Museus de Nova York: explore 5 preciosidades sem sair de casa

Veja obras incríveis do Met, do MoMa, do Brooklyn Museum, do Cooper Hewitt e do Guggenheim

Nova York é um paraíso para quem aprecia uma vida cultural intensa. Se visitar a cidade parece algo meio distante em meio a pandemia de coronavírus, a Agenda Catraca Livre tem uma boa notícia: é possível conhecer alguns dos museus de NY sem sair de casa.

MET - museus de nova york

Crédito: Physicistjedi/ Wikimedia CommonsAproveite para conhecer parte do acerto do Met nessa quarentena

Uma importante aliada nessa missão é a plataforma Google’s Arts & Culture. O portal hospeda coleções interessantes dos queridinhos da metrópole.

Na página do Met – The Metropolitan Museum of Art (clique aqui para ver) você encontra mais de 5 mil anos de história da arte. Há obras do período Barroco, do Renascimento, do Romantismo, do Modernismo, do Realismo, do Japão e mais! O acervo também conta com exposições diferentes, como as de Coco Chanel, Christian Dior, Elsa Schiaparelli e Vermeer. Tem bastante conteúdo para explorar.

Cooper Hewitt - museus de Nova York

Crédito: Jim.henderson/ Wikimedia CommonsEnquanto não dá para pensar em tomar café nesse lindo jardim do Cooper Hewitt, que tal conhecer parte do acervo virtualmente?

Se quiser visitar o MoMA – The Museum of Modern Art, também dá (acesse este link). A instituição apresenta um panorama das artes modernas e contemporâneas. Navegue por quadros de Cézanne, Gauguin, Van Gogh, entre outros mestres da pintura. Há também obras simbolistas, cubistas, pós-impressionistas, pós-modernas e construtivistas. A mostra online que está disponível é a da pintora, escultora, dançarina, professora, escritora e designer suíça Sophie Taeuber-Arp.

Van Gogh

Crédito: Reprodução/ Wikimedia CommonsQuadro “A Noite Estrelada”, de Van Gogh, é uma das preciosidades do MoMA

O Brooklyn Museum, um dos maiores e mais antigos dos Estados Unidos, também está com parte de seu acervo online (acesse aqui). Há muita arte japonesa, incluindo pinturas, xilogravuras, estampas, além de exposições sobre o Egito Antigo, o artista japonês Hiroshige, o escritor Walt Whitman e arquitetura holandesa. Explore também outras obras na navegação.

Hiroshige

Crédito: Hiroshige/ Google ArtsObra “O mar em Satta”, de Hiroshige

O Cooper Hewitt, único museu dos EUA dedicado exclusivamente ao design histórico e contemporâneo, também liberou parte de sua coleção para o público (confira neste link). A instituição tem uma coleção com ladrilhos, tecidos e objetos bem bacanas. Fica a dica: explore a categoria simetria e veja quanta beleza existe no mundo. Aproveite também para conferir a exposição de design afro-americano.

Outro lugar que você pode explorar é o Guggenheim (clique neste link para ver). É a chance de ver trabalhos modernos e contemporâneos diferentes do comum. Descubra novos artistas latino-americanos, conheça as obras em vidro de Josef Albers e o que tem se produzido no Oriente Médio e no Norte da África atualmente.

Gostou da iniciativa? Você pode aproveitar e conhecer outros museus virtualmente.