Na Roosevelt, grupo Os Satyros tem sete espetáculos em cartaz

Por: SP Escola de Teatro

Completando 30 anos de história em 2019, o grupo Os Satyros surgiu em São Paulo a partir da parceria de Rodolfo García Vázquez e Ivam Cabral. Ao longo dessas três décadas, a companhia desenvolveu uma linguagem pautada pela críticas de costumes e por uma estética “poluída”.

Situados na Praça Roosevelt, em uma região da cidade que viveu uma transformação social a partir da arte, o grupo atualmente tem sete montagens em cartaz nos dois espaços que funcionam na região: Estação Satyros e Satyros Um. Confira a programação:

Entrevista com Phedra 

Peça baseada na história da atriz cubana que marcou a trajetória do Satyros, Phedra D. Córdoba, a montagem encena um encontro entre a artista e um jornalista para uma entrevista sobre sua trajetória nos palcos da América Latina.

Direção: Robson Catalunha e Juan Manuel Tellategui. Elenco: Márcia Dailyn e Raphael Garcia. Texto: Miguel Arcanjo. Segundas, às 21h, no Satyros Um. De 8/7 a 2/9. 50min. 14 anos. Ingressos: R$40 e R$20 (meia).

Gaveta D’Água 

O espetáculo acontece em um flashback e reúne em cena seis personagem. No palco, umas das protagonistas perpassa por sua trajetória e enxerga seu maior sonho: ser sereia.

Direção: Gustavo Ferreira. Atuação: Silvio Eduardo. Texto: Nina Nóbile. Quintas, às 21h, no Satyros Um. De 25/7 a 26/9. 50min. 14 anos. Ingressos: R$30 e R$20 (meia). 

Mississipi

Montagem que faz da Praça Roosevelt uma alegoria do cenário político e social do Brasil das últimas décadas, tem como protagonista um personagem chamado Mississipi, figura que desde a infância sonha conhecer o estado americano em que seu nome é inspirado. Infelizmente, só conseguiu chegar à Praça Roosevelt, outro nome americano.

Direção: Rodolfo García Vázquez. Elenco: Ivam Cabral, Nicole Puzzi, Eduardo Chagas, Gustavo Ferreira, Henrique Mello, Sabrina Denobile, Fabio Penna, Julia Bobrow, Robson Catalunha, Felipe Moretti, Marcia Dailyn , Ju Alonso, Junior Mazine e Ingrid Soares. Texto: Ivam Cabral e Rodolfo García Vázquez. Sextas e sábados, às 21h, no Satyros Um. De 7/4 a 17/8. 120min. 16 anos. Ingressos: R$40 e R$20 (meia).

Ator Thiago Mendonça protagoniza espetáculo “Stonewall 50”

Stonewall 50

A partir de documentos e experiências pessoais, comuns na linguagem do teatro documentário, e de vídeos e músicas que compõem o universo do teatro karaokê, a dramaturgia recupera a trajetória de luta pelos direitos civis das pessoas LGBTQI+ nos Estados Unidos e no Brasil.

Direção: Renato Farias. Atuação: Thiago Mendonça. Texto: Thiago Mendonça e Renato Farias. Sextas e sábados, às 21h, no Satyros Um. De 28/6 a 10/8. 50min. 14 anos. Ingressos: R$40 e R$20 (meia). 

Que Bicho Sou Eu?

A peça é dirigida ao público adolescente, com intercessão de várias linguagens artísticas como dança, música e teatro. Formado por um elenco também adolescente – os atores têm entre 14 e 17 anos –, o espetáculo foi desenvolvido a partir de depoimentos pessoais dos próprios artistas.

Direção: Henrique Mello. Elenco: Aruan Alvarenga, Carla Dionísia, Christinah Silva, Ellis Luise, Fernanda Ortega, Juba, Letícia Santos e Victor Martins. Texto: Coletivo. Sábados, às 18h, Satyros Um. De 15/6 a 27/7. 50min. 12 anos. Ingressos: R$20 e R$10 (meia). 

Os 120 Dias de Sodoma 

Quatro poderosos libertinos iniciam um grande deboche em um castelo isolado nas montanhas. Suas vítimas, alguns dos mais belos jovens do país seqüestrados para a satisfação de seus prazeres, não tem o direito à palavra. O espetáculo trata de questões filosóficas e políticas colocadas pela obra sadeana, em um contexto brasileiro de corrupção e decadência das instituições sociais.

Direção: Rodolfo García Vázquez. Elenco: Alex de Felix, Anna Paula Kuller, Vitor Lins, Beatriz Ferreira, Carol Bifulco, Diego Ribeiro, Cristian Silva, Luís Holiver, Jéssica Nazli, Felipe Estevão, Ícaro Gimenes, Gustavo Ferreira, Hanna Perez, Israel Silva, Mariana França, Marcelo Thomaz, Marcelo Vinci, Karina Bastos, Silvio Eduardo, Rhafael de Oliveira, Heyde Sayama, Vinícius Saccá. Texto: Rodolfo García Vázquez, a partir da obra de Marquês de Sade. De 13/7 a 31/8. Sábados, às 21h, no Estação Satyros. 80min. 18 anos. Ingressos: R$20 e R$10. 

Uma Canção de Amor

Uma ode poético-erótica através do olhar de Jean Genet, onde dois condenados, cada um em sua cela, divagam em sonhos lascivos criando a imagem do outro, alimentando seus gozos e mais íntimos fantasmas. Uma encenação corrosiva e instigante.

Direção: Gustavo Ferreira. Elenco: Henrique Mello e Roberto Francisco. Texto de Henrique Mello e Roberto Francisco, a partir da obra de Jean Genet. De 30/6 a 25/8. Domingos, às 19h, no Satyros Um. 50min. 18 anos. Ingressos: R$30 e R$15 (meia). 

Compartilhe:

Por: SP Escola de Teatro

A SP Escola de Teatro é um equipamento da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo e tem por atribuições a formação profissional na arte teatral.

1
5 blocos incríveis para curtir o Carnaval de rua no Rio
Carnaval está aí e é chegada a hora da gente decidir quais blocos nós vamos arrasar as nossas fantasias, confetes, …
2
5 blocos incríveis para curtir o carnaval de rua de SP
O Carnaval está aí! É chegada a hora de escolher os blocos para arrasar na passarela das ruas, ostentando fantasias, …
3
BH: Jetiboca tem café incrível a R$ 3, pão de queijo e muito amor
Um dos lugares mais incríveis e inusitados no centro de Belo Horizonte, em Minas Gerais, é o Mercado Novo. Há …
4
3 trilhas no Rio com vistas de tirar o fôlego
Esse vídeo é para os amantes de ecoturismo, ou mesmo para quem quer começar a fazer trilhas e se conectar …
5
Parque da Pedra Branca no RJ: a maior floresta urbana do país
Pega um calçado confortável, passar protetor e repelente e Colaí nessa caminhada pelas trilhas do Parque da Pedra Branca, a …
6
Roteiro zen para fugir do caos de SP
Viver em SP é estar sempre ligadão no 220. Mas é legal dar uma freada no corre corre, né não?Colaí …
7
3 rolés pra curtir no Baixo Tijuca no Rio de Janeiro
A região do Baixo Tijuca tem muito o que oferecer quando o assunto é cerveja gelada!Colaí que eu tenho as …
8
Arena Digital de Curitiba: cinema e planetário no mesmo lugar
Ver as estrelas, mergulhar no fundo do mar, conhecer de pertinho todo o sistema solar. Tudo isso é possível em …