Descubra curiosidades sobre a Avenida Paulista em passeio guiado

O passeio foi cancelado pela agência

Por: Redação Comunicar erro

Você sabia que a Avenida Paulista já se chamou Carlos de Campos? Conheça outras curiosidades sobre a mais charmosa e amada via de São Paulo em um passeio guiado que acontece neste sábado, dia 1º de setembro.

vista da Avenida PAulista
Crédito: IStock | wsfurlanPasseio guiado na Avenida Paulista acontece no sábado, 1º de setembro

O passeio, com ponto de encontro em frente à Casa das Rosas, visita os vários espaços do circuito cultural Avenida Paulista, como o Instituto Moreira Sales, o Mirante 9 de Julho, a Japan House e a recém-inaugurada unidade do Sesc. A atividade é conduzida pela guia Elaine Gastaldello, do Sampa Charme.

Ela apresentará aos participantes fatos e curiosidades sobre a história, a cultura, o desenvolvimento e a importância da região. No trajeto, que tem duração aproximada de três horas, há uma visita interna à Japan House e ao mirante do Sesc Avenida Paulista. Em caso de chuva o passeio não será cancelado.

O encontro está marcado para às 10h. Os interessados em participar devem se inscrever pelo WhatsApp (11) 94562-3015 ou pelo e-mail passeios@passeiosbaratosemsp.com.br e pagar uma taxa de R$35.

Nome Paulista

A Avenida Paulista foi inaugurada em 8 de dezembro de 1891, quando ainda não existiam nem casas ao longo da via. Essa data ficou marcada pelo início do tráfego de bondes na região. Inicialmente, a rua deveria se chamar Avenida das Acácias, ou Prado de São Paulo, mas o engenheiro uruguaio Joaquim Eugênio de Lima (1845-1902), que a idealizou, resolveu chama-la de Paulista em homenagem ao povo que o acolhera.

Aos poucos, a avenida foi tomada por casarões elegantes e requintados que abrigavam a elite paulistana, os barões do café. Em 1927, um decreto do prefeito João Pires do Rio determinou que a via passasse a se chamar Carlos Campos, em homenagem ao ex-presidente morto naquele ano. Ele era chefe do governo de São Paulo quando ocorreu a Revolução de 24, movimento que combatia as oligarquias.

A Paulista voltou a ter seu nome original apenas em 1930, quando a revolução tenentista daquele ano derrubou o presidente Washington Luís (1869-1957) e a era que ficou conhecida como República Velha. O então prefeito José Joaquim Cardoso de Melo Neto assinou um novo decreto que renomeava a via.

Os antigos casarões começaram a ser demolidos com o processo de industrialização da cidade, iniciado com a Crise de 1929, que encerrou era dos barões do café.