Premiado musical ‘ELZA’ ganha nova temporada em São Paulo

Visto por mais de 60 mil pessoas, espetáculo teve aprovação irrestrita da homenageada ❤

Por: Redação
Até
15
de dezembro 2019
Sexta - Sábado - Domingo
Sexta e sábado, às 20h | Domingo, às 19h

Elza Soares não mentiu quando disse que vai cantar até o fim na música “A Mulher do Fim do Mundo“! Sua voz ecoa através de sete atrizes que a interpretam no musical homônimo, em sua homenagem.

atriz como elza soares no musical em homenagem a cantora
Crédito: Daniel BarbozaSinônimo de resistência e reinvenção, a trajetória de Elza Soares ganha os palcos em um musical aclamado pela crítica

Em cartaz no Teatro Porto Seguro, as atrizes se dividem ao viver Elza Soares em suas mais diversas fases e interpretam outros personagens, como os familiares e amigos da cantora – além de personalidades marcantes como Ary Barroso (1903-1964), apresentador do programa onde se Elza apresentou pela primeira vez, e Garrincha (1933-1983), que viveu com ela um relacionamento.

Elza: reinvenção e resistência

as sete atrizes no palco do musical sobre elza soares
Crédito: Daniel BarbozaO musical ‘Elza’ conquistou o Prêmio Shell de Melhor Música, dois prêmios CESGRANRIO (Melhor Direção – Duda Maia e Categoria Especial pelo Elenco), quatro troféus do Prêmio Reverência (Melhor Espetáculo, Melhor Direção, Melhor Autor e Categoria Especial) e o Prêmio da APCA de Melhor Dramaturgia

As múltiplas facetas apresentadas ao longo de sua majestosa carreira foram o ponto de partida para o musical “Elza”.

Ainda que muitos dos conhecidos episódios da vida da homenageada estejam no palco, a estrutura de Elza foge do formato convencional das biografias musicais.

Ao mesmo tempo que as personagens são vividas por várias atrizes no mesmo espetáculo, a estrutura do texto também não é necessariamente cronológica.

Da mesma forma que músicas recentes, como “A Mulher do Fim do Mundo”, a emblemática “A Carne” e “Maria da Vila Matilde”, se embaralham aos sucessos das mais de seis décadas de carreira da cantora, como “Se Acaso Você Chegasse”, “Lama”, “Malandro”, “Lata D’Água” e “Cadeira Vazia”.

Marcada por uma série de tragédias pessoais, da morte dos filhos e de Garrincha à violência doméstica e à intolerância, a jornada de Elza Soares é contada com alegria.

O espetáculo foi desenvolvido ao longo de um período em que Elza se encontra no auge de uma carreira marcada por reviravoltas e renascimentos.

Ao lançar seus últimos dois discos, “A Mulher do Fim do Mundo” (2015) e “Deus é Mulher” (2018), a cantora não somente ampliou ainda mais seu repertório e sua base de fãs, como conquistou, mais uma vez, a crítica internacional, e se consolidou como uma das principais vozes da mulher negra brasileira.

MUSEU AFRO BRASIL CELEBRA HISTÓRIA E ARTE AFRO-BRASILEIRA

Elza Soares x 7

as sete atrizes no palco do musical sobre elza soares
Crédito: Karen EppinghausJanamô, Júlia Tizumba, Késia Estácio, Khrystal, Laís Lacôrte, Verônica Bonfim e a atriz convidada Larissa Luz dão vida as múltiplas Elzas no música Elza’

Vinícius Calderoni, autor do texto, chama atenção para a coletividade presente em todo o processo de criação da montagem.

Sendo assim, as sete atrizes e múltiplas (como Elza é) colaboraram com o texto, trazendo suas experiências vividas como mulheres negras.

Tal processo colaborativo se estendeu para a música, com participação ativa das atrizes e das musicistas nos ensaios com os diretores musicais – além do maestro Letieres Leite, que liderou algumas oficinas com o grupo no período de ensaios.

O processo gerou duas canções inéditas que estão na peça: “Ogum”, de Pedro Luís, e “Rap da Vila Vintém“, de Larissa Luz, uma das atrizes que interpretam a cantora.

Além de Larissa, Janamô, Júlia Tizumba, Késia Estácio, Khrystal, Laís Lacôrte, Verônica Bonfim também dão vida às várias Elzas.

Temporada de ‘Elza’

as sete atrizes no palco do musical sobre elza soares
Crédito: Karen EppinghausNo musical ‘Elza’, o maestro Letieres Leite, da Orquestra Rumpilezz, foi o responsável pelos novos arranjos para clássicos do repertório da cantora, tais como “Lama”, “O Meu Guri“, “A Carne” e “Se Acaso Você Chegasse“

Com texto inédito de Vinícius Calderoni e direção de Duda Maia, o espetáculo musical “Elza” fica em cartaz no Teatro Porto Seguro de 8 de novembro até 15 de dezembro.

O ingresso custa até R$ 80 e pode ser comprado pela internet. As sessões acontecem de sexta e sábado, às 20h, e de domingo, às 19h.

Mas fique atent@: no dia 19 de novembro tem sessão extra, às 20h; e nos dias 23 e 24 de novembro as apresentações estão suspensas.

Olha só esse rolê:

1
Feira Tom Jobim é o melhor lugar pra comer no sábado de manhã em BH
Imagine um sábado suave na nave, sob a sombra de uma árvore, apreciando o sabor de comidas típicas nacionais e …
2
3 lugares para apreciar a paisagem de Curitiba do alto
Curitiba é uma cidade linda, disso já sabemos! Mas ver ela do alto deixa tudo ainda melhor! Colaí pra ver essas …
3
Onde curtir um show de música independente delicinha em São Paulo
Pagar dois salários mínimos pra ver show não dá, né? Ainda mais quando São Paulo é a cidade onde você encontra …
4
RJ: Um mergulho literário no Real Gabinete Português de Leitura
O Rio de Janeiro é a Cidade Maravilhosa não apenas por suas paisagens e praias! Ali no centro fica um dos …
5
Casa Preta: lar da cultura alternativa de Salvador
Um Casarão no Dois de Julho tem cultura saindo pelas janelas! Com eventos do subsolo ao terraço, a Casa Preta …
6
SP: Maior festival de inovação e arte digital do Brasil
Unhide Conference, um festival de inovação e arte digital está em sua segunda edição. Fomos conferir esse encontro de arte, criatividade …
7
Terça do Vinil em Recife: rolê pra gente lisa
Depois de uma temporada granfina lá nas Europa, a minha, a sua, a nossa Terça do Vinil tá de volta …
8
02:19
Vem ver o céu à noite no Planetário da Gávea no Rio
Os amantes do universo têm um rolé para chamar de seu no Rio! Toda quarta e sábado acontece lá no Planetário …