Premiado musical ‘ELZA’ ganha nova temporada em São Paulo

Visto por mais de 60 mil pessoas, espetáculo teve aprovação irrestrita da homenageada ❤

Por: Redação
Até
15
de dezembro 2019
Sexta - Sábado - Domingo
Sexta e sábado, às 20h | Domingo, às 19h

Elza Soares não mentiu quando disse que vai cantar até o fim na música “A Mulher do Fim do Mundo“! Sua voz ecoa através de sete atrizes que a interpretam no musical homônimo, em sua homenagem.

atriz como elza soares no musical em homenagem a cantora
Crédito: Daniel BarbozaSinônimo de resistência e reinvenção, a trajetória de Elza Soares ganha os palcos em um musical aclamado pela crítica

Em cartaz no Teatro Porto Seguro, as atrizes se dividem ao viver Elza Soares em suas mais diversas fases e interpretam outros personagens, como os familiares e amigos da cantora – além de personalidades marcantes como Ary Barroso (1903-1964), apresentador do programa onde se Elza apresentou pela primeira vez, e Garrincha (1933-1983), que viveu com ela um relacionamento.

Elza: reinvenção e resistência

as sete atrizes no palco do musical sobre elza soares
Crédito: Daniel BarbozaO musical ‘Elza’ conquistou o Prêmio Shell de Melhor Música, dois prêmios CESGRANRIO (Melhor Direção – Duda Maia e Categoria Especial pelo Elenco), quatro troféus do Prêmio Reverência (Melhor Espetáculo, Melhor Direção, Melhor Autor e Categoria Especial) e o Prêmio da APCA de Melhor Dramaturgia

As múltiplas facetas apresentadas ao longo de sua majestosa carreira foram o ponto de partida para o musical “Elza”.

Ainda que muitos dos conhecidos episódios da vida da homenageada estejam no palco, a estrutura de Elza foge do formato convencional das biografias musicais.

Ao mesmo tempo que as personagens são vividas por várias atrizes no mesmo espetáculo, a estrutura do texto também não é necessariamente cronológica.

Da mesma forma que músicas recentes, como “A Mulher do Fim do Mundo”, a emblemática “A Carne” e “Maria da Vila Matilde”, se embaralham aos sucessos das mais de seis décadas de carreira da cantora, como “Se Acaso Você Chegasse”, “Lama”, “Malandro”, “Lata D’Água” e “Cadeira Vazia”.

Marcada por uma série de tragédias pessoais, da morte dos filhos e de Garrincha à violência doméstica e à intolerância, a jornada de Elza Soares é contada com alegria.

O espetáculo foi desenvolvido ao longo de um período em que Elza se encontra no auge de uma carreira marcada por reviravoltas e renascimentos.

Ao lançar seus últimos dois discos, “A Mulher do Fim do Mundo” (2015) e “Deus é Mulher” (2018), a cantora não somente ampliou ainda mais seu repertório e sua base de fãs, como conquistou, mais uma vez, a crítica internacional, e se consolidou como uma das principais vozes da mulher negra brasileira.

MUSEU AFRO BRASIL CELEBRA HISTÓRIA E ARTE AFRO-BRASILEIRA

Elza Soares x 7

as sete atrizes no palco do musical sobre elza soares
Crédito: Karen EppinghausJanamô, Júlia Tizumba, Késia Estácio, Khrystal, Laís Lacôrte, Verônica Bonfim e a atriz convidada Larissa Luz dão vida as múltiplas Elzas no música Elza’

Vinícius Calderoni, autor do texto, chama atenção para a coletividade presente em todo o processo de criação da montagem.

Sendo assim, as sete atrizes e múltiplas (como Elza é) colaboraram com o texto, trazendo suas experiências vividas como mulheres negras.

Tal processo colaborativo se estendeu para a música, com participação ativa das atrizes e das musicistas nos ensaios com os diretores musicais – além do maestro Letieres Leite, que liderou algumas oficinas com o grupo no período de ensaios.

O processo gerou duas canções inéditas que estão na peça: “Ogum”, de Pedro Luís, e “Rap da Vila Vintém“, de Larissa Luz, uma das atrizes que interpretam a cantora.

Além de Larissa, Janamô, Júlia Tizumba, Késia Estácio, Khrystal, Laís Lacôrte, Verônica Bonfim também dão vida às várias Elzas.

Temporada de ‘Elza’

as sete atrizes no palco do musical sobre elza soares
Crédito: Karen EppinghausNo musical ‘Elza’, o maestro Letieres Leite, da Orquestra Rumpilezz, foi o responsável pelos novos arranjos para clássicos do repertório da cantora, tais como “Lama”, “O Meu Guri“, “A Carne” e “Se Acaso Você Chegasse“

Com texto inédito de Vinícius Calderoni e direção de Duda Maia, o espetáculo musical “Elza” fica em cartaz no Teatro Porto Seguro de 8 de novembro até 15 de dezembro.

O ingresso custa até R$ 80 e pode ser comprado pela internet. As sessões acontecem de sexta e sábado, às 20h, e de domingo, às 19h.

Mas fique atent@: no dia 19 de novembro tem sessão extra, às 20h; e nos dias 23 e 24 de novembro as apresentações estão suspensas.

Olha só esse rolê:

1
Ópera do Arame: símbolo emblemático de Curitiba
Entre lagos, vegetação típica e cascatas, numa paisagem singular, está a Ópera do Arame. Colaí que eu vou te contar porque …
2
Cisne Branco: Espaço cultural flutuante em Porto Alegre
Verdadeiro ícone de Porto Alegre, o barco Cisne Branco é referência quando se fala de rolê flutuante! Colaí pra navegar nessas …
3
As obras de Niemeyer espalhadas por BH
Você sabia que há várias obras de Niemeyer espalhadas por BH? Colaí que eu vou mostrar pra você!
4
Poço da Panela: um roteiro imperdível e relax no Recife
Pensando em roteiros diferentes e alternativos para curtir o Recife? Que tal conhecer o histórico bairro do Poço da Panela? …
5
O melhor acarajé de BH é na Feira Hippie
A Feira Hippie é a maior feira da América Latina! Lá você encontra de tudo, inclusive, o melhor acarajé de …
6
Um pulo na ponta do Humaitá e no Forte de Monte Serrat, em Salvador
Um dos lugares mais charmosos de Salvador, com privilegiada vista da Baía de Todos os Santos e um pôr de …
7
Teatro Oficina Uzyna Uzona: patrimônio vivo em SP
Que tal conhecer o grupo de teatro mais antigo e em atividade do Brasil? Sessentona, a Companhia Teatro Oficina Uzyna Uzona …
8
Confeitaria Colombo: gastronomia certa no Rio de Janeiro
Um combo perfeito de arquitetura, decoração e gastronomia, tem um nome: Confeitaria Colombo. Colaí que vamos te mostrar este rolé inesquecível!