Últimas notícias:

Loading...

Conheça o jequitibá Patriarca, uma das árvores mais antigas do Brasil! 🌳

A gigante tem idade estimada entre 600 e 900 anos, altura de um prédio de 13 andares e fica no Parque Estadual Vassununga, a 245 km de SP

Por: Redação

Segunda - Terça - Quarta - Quinta - Sexta

De segunda a sexta, das 7h às 17h (as visitas precisam ser agendadas)

Recursos de acessibilidade para pessoas com deficiência não informados pelo próprio organizador do evento

Cerca de 13 pessoas são necessárias para abraçar o Patriarca, um jequitibá-rosa (espécie Cariniana legalis) com 42 metros de altura e circunferência de 12,3 metros, considerado uma das árvores mais antigas do país! E essa gigante cheia de energias positivas pode ser visitada no Parque Estadual Vassununga, em Santa Rita do Passa Quatro, no interior de SP.

Estima-se que essa senhora majestosa tenha entre 600 e 900 anos de idade e que, ao longo de toda essa existência, tenha sido responsável pela absorção de 132 toneladas de dióxido de carbono da atmosfera! Dá para imaginar?

Parque Estadual Vassununga
Crédito: Reprodução - @ParqueVassununga/FacebookEsta é uma das árvores mais antigas do Brasil!

Também conhecido como “Terra de Gigantes”, o parque foi criado em 1970 em uma antiga usina açucareira, como um santuário para preservar essas enormes árvores centenárias, a floresta de várzea e a savana xeromorfa do Estado de São Paulo. E hoje é um importante centro de pesquisas ambientais.

Localizada a apenas 245 km do centro da capital, em uma área de transição ecológica entre os biomas Mata Altântica e Cerrado, a reserva abriga a maior concentração de jequitibás-rosa do país. E, além do Patriarca, outra gigante que habita a área é a Matriarca, que é ainda mais alta, tem 44 metros de altura!

Crédito: Reprodução - @ParqueVassununga/FacebookSão necessárias 13 pessoas para abraçar o Patriarca

Os jequitibás-rosa estão ameaçados por conta da exploração ilegal de madeira e da destruição de seu habitat. Muitas das árvores dessa espécie acabam não conseguindo sustentar o peso do troco e da copa. É provável que as árvores do Parque Estadual Vassununga tenham desenvolvido mecanismos próprios para se defender de pragas, o que poderia explicar essa enorme existência.

Durante a visita ao parque, você pode fazer várias trilhas incríveis (algumas delas ainda estão fechadas) e encontrar no caminho mamíferos como lobo-guará, onça-parda, pacas e iraras, além de aves como almas-de-gato, tucanuçus, sabiás e canários. E outra atração é o Cerrado Pé-de-Gigante, uma enorme depressão com forma de uma pegada gigantesca.

Crédito: Reprodução - @ParqueVassununga/FacebookO parque está cheio de espécies lindas de pássaros e mamíferos

A reserva ambiental esteve fechada para a visitação do público desde 2018, por causa de uma invasão de javalis, e, posteriormente, por conta da pandemia de Covid-19. As visitas foram retomadas recentemente.

O parque está localizado às margens da Rodovia Anhanguera (SP-330), no km 245 (sentido norte, em direção a Ribeirão Preto), e funciona de segunda a sexta, das 7h às 17h. A entrada é gratuita, mas as visitas devem ser agendadas aqui.

Com informações do Estado de S. Paulo (veja aqui a matéria) e do ECOA – Uol (veja aqui a matéria).

Quer mais dicas de lugares maravilhosos para conhecer em SP?

Compartilhe: