instituição, de 22 de outubro a 24 de novembro, o Museu Afro Brasil tem portas abertas e entrada gratuita. O espaço reforça o convite a todas e todos comparecerem ao mês comemorativo.