Peça baseada em ‘O Diário de Anne Frank’ tem temporada no Rio

Por: Redação

Em setembro, o Teatro Municipal Gonzaguinha recebe a peça “Mergulho ou A menina que sangrava poesia“, livremente inspirado no clássico da literatura “O Diário de Anne Frank”.

O espetáculo, apresentado em monólogo e representado pela atriz Rita Grego, destaca os conflitos e descobertas de uma adolescente que vive a dicotomia de uma sociedade em meio ao caos instaurado pela guerra.

As primeiras três sessões acontecem no fim de semana de 1º a 3 de setembro; após, sempre às quartas e quintas, entre 13 e 28 do mês. Os ingressos custam R$ 40, com direito à meia-entrada.

O confinamento, a tirania e o preconceito são os principais agentes transformadores de sua visão de mundo, até então ingênua, forjando novos valores e uma personalidade questionadora à frente de seu tempo.

Sua narrativa, apesar de datar um período específico da história mundial, permite trazer à luz da discussão temas extremamente atuais, como o racismo, intolerância religiosa, restrição da liberdade e tantos outros. Durante a clandestinidade forçada, o único contato permitido com o exterior, era através de uma pequena fresta de janela, onde Anne tornou-se expectadora de um mundo e sociedade que desmoronavam.

“O Diário de Anne Frank continua sendo um dos livro mais vendidos entre o público adolescente. Faz parte da história de um povo que precisa ser contada e não deve ser esquecida. Falar sobre a Guerra e o Holocausto é mais que um resgate histórico; serve para conscientizar os jovens para produzir uma prática cotidiana de paz, respeito e tolerância às diferenças religiosas e culturais”, destaca a atriz Rita Grego.


Mais Rio:

Compartilhe:

Tags:#Teatro