‘O Assassinato do Presidente’ retrata cenário político atual do Brasil

Espetáculo é acompanhado por uma orquestra de 5 cordas!

Por: Redação

Até 26 de março de 2020

Quinta

Às 21h

Pague quanto puder (o público recebe um envelope na entrada e ao final deposita a sua colaboração voluntária)

De volta aos palcos, em curta temporada, o espetáculo “O Assassinato do Presidente”, da Cia. Pessoal do Faroeste busca retratar o Brasil político atual.

A peça tem texto e direção de Paulo Faria e segue explorando o entorno da sede do grupo, a região da Luz, onde também está o Memorial da Resistência, que na ficção seria o palco do crime contra o Presidente da República.

cena de assassinato do presidente da cia pessoal do faroeste
Crédito: Rodrigo ReisBoca do lixo é cenário de drogas, sexo e crimes no espetáculo que faz apenas quatro apresentações nas quintas-feiras de março

A história de “O Assassinato do Presidente” começa numa noite na Rua do Triunfo, onde o maior criminoso do Brasil, Ulisses, o rei da Boca do Lixo do século 21, recebe uma prostituta travesti, Penélope, do seu catálogo VIP, para um encontro antes dele executar, no dia seguinte, o presidente do país.

PERTINHO DO TREM: CONHEÇA MUSEUS EM SP PRÓXIMOS DA CPTM

Naquela noite, as revelações na vida das personagens as aproximam para sempre mudando inesperadamente o rumo da história. Acompanhada de uma orquestra de 5 cordas, que cria o ambiente de ação e drama, nesse faroeste feijoada.

O espetáculo se desenvolve por meio de diálogos entre as duas personagens, vividos pelo próprio Paulo Faria e a atriz Leona Jhovs.

cena de assassinato do presidente da cia pessoal do faroeste
Crédito: Rodrigo ReisEm 2018, ‘O Assassinato do Presidente’ fez um tremendo sucesso e nosso cenário político continua o deixando extremamente atual

A montagem é apresentada na sede da Cia, que fica na Rua do Triunfo, próximo a estação de metrô Luz, entre 5 e 26 de março. As sessões acontecem sempre às quintas, às 21h, e a entrada é “pague quanto puder”.

Tem muita cultura e agito pela região da Luz: