SP com até R$120: confira passeios para curtir no fim de semana

Al Janiah - Festival do Japão - Exposição "Histórias Afro-Atlânticas"
Até
31
de julho 2018
Diversos horários

Diversos locais em São Paulo

São Paulo, SP, Brasil

Cidade

Publicidade

Música, teatro, exposições, gastronomia e mais. Saiba como aproveitar a cidade sem gastar muito em nossa seleção de roteiros

São Paulo oferece uma gama infinita de programas culturais para pessoas de diferentes perfis, mas são poucas que podem se dar ao luxo de gastar seu dinheiro sem se preocupar com as finanças no final do mês. Para te ajudar aproveitar ao máximo a cidade, a Catraca Livre sempre indica passeios com preço máximo de R$120.

Para mostrar que é possível fazer bastante coisa com esse valor, preparamos algumas sugestões de programas casados para os próximos finais de semana. É claro que, se você não gostou das nossas combinações, está mais do que convidada(o) a usar as nossas dicas para criar o seu próprio roteiro.

  • 1. Experiência Multicultural

    Crédito: divulgaçãoLegenda: Al Janiah - Festival do Japão - Exposição "Histórias Afro-Atlânticas"

    Histórias Afro-Atlânticas
    Masp – Avenida paulista, 1578, Bela Vista
    Até 21 de outubro, de terça a domingo, das 10h às 18h, e às quintas, das 10h às 20h,
    Ingressos: R$35 (inteira) e R$17 (meia-entrada)

    A dica para quem procura conhecer a diversidade de culturas e etnias na cidade é um rolezinho Japão-África-Oriente Médio. O passeio começa na avenida Paulista com uma vista à exposição “Histórias Afro-Atlânticas”, em cartaz no Masp até 21 de outubro. Se você não estiver disposta(o) a gastar R$35 para entrar no museu, pode visitá-lo gratuitamente às terças (ou ainda, visitar o Instituto Tomie Ohtake, que exibe parte das obras). A mostra reúne cerca de 400 obras de vários acervos do mundo, feitas por 210 artistas, sobre a escravidão dos povos atlânticos.  Saiba mais aqui.

    21ª edição do Festival do Japão
    São Paulo EXPO – Rod. dos Imigrantes, km 1,5
    20, 21 e 22  de julho, na sexta, das 12h às 21h; no sábado, das 9h às 21h; e no domingo, das 10h às 18h
    Ingressos: R$28 (inteira na porta) e R$14 (meia-entrada na porta).

    Para celebrar os 110 anos da imigração japonesa no Brasil, a segunda indicação é a 21ª edição do Festival do Japão. Os visitantes poderão apreciar exposições sobre Ikebana e imigração japonesa, cerimônia do chá, shows, teatro, Bon Odori, danças folclóricas e taiko (tambores), demonstrações de artes marciais, final do concurso Miss Nikkey Brasil, cosplayers, comidas típicas e muito mais. Saiba mais aqui.

    Comida árabe
    Al Janiah – R. Rui Barbosa, 269, Centro
    Funcionamento: De terça a quinta, das 18h à 0h30, e às sextas e aos sábados, das 18h às 2h

    Com os R$57 que restaram, a dica é saborear a deliciosa gastronomia árabe do Al Janiah, comandado por refugiados da Palestina,  Síria, Argélia e Nigéria. Algumas opções do menu assinado pelo chef Mazen Zwawe são: porção de falafel por R$17, sanduíche de kafta por R$18, esfiha por R$5 e quarteto de pastas (homus, babaganoush, laban e mouhamara) por R$25. Além dos quitutes, o espaço recebe shows e outros programinhas culturais.

    Gasto total: R$35 (exposição) + R$28 (festival)  + R$57 (restaurante) = R$120

  • 2. Viva o teatro

    Crédito: Silvana Marques - João Caldas Fº - Marcos Amaral de Moraes - divulgaçãoLegenda: "Agosto", "Caixa de Memórias" e "O Leão no Inverno"
    • Agosto, de Tracy Letts
      Sesc Consolação – R. Dr. Vila Nova, 245, Consolação
      Até 5 de agosto, de quinta a sábado, às 21h, e aos domingos, às 18h
      Ingressos: R$40 (inteira),  R$20 (meia-entrada) e R$12 (credencial plena)
      Duração: 130 minutos. Classificação: 16 anos

    Para quem ama teatro, ou mesmo para quem não assiste a um espetáculo há tempos, sugerimos uma maratona no próximo final de semana. Na sexta, às 21h, você pode assistir a “Agosto”, de Tracy Letts, com direção e adaptação de André Paes Leme. O espetáculo fala sobre aquilo que não conseguimos confessar e fica entalado no fundo da garganta.

    A montagem narra a história de uma família desconectada, cujos membros insistiram na união o quanto puderam, da forma que puderam, mas que chega finalmente ao limite da desistência. O elenco conta com Guida Vianna, Letícia Isnard, Alexandre Dantas, Claudia Ventura, Rubens Camelo, Eliane Costa, Guilherme Siman, Isaac Bernat, Julia Schaeffer, Lorena Comparato, Marianna Mac Niven e Isabelle Dionísio.

    No sábado, às 21h, a dica é “Caixa de Memórias”, com texto de José Eduardo Vendramini e direção de Marcio Aurelio. No início do Século XX, um jovem casal apaixonado dá início a um novo núcleo familiar. Além de hospedar e cuidar dos velhos ancestrais, o casal tem dois filhos e luta bravamente pelo progresso material, com sucessivas vitórias e posterior decadência.

    As perdas familiares culminam com a viuvez da esposa, agora mãe de dois filhos adultos. A peça da Cia. Razões Inversas tem elenco formado por Walter Breda, Denise Del Vecchio, Paulo Marcello, Samanta Precioso, Gonzaga Pedrosa, Laís Marques e Carolina Fabri.

    • O Leão no Inverno, de James Goldman
      Teatro Porto Seguro – Al. Barão de Piracicaba, 740, Campos Elíseos.
      Até 29 de julho, às sextas e aos sábados, às 21h, e aos domingos, às 19h
      Ingressos: Sextas – Plateia: R$70 (inteira) e R$35 (meia-entrada). Balcão e Frisas: R$50 (inteira) e R$25 (meia-entrada)
      Sábados e domingos – Plateia: R$80 (inteira) e R$40 (meia-entrada). Balcão e Frisas: R$60 (inteira) e R$30 (meia-entrada)
      Duração: 100 minutos. Classificação: 12 anos

    A última dica do final de semana é “O Leão no Inverno”, com texto de James Goldman e direção de Ulysses Cruz. Com Regina Duarte e Leopoldo Pacheco no elenco, a peça narra a história do Rei Henrique II, que mantém a rainha Eleanor aprisionada em uma torre. Nas festas de final do ano, ele a liberta para se juntar à família, mas nem desconfia que ela planeja um golpe para que seu filho mais velho, Ricardo, herde o trono.

    O monarca deseja ser sucedido pelo filho caçula, que é conhecido como “João Sem-Terra”. Ninguém presta muita atenção no ambicioso Geoffrey, o filho mais novo e o mais interessado no reinado. O elenco fica completo com Caio Paduan, Filipe Bragança, Camila dos Anjos, Michel Waisman, Sidney Santiago e Rafael de Bona.

    Gasto total: R$40 (no Sesc Consolação) + R$20 (no CCSP) + R$60 (no Teatro Porto Seguro) = R$120

  • 3. Para curtir um som

    Crédito: Luciana Faria - Facebook (@abandamaisbonitadacidade) - Facebook (@dedodemocasambaechoro) Legenda: Drik Barbosa - A Banda Mais Bonita da Cidade e Dedo de Moça

    Drik Barbosa, com participação de Emicida e Stefanie
    Sesc Ipiranga – R. Bom Bastor, 822, Ipiranga
    27 e 28 de julho, às 21h
    Ingressos: R$30 (inteira), R$15 (meia-entrada) e R$9 (credencial plena)

    Na sexta-feira, dia 27, a dica é o show da rapper Drik Barbosa no Sesc Ipiranga para lançar o disco “Espelho”, com participação especial de Emicida e Stefanie. O trabalho é composto pelas faixas “Banho de Chuva”, “Inconsequente”, “Camélia”, “Melanina”, além da música que dá nome ao álbum. Conhecida na cena hip hop de Santo André, ela já se apresentou com feras como De La Soul, Yara Bravo, Mano Brow, Negra Li e Lurdez da Luz.

    A Banda Mais Bonita da Cidade
    Casa Natura Musical – Rua Artur de Azevedo, 2134, Pinheiros
    28 de julho, às 22h. Abertura da casa: 20h30
    Ingressos: Pista – R$60 (inteira) e R$30 (meia-entrada). Camarote e bistrô – R$120 (inteira) e R$60 (meia-entrada)

    A dica do sábado, dia 28, é o show d’A Banda Mais Bonita da Cidade. O grupo curitibano interpreta as faixas de seu terceiro disco, “De Cima do Mundo Eu Vi o Tempo” (2017), como “Inverno”, “Ela e o Dela”, “Suvenir”, “A Pé”, “Trovoa”, “A Geada” e “Bandarra”. A banda é formada por Uyara Torrente (voz), Thiago Ramalho (guitarra), Vinícius Nisi (teclado), Marano (baixo) e Luís Bourscheidt (bateria).

    Grupo Dedo de Moça
    Instituto Moreira Salles Paulista – Av. Paulista, 2424, Bela Vista.
    29 de julho, às 16h
    Grátis, com entrada por ordem de chegada

    Como samba é uma boa pedida para encerrar o domingão, a dica do dia 29 é o show do grupo Dedo de Moça. Formado por Ana Claudia César (cavaquinho), Ana Eliza Colomar (Flauta e Cello), Cintia Zinco (violino, arranjos, composição) e Rosana Bergamasco (violão sete cordas, arranjos, composição), o quarteto toca sucessos de Chiquinha Gonzaga, Jacob do Bandolim, Chico Buarque, Geraldo Pereira, Nelson Cavaquinho e outros gigantes do samba e do chorinho.

    Gasto total: R$30 (no Sesc Ipiranga) + R$60 (na Casa Natura Musical) + R$0 (no IMS) = R$120

  • 4. Para curtir com a família

    Crédito: Rai Junior - Camila Picolo - Carlos Gueller - divulgaçãoLegenda: "Contos Partidos de Amor" - "Mary e Os Monstros Marinhos" - "Rádio Varieté"

    Contos Partidos de Amor, de Eduardo Rios
    Centro Cultural Banco do Brasil – Rua Álvares Penteado, 112, Centro
    Até 18 de agosto, às sextas, às 11h, e aos sábados, às 11h e às 15h
    Ingressos: R$20 (inteira) e R$10 (meia-entrada)
    Duração: 50 minutos. Classificação: 6 anos

    O espetáculo “Contos Partidos de Amor”, com texto de Eduardo Rios e direção de Duda Maia, é a dica da sexta-feira, dia 20. O musical infanto-juvenil apresenta o universo do escritor Machado de Assis (1839-1908) para a criançada ao falar sobre ciúmes, tema recorrente na obra machadiana. A montagem, inspirada no livro “Contos de Amor e Ciúmes”, traz no elenco Diego de Abreu, Isadora Medella, Luciana Balby e Tiago Herz.

    Rádio Varieté, da Cia. La Mínima
    Sesc Parque Dom Pedro II – Praça São Vito s/n, Centro
    21 de julho, às 16h
    Grátis, basta chegar para a sessão

    No sábado, dia 21, os palhaços da Cia. La Minima relembram a Era do Rádio no espetáculo “Rádio Varieté”. Na trama, três artistas do teatro de variedades começam a instalar uma parafernália “um tanto” tecnológica, porém aparentemente obsoleta. Aos poucos esse conjunto toma forma de um estúdio de “rádio-circo-teatro”, onde desfilarão atrações jornalísticas-dramático-musicais.

    Mary e Os Monstros Marinhos, da Companhia. Delas de Teatro
    Sesc Pompeia – Rua Clélia, 93, Pompeia
    Até 29 de julho, aos sábados e domingos, às 12h.
    Ingressos: R$ 17 (inteira), R$ 8,50 (meia-entrada) e R$ 5 (credencial plena). Vendas presenciais.
    Duração: 60 minutos. Classificação: 6 anos.

    No domingo, dia 22, a emocionante peça  “Mary e Os Monstros Marinhos”, com direção de Rhena de Faria, conta a história de Mary Anning, famosa paleontóloga que viveu na Inglaterra no início do século 19. De família pobre, Mary começou a trabalhar com apenas 12 anos. Ela sobreviveu a tempestades e enfrentou perigosos deslizamentos de terra para fazer grandes descobertas.

    Mary estudou anatomia dissecando répteis em sua cozinha e, assim, foi capaz de remontar o primeiro esqueleto de um ictiossauro. Com elenco formado por Cecília Magalhães, Julia Ianina e Thaís Medeiros, a peça fala sobre os obstáculos que muitas mulheres tiveram que enfrentar para ter seu trabalho reconhecido nas ciências.

    Gasto total: R$20 (no CCBB SP) + R$0 (no Sesc Parque Dom Pedro II) + R$17 (no Sesc Pompeia) = R$37

Publicidade

Compartilhe:

Autor: Por: Redação
Publicidade

Museu de Anatomia Humana da USP exibe peças que ensina como o seu corpo funciona

Cereja Flor: O lugar das taças de sorvetes gigantes em São Paulo

Fondue taiwanês é a próxima delícia que você tem de provar

Médica tira dúvidas sobre anticoncepcional

Refugiados se tornaram microempreendedores em um lava-rápido em São Paulo

Publicidade